sábado, 23 de julho de 2016

As Participações do CR Flamengo nos Jogos Olímpicos

O Flamengo caiu de 21 para apenas 11 atletas de um ciclo olímpico para o outro. Seu récorde continua sendo Los Angeles 1984 quando enviou uma delegação de 24 atletas. O clube precisa voltar urgentemente ao Atletismo e ao Tiro e ter equipes de ponta de Basquetebol Feminino, Voleibol Feminino, Voleibol Masculino e Handebol.

A foto é de Luiz Carlos de Souza, que representou o Flamengo no Atletismo, em 1972.

A Participação Rubro-Negra:
1932 - Los Angeles:
Antônio Rebello Júnior - Remo
Fernando Nabuco de Abreu - Remo
José Pichler de Campos - Remo

1936 - Berlim:
Álvaro Portinho de Sá Freire - Remo
Erasmo de Souza Rocha - Remo
Guilherme Catramby Filho - Pentlato Moderno
Henrique Cândido Camargo - Remo
José Pichler de Campos - Remo
Moacir Dunham - Esgrima
Nelson Parente Ribeiro - Remo
Paschoal Caetano Rapuano - Remo
Roldão Macedo - Remo
Scylla Venâncio - Natação
Wilson de Freitas Coutinho - Remo

1948 - Londres:
Affonso Évora - Basquetebol
Alberto Pereira Braga - Tiro
Alfredo da Motta - Basquetebol
Ivan Hausen - Atletismo
Piedade Coutinho - Natação
Zenny de Azevedo - Basquetebol

1952 - Helsinque:
Alberto Pereira Braga - Tiro
Alfredo da Motta - Basquetebol
Hélio Pereira - Basquetebol
José Telles - Atletismo
Mário Hermes - Basquetebol
Piedade Coutinho - Natação
Sebastião Gimenez - Basquetebol
Waldemar Silveira - Halterofilismo
Zenny de Azevedo - Basquetebol

1956 - Melbourne:
André Gustavo Richer - Remo
Jamil Gadeão - Basquetebol
José Carvalho Filho - Remo
José Telles - Atletismo
João Sobrinho - Atletismo
Nelson Pessoa Filho - Hipismo
Ruy Kopper - Remo
Ulisses Santos - Atletismo
Zenny de Azevedo - Basquetebol

1960 - Roma:
Affonso Coelho da Silva - Atletismo
Edmar - Futebol
Fernando Freitas - Basquetebol
Gerson Nunes - Futebol
Harry Klein - Remo
José Telles - Atletismo
Sebastião Mendes - Atletismo
Waldir Boccardo - Basquetebol
Zenny de Azevedo - Basquetebol

1964 - Tóquio:
Ivo Soares - Futebol

1968 - Cidade do México:
Edgar Gijsen - Remo
Harry Klein - Remo
José Maria de Andrade Pereira - Esgrima
Luiz de Mello - Futebol
Maria da Conceição Cypriano - Atletismo

1972 - Munique:
Alfredo Carlos Machado - Natação
Érico de Souza - Remo
Frederico Oliveira - Futebol
Harry Klein - Remo
Luiz Gonzaga da Silva - Atletismo
Luiz Carlos de Souza - Atletismo
Raul Bagattini - Remo
Rômulo Arantes Júnior - Natação
Sérgio Waismann - Natação

1976 - Montreal:
Atalíbio Mangioni - Remo
Delival Nobre - Tiro
Gilberto Gerhardt - Remo
Júlio Gurjol (Uri Geller) - Futebol
Júnior - Futebol
Maria Elisa Guimarães - Natação
Nilton Alonço - Remo
Raul Bagattini - Remo
Rômulo Arantes Júnior - Natação
Sérgio Stancza - Remo
Wandir Kuntze - Remo

1980 - Moscou:
Henrique Johann - Remo
Isabel Salgado - Voleibol
Jaqueline Silva - Voleibol
Jorge Fernandes - Natação
José Lazarotto - Remo
Laildo Machado - Remo
Manoel Novo - Remo
Marco Leite - Basquetebol
Milton Júnior - Basquetebol
Regina Villela dos Santos - Voleibol
Ricardo Carvalho - Remo
Ricardo Prado - Natação
Rômulo Arantes Júnior - Natação
Ronaldo Carvalho - Remo
Waldemar Trombeta - Remo
Walter Soares - Remo
Wandir Kuntze - Remo

1984 - Los Angeles:
Ângelo Rosso Neto - Remo
Delival Nobre - Tiro
Dennis Marinho - Remo
Fernando Carsalade - Pólo Aquático
Frederico Flexa - Judô
Gilmar Popoca - Futebol
Isabel Salgado - Voleibol
Jaqueline Silva - Voleibol
Jorge Fernandes - Natação
Jorginho - Futebol
Laildo Machado - Remo
Manoel Novo - Remo
Marcelo Vido - Basquetebol
Milton Júnior - Basquetebol
Nilton Alonço - Remo
Nilo Guimarães - Basquetebol
Ricardo Carvalho - Remo
Ricardo Ibarra - Remo
Ricardo Prado - Natação
Ronaldo Carvalho - Remo
Sérgio Sano - Judô
Solon dos Santos - Pólo Aquático
Tatiana Figueiredo - Ginástica Artística
Walter Hime - Remo

1988 - Seul:
Andrade - Futebol
Ângelo Rosso Neto - Remo
Bebeto - Futebol
Cristiano Michelena - Natação
Delival Nobre - Tiro
Dennis Marinho - Remo
Erika Macdavid - Nado Sincronizado
Ezequiel Paraguassu - Judô
Flávio Melo - Remo
Frederico Flexa - Judô
Guilherme Sagesse - Ginástica Artística
Jorge Fernandes - Natação
Jorginho - Futebol
Luís Onnmura - Judô
Luisa Parente - Ginástica Artística
Marcos Arantes - Remo
Nilton Alonço - Remo
Patrícia Amorim - Natação
Ricardo Carvalho - Remo
Ricardo Sampaio Cardoso - Judô
Ronaldo Carvalho - Remo
Waldemar Trombeta - Remo
Zé Carlos - Futebol

1992 - Barcelona:
Carlos Alberto Sobrinho - Remo
Carlos Alexandre Almeida - Remo
Cláudio Tavares - Remo
Cléber Leite - Remo
Cristiano Michelena - Natação
Cristina Lobo - Nado Sincronizado
Ezequiel Paraguassu - Judô
Fernanda Camargo - Nado Sincronizado
José Augusto Loureiro Júnior - Remo
José Raimundo Ribeiro - Remo
Luisa Parente - Ginástica Artística
Marco Monteiro - Ginástica Artística
Rosicléia Campos - Judô

1996 - Atlanta:
Bebeto - Futebol
Dirceu Marinho - Remo
Fernando Scherer (Xuxa) - Natação
Frederico Flexa - Judô
Rosicléia Campos - Judô
Sávio - Futebol
Soraya Carvalho - Ginástica Artística
Zé Maria - Futebol

2000 - Sídney:
Alexandre Massura Neto - Natação
Athirson - Futebol
Danielle Hypólito - Ginástica Artística
Éder Moreno Fialho - Atletismo
Fernando Scherer (Xuxa) - Natação
Henrique Guimarães
Leila Barros - Voleibol
Mozart Junior - Futebol
Rogério Romero - Natação
Virna Dias - Voleibol

2004 - Atenas:
Danielle Hypólito - Ginástica Artística
Mariana Brochado - Natação
Rafael Mosca - Natação

2008 - Beijing:
Danielle Hypólito - Ginástica Artística
Diego Hypólito - Ginástica Artística
Jade Barbosa - Ginástica Artística
Leonardo Leite - Judô
Giovanna Stephan - Nado Sincronizado

2012 - Londres:
Caio Torres - Basquetebol
César Cielo - Natação
Daniele Hypólito - Ginástica Artística
Daynara de Paula - Natação
Diego Hypólito - Ginástica Artística
Érika Miranda - Judô
Erlon Silva - Canoagem de Velocidade
Fabiana Beltrame - Remo
Henrique Barbosa - Natação
Joanna Maranhão - Natação
João de Lucca - Natação
Kissya Cataldo - Remo
Leonardo de Deus - Natação
Luana Bartholo - Remo
Marcelinho Machado - Basquetebol
Marcus de Souza ("o Marquinhos") - Basquetebol
Nicholas Santos - Natação
Ronílson Oliveira - Canoagem de Velocidade
Santiago Fernández - Remo
Sérgio Sasaki - Ginástica Artística
Tales Cerdeira - Natação

2016 - Rio de Janeiro:
Daniele Hypolito - Ginástica Artística.
Fernanda Nunes - Remo.
Flávia Saraiva - Ginástica Artística.
Jade Barbosa - Ginástica Artística.
Lorena Molinos - Nado Sincronizado.
Luiz Altamir - Natação.
Marcus Souza ("Marquinhos) - Basquetebol.
Maria Clara Lobo Coutinho - Nado Sincronizado.
Marina Canetti - Pólo Aquático.
Rafael Luz - Basquetebol.
Rebeca Andrade - Ginástica Artística.

Ranking por Modalidade:
1) Remo - 48
2) Natação - 24
3) Futebol - 17
4) Basquetebol - 17
5) Ginástica Artística - 16
6) Judô - 11
7) Atletismo - 10
8) Nado Sincronizado - 6
9) Voleibol - 5
10) Pólo Aquático - 3
11) Canoagem de Velocidade - 2
11) Esgrima - 2
11) Tiro - 2
14) Halterofilismo - 1
14) Hipismo - 1
14) Pentlato Moderno - 1

Ranking por Sexo:
1) Homens - 134
2) Mulheres - 32

As Medalhas Conquistadas:
1948 - Afonso Évora - Basquetebol - Bronze
1948 - Alfredo da Motta - Basquetebol - Bronze
1948 - Zenny de Azevedo - Basquetebol - Bronze
1952 - José Telles - Atletismo (Salto em Altura) - Bronze
1960 - Fernando Freitas - Basquetebol - Bronze
1960 - Waldyr Boccardo - Basquetebol - Bronze
1960 - Zenny de Azevedo - Basquetebol - Bronze
1980 - Jorge Fernandes - Natação (4 x 200m livres) - Bronze
1984 - Gilmar Popoca - Futebol - Prata
1984 - Jorginho - Futebol - Prata
1984 - Ricardo Prado - Natação (400m Medley) - Prata
1988 - Andrade - Futebol - Prata
1988 - Bebeto - Futebol - Prata
1988 - Zé Carlos - Futebol - Prata
1996 - Bebeto - Futebol - Bronze
1996 - Fernando Scherer (Xuxa) - Natação (50m Livres) - Bronze
1996 - Sávio - Futebol - Bronze
1996 - Zé Maria - Futebol - Bronze
2000 - Fernando Scherer (Xuxa) - Natação (4 x 100m Livres) - Bronze
2000 - Leila Barros - Voleibol - Bronze
2000 - Virna Dias - Voleibol - Bronze
2012 - César Cielo - Natação - Bronze

Ranking de Medalhas:
1) Futebol - 0 - 5 - 3
2) Natação - 0 - 1 - 4
3) Basquetebol - 0 - 0 - 6
4) Voleibol - 0 - 0 - 2
4) Atletismo - 0 - 0 - 1

14 comentários:

Rafael Gaio disse...

Boa noite Luiz... Se repararmos bem a lista olímpica do Flamengo e do Pinheiros podemos falar que no momento o Pinheiros é mais olímpico que o Flamengo, porém se falarmos ao longo de todas as olimpíadas podemos afirmar que ao longo da história o Flamengo é a instituição esportiva mais olímpica do Brasil. Vide a quantidade de atletas enviados a olimpíadas ( Média de mais de nove atletas por olimpíadas, desde de 1932.) Mais a quantidade de medalhas conquistadas também... O Flamengo é a instituição esportiva no Brasil que mais trouxe atletas medalhados de olimpíadas... Fora ser o que representa no futebol brasileiro... -- Ou seja, depois disso tudo chegamos a seguinte conclusão. O Flamengo é a maior e mais importante instituição esportiva do Brasil. O Flamengo em termos de Brasil é um absurdo tanto no futebol quanto nos esportes olímpicos

Esporte Rio disse...

Você acredita nisso que você escreveu?

Ao longo da história, o Pinheiros enviou 185 atletas às Olimpíadas, contra 166 do Flamengo.

O Flamengo tem 22 medalhas contra 10 do Pinheiros. No entanto, o Pinheiros tem 1 medalha de ouro, o que coloca os paulistas na frente.

Pinheiros - 1 - 3 - 6
Flamengo - 0 - 6 - 16

Rafael Gaio disse...

Depois do que você respondeu, mais o que o Flamengo representa no futebol. Você entende diferente do que penso? rsr - Tudo bem que o Pinheiros tem uma medalha de ouro, mas o Flamengo possui mais que o dobro de medalhas. Estamos falando de 22 contra apenas 10 do Pinheiros. É muita diferença para que apenas uma medalha de ouro possa superar.. Sendo que o Flamengo no século passado foi infinitamente superior em termos olímpicos... Você não pode pegar as olimpíadas apenas no século XXI (que começou em 2001) para fazer essa comparação entre os dois clubes.. Observa com carinho desde das olimpíadas de 1932 até as olimpíadas de Sidney na Austrália em 2000 século XX ainda... E olha que não estou nem incluindo o futebol na comparação histórica entre os dois clubes. Estou apenas me atendo aos outros esportes.. Se colocarmos o futebol e o que ele representa no Brasil e no mundo o Flamengo se torna mais uma vez absurdamente superior ao grande Pinheiros de SP.. -- Ou seja, se colocarmos as olimpíadas de 1932 até 2000 o Flamengo é infinitamente superior ao Pinheiros.. Agora se pegarmos de 2000 até hoje já existe um equilíbrio maior pendendo mais pro pinheiros. Sem dúvidas!! Abs

Esporte Rio disse...

Cada um conta como quiser. Acredito que você está se enganando. Além dos números, você já pode fazer uma projeção para o futuro. Veja em quantas modalidades esportivas (olímpicas) o ECP está e compara com o CRF. Sem contar que o CRF não investe em todas as que tem (Tênis, Vôlei, Pólo Aquático por exemplo).

Marcelo Belato disse...

E eu entendi o ponto de vista do Rafael Gaio, ele quis dizer que historicamente o Flamengo é a instituição mais importante pois desde bem antigamente ganha títulos, tem grandes atletas, grandes feitos e representantes olímpicos. O Pinheiros sempre foi um grande clube, mas só veio a se tornar essa potência toda nesse século.

Marcelo Belato disse...

E acredito que o Flamengo passa por um momento esportivo bem fraco mesmo, porém com bastante responsabilidade, investindo apenas o que tem, sem passar por cima ou gastar mais do que tem. Mas o clube vem buscando melhoras investindo pesado em estrutura, troca de conhecimento com potências e etc. Espero que em breve o C.R. Flamengo volte a investir forte em todos os esportes que já tem e em esportes tradicionais que o clube desativou: Atletismo, Handebol, Tiro, Esgrima e etc.

Esporte Rio disse...

O Pinheiros sempre esteve presente na história do esporte nacional. No começo do século XX, tinha até futebol!

Esporte Rio disse...

Tem que tirar este lado torcedor e olhar a realidade dos fatos.

Marcelo Belato disse...

Sim, é inegável a tradição do Pinheiros, isso desde os tempos de Germânia. Mas o que eu quis dizer é que o Pinheiros se tornou toda essa potência dominando o país nesse século. Assim como nos anos 80 o Flamengo era potência e tb assim como o Vasco dominou o país no final dos anos 90. E isso dá pra perceber nos títulos e nos feitos históricos.

Marcelo Belato disse...

E o Flamengo está mal sim, eu como torcedor fico triste com a falta de investimentos nos outros desportos do clube. Hoje em dia o Flamengo só tem três modalidades disputando em alto nível: Polo Aquático feminino, Basquete Masculino e Ginástica Artística feminina.

Esporte Rio disse...

Marcelo, a potência do Pinheiros mais recente é maior do que a potência que o Flamengo foi outrora.

Esporte Rio disse...

A atual administração do Flamengo piorou ainda mais os esportes olímpicos do clube.

Marcelo Belato disse...

Sim, isso é inegável. Mas piorou esportivamente pra talvez melhorar no futuro. Pelo menos hoje em dia o clube paga o que pode. Antes o Flamengo tirava dinheiro de outros lugares pra investir nos esportes olímpicos. Ou então nem tinha dinheiro e acabava fazendo dívidas. O clube só pode dar passos largos se tiver grana pra isso.

Esporte Rio disse...

ok