quinta-feira, 8 de dezembro de 2016

CR Flamengo Duodecacampeão Estadual Masculino de Basquetebol de 2005/2006/2007/2008/2009/2010/2011/2012/2013/2014/2015/2016

O Flamengo quando jogou com o Vasco da Gama com torcida única rubro-negra não conseguiu controlar sua galera e a briga correu solta em pelo menos duas oportunidades.

Quando o Vasco teve o direito de receber o Flamengo com torcida única no mesmo local, não aconteceram maiores incidentes.

Temendo a torcida violência, o Vasco da Gama comunicou a FBERJ há mais de um mês que não enfrentaria o Flamengo com torcida única no Tijuca TC, por temer a integridade física de seus jogadores.

FBERJ e Flamengo ignoraram o pedido de seu rival e forçaram a barra, querendo o título sem precisar entrar em campo. É bom lembrar que em cinco confrontos nesta temporada, o Vasco ganhou três.

Haveriam outros ginásios para o jogo, como os do Olaria, Club Municipal, Algodão ou em outro município do estado como os municipais de Macaé, Automóvel Clube Fluminense, Volta Redonda, Angra dos Reis, etc.

O Vasco queria jogar mas o Flamengo preferiu levantar a taça. Fica na história, mais uma conquista rubro-negra.

É por coisas assim que os clubes se afastaram do esporte olímpico e do basquetebol em especial.

É pena!

Final:
Jogo 1:
24/10/16
Flamengo 89-87 Vasco da Gama

Jogo 2:
27/10/16
Vasco da Gama 104-98 Flamengo

Jogo 3:
06/12/16
Flamengo ** WO-0 Vasco da Gama (20-0)

A Campanha:
1a Fase:
78-59 Macaé - c
79-57 Botafogo - f
77-82 Vasco da Gama - c
91-71 Macaé - f
92-70 Botafogo - c
93-85 Vasco da Gama - f
2a Fase:
79-69 Botafogo - c
87-81 Botafogo - f
Final:
89-87 Vasco da Gama - c
98-104 Vasco da Gama - f
WO-0 Vasco da Gama - c (20-0)

Os Campeões:
Campeonato da Cidade (não-oficial):
1919 - CR Flamengo
1920 - Fluminense FC
1921 - Fluminense FC
1922 - Fluminense FC
1923 - Fluminense FC
Campeonato da Cidade (AMEA):
1924 – Fluminense FC
1925 – Fluminense FC
1926 – Fluminense FC
1927 – Fluminense FC
1928 – SC Brasil
1929 – São Cristóvão AC
1930 – São Cristóvão AC
1931 – Fluminense FC
1932 – CR Flamengo
Liga Carioca de Basquetebol (Não-oficial pela CBD):
1933 – CR Flamengo
Associação Metropolitana de Basketball (Oficial pela CBD):
1933 - Botafogo FC
Liga Carioca de Basquetebol (Não-oficial pela CBD): 
1934 – CR Flamengo
Associação Metropolitana de Basketball (Oficial pela CBD):
1934 - Botafogo FC
Liga Carioca de Basquetebol (Não-oficial pela CBD): 
1935 – CR Flamengo
Associação Metropolitana de Basketball (Oficial pela CBD):
1935 - Botafogo FC
Liga Carioca de Basquetebol (Não-oficial pela CBD): 
1936 – Grajaú TC
Associação Metropolitana de Basketball (Oficial pela CBD):
1936 - Botafogo FC
Liga Carioca de Basquetebol (Não-oficial pela CBD): 
1937 – Riachuelo TC
Associação Metropolitana de Basketball (Oficial pela CBD):
1937 - Botafogo FC
Liga Carioca de Basquetebol (Não-oficial pela CBD):
1938 – Olympico C
1939 – Botafogo FC
1940 – Riachuelo TC
Federação Metropolitana de Basketball (oficial pela CBD):
1941 – Riachuelo TC
1942 – Botafogo FC
1943 – Botafogo FR
1944 – Botafogo FR
1945 – Botafogo FR
1946 – CR Vasco da Gama
1947 – Botafogo FR
1948 – CR Flamengo
1949 – CR Flamengo
1950 – AA Grajaú
1951 – CR Flamengo
1952 – CR Flamengo
1953 – CR Flamengo
1954 – CR Flamengo
1955 – CR Flamengo
1956 – CR Flamengo
1957 – CR Flamengo
1958 – CR Flamengo
1959 – CR Flamengo
1960 – CR Flamengo
1961 – Fluminense FC
1962 – CR Flamengo
1963 – CR Vasco da Gama
1964 – CR Flamengo
1965 – CR Vasco da Gama
1966 – Botafogo FR
1967 – Botafogo FR
1968 – Botafogo FR
1969 – CR Vasco da Gama
1970 – Fluminense FC
1971 – Fluminense FC
1972 – Fluminense FC
1973 – Fluminense FC
1974 – Fluminense FC
1975 – CR Flamengo
1976 – CR Vasco da Gama
Campeonato Estadual do Rio de Janeiro (FBERJ):
1977 – CR Flamengo
1978 – CR Vasco da Gama
1979 – CR Vasco da Gama
1980 – CR Vasco da Gama
1981 – CR Vasco da Gama
1982 – CR Flamengo
1983 – CR Vasco da Gama
1984 – CR Flamengo
1985 – CR Flamengo
1986 – CR Flamengo
1987 – CR Vasco da Gama
1988 – Fluminense FC
1989 – CR Vasco da Gama
1990 – CR Flamengo
1991 – Botafogo FR
1992 – CR Vasco da Gama
1993 – Liga Angrense
1994 – CR Flamengo
1995 – CR Flamengo
1996 – CR Flamengo
1997 – CR Vasco da Gama
1998 – CR Flamengo
1999 – CR Flamengo
2000 – CR Vasco da Gama
2001 – CR Vasco da Gama
2002 – CR Flamengo
2003 – ACF Campos dos Goytacazes
2004 – Telemar Rio de Janeiro
2005 – CR Flamengo
2006 – CR Flamengo
2007 - CR Flamengo
2008 - CR Flamengo
2009 - CR Flamengo
2010 - CR Flamengo
2011 - CR Flamengo
2012 - CR Flamengo
2013 - CR Flamengo
2014 - CR Flamengo
2015 - CR Flamengo
2016 - CR Flamengo

Ranking:
1) CR Flamengo - 44
2) Fluminense FC - 16
2) CR Vasco da Gama - 16
4) Botafogo FR - 8
5) Botafogo FC - 7
6) Riachuelo TC - 3
7) São Cristóvão AC - 2
8) SC Brasil - 1
8) ACF Campos dos Goytacazes - 1
8) AA Grajaú - 1
8) Grajaú TC - 1
8) Liga Angrense - 1
8) Olympico - 1
8) Telemar Rio de Janeiro - 1

Os Campeões da 2a Divisão:
1949 - Sampaio AC
1950 - C Aliados
1951 - Carioca AC
1952 - Sampaio AC
1953 - C Aliados
1964 - São Cristóvão FR
1965 - Riachuelo TC

Os 12 Títulos:
2005:
??-?? Telemar - c
??-?? Vasco da Gama - f
??-?? ACF Campos dos Goytacazes - c
??-?? Liga Macaense - f
??-?? Grajaú CC - c
??-?? Municipal - f
??-?? Iguaçu BC - c
??-?? Telemar - f
??-?? Vasco da Gama - c
??-?? ACF Campos dos Goytacazes - f
??-?? Liga Macaense - c
??-?? Grajaú CC - f
??-?? Municipal - c
??-?? Iguaçu BC - f
84-71 Vasco da Gama - c
97-83 Vasco da Gama - f
82-107 Telemar - c
79-78 Telemar - f
93-90 Telemar - f
2006:
??-??  Rio de Janeiro - c
??-?? Grajaú CC - f
??-?? Macaé Sports - c
??-?? Vasco da Gama - f
??-?? Iguaçu BC - c
??-?? ACF Campos dos Goytacazes - f
??-?? CFCSN - c
??-?? Nova Friburgo - f
??-?? Fluminense - c
??-?? Rio de Janeiro - f
??-?? Grajaú CC - c
??-?? Macaé Sports - f
??-?? Vasco da Gama - c
??-?? Iguaçu BC - f
??-?? ACF Campos dos Goytacazes - c
??-?? CFCSN - f
??-?? Nova Friburgo - c
??-?? Fluminense - f
100-81 Macaé Sports - f
101-83 Macaé Sports - c
93-74 Rio de Janeiro - c
95-89 Rio de Janeiro - c
2007:
95–49 CFCSN – f
91–86 Fluminense – c
94–45 Municipal – c
91–79 ACF Campos – c
97–78 Liga Macaense - c
98–74 Iguaçu BC - c
125–65 CFCSN - c
85–67 Iguaçu BC – f
73–74 Vasco da Gama – f
106–74 ACF Campos - f
81–80 Vasco da Gama - c
91–75 Fluminense – f
107–57 Municipal – f
102–99 Liga Macaense – f
90–82 Liga Macaense – f
79–78 Liga Macaense – c
92–74 Vasco da Gama – f
75-73 Vasco da Gama - c
2008:
104-44 LB Cabo Frio - f
118-54 Iguaçu BC - f
119-51 Municipal - c
129-52 Villa Rio - c
112-65 LB Cabo Frio - c
107-57 Iguaçu BC - c
107-54 Municipal - f
95-51 Villa Rio - f
117-70 LB Cabo Frio - f
102-61 LB Cabo Frio - c
2009:
86-38 Comary - f
97-53 LB Cabo Frio - c
102-41 América-TR - c
101-66 Municipal - f
125-39 Comary - c
130-49 LB Cabo Frio - f
96-44 América-TR - f
87-65 Municipal - c
97-66 LB Cabo Frio - f
100-48 LB Cabo Frio - c
96-80 Municipal - f
94-59 Municipal - c
2010:
142-52 Iguaçu BC - f
114-56 Riachuelo TC - c
99-80 Macaé Sports - c
80-50 LB Cabo Frio - f
109-101 Tijuca TC - f
104-61 Riachuelo TC - f
87-65 Macaé Sports - f
96-52 LB Cabo Frio - c
123-54 Iguaçu BC - c
105-68 Tijuca TC - c
76-65 LB Cabo Frio - c
91-85 LB Cabo Frio - f
79-75 Tijuca TC - f
90-77 Tijuca TC - c
2011:
107-23 Iguaçu BC - c
74-47 Tijuca TC - f
107-83 Macaé Sports - f
94-57 Macaé Sports - c
105-54 Tijuca TC - c
120-14 Iguaçu BC - f
WO-0 Iguaçu BC - c
WO-0 Iguaçu BC - f
101-73 Tijuca TC - c
93-75 Tijuca TC - f
2012:
134-39 Riachuelo TC - f
90-49 Botafogo - c
99-61 Tijuca TC - c
110-59 Riachuelo TC - c
96-47 Botafogo - f
75-60 Tijuca TC - f
108-79 Tijuca TC - f
120-88 Tijuca TC - c
2013:
79-69 ACF Campos dos Goytacazes - c
72-67 Macaé - c
96-78 ACF Campos dos Goytacazes - f
96-76 Macaé - n
105-74 ACF Campos dos Goytacazes - n
80-74 Macaé - f
98-89 Macaé - f
82-71 Macaé - c
2014:
102-53 Liga Super Basketball - f
96-68 Macaé - c
99-56 Liga Super Basketball - c
79-69 Macaé - f
93-81 Macaé - f
98-85 Macaé - c
2015:
92-48 Botafogo - c
89-85 Macaé - f
82-63 Macaé - c
74-55 Botafogo - f
71-64 Macaé - c
76-66 Macaé - f
2016:
78-59 Macaé - c
79-57 Botafogo - f
77-82 Vasco da Gama - c
91-71 Macaé - f
92-70 Botafogo - c
93-85 Vasco da Gama - f
79-69 Botafogo - c
87-81 Botafogo - f
89-87 Vasco da Gama - c
98-104 Vasco da Gama - f
WO-0 Vasco da Gama - c (20-0)

5 comentários:

Gustavo Neves disse...

Seu texto altamente parcial omite algumas informações importantíssimas, que acho válido esclarecer. Também queria apontar algumas das minhas opiniões, já que o texto expõe algumas das suas.

Nem Flamengo, nem FBERJ foram essenciais para liberar o Tijuca para o jogo 5, atropelando a decisão do Vasco de não jogar. Mas o GEPE, esse sim principal órgão responsável pela segurança de eventos esportivos no estado do Rio de Janeiro e único competente suficiente entre os envolvidos na partida para afirmar se o ginásio
X ou Y é perigoso ou não. Ninguém "forçou a barra" pra ter jogo. Se você não concorda com a decisão, deve questionar a Polícia Militar (GEPE), que foi quem deu o aval.

Uma das últimas presenças de um time profissional de esportes olímpicos do Flamengo no ginásio de São Januário foi uma partida de futsal onde a torcida do Vasco jogou a trave na cabeça do goleiro do Flamengo. Obviamente, nesse ano, o clube também estava receoso de jogar lá, mas o GEPE liberou, assim como fez com o Tijuca. O Flamengo acatou e a partida aconteceu, como você disse, sem problemas. Por que com o Vasco seria diferente?

Vale citar também que as recentes confusões no Tijuca foram entre torcidas do Flamengo, sem envolver ninguém entre jogadores e comissão técnica do Vasco.

Outro ponto: os ginásios alternativos citados por você não resolveriam a questão de uma eventual briga. Já devia saber que quem quer brigar, briga em qualquer lugar. Olaria? Municipal? Sério? Sua sugestão é levar a final para um ginásio ainda mais acanhado que o Tijuca? Se a preocupação é grande com a questão dos ginásios no Rio, recomendo trilhar a discussão para perguntas como "por que o Flamengo levou 4 anos para conseguir suas licenças para construir seu próprio ginásio?" ou "Quem é o responsável pelo abandono do Maracanãzinho?" ou talvez "E as arenas olímpicas, o que serão delas?"

"O Vasco queria jogar". Foi dado todo aval para que isso acontecesse e não aconteceu única e exclusivamente por opção do Vasco. Todos os avais e garantias técnicas foram dadas e informadas com grande antecedência.

Aproveitando: citar o histórico recente de 3x2 do Vasco sem mencionar que o Flamengo jogou duas dessas derrotas com 5 ou 6 adultos... Soa como clubismo, hein?

A opção do Flamengo não foi levantar a taça, foi jogar. E, assim como fez em São Januário, entrou em quadra. Só que dessa vez, com o time completo, o adversário resolveu não jogar.

"É por coisas assim que os clubes se afastaram do basquete". São 12 estaduais seguidos, títulos nacionais, internacionais e um quase inédito Mundial de Clubes no período, fora duas pré-temporadas da NBA. A continuidade do basquete masculino no Flamengo é de longa data. Se "os clubes" estão se afastando do basquete, me parece que o Flamengo não está nesse grupo.

No mais, ótimo trabalho acompanhando os esportes no Rio.

Abraços!

Esporte Rio disse...

Caro Gustavo, seus comentários são válidos. O GEPE foi irresponsável em aprovar o Tijuca TC, pois a Polícia Militar teve dificuldade em controlar a torcida do Flamengo na 1a partida contra o Vasco.

A atitude mais correta seria a de se fazer uma reunião entre CRF, CRVG, FBERJ e GEPE para se escolher uma alternativa. Levar a partida para o interior do estado seria até uma forma de tentar ressucitar o basquete de outros municípios.

Legalmente, o Flamengo é campeão, pois não precisava atender a um pedido do Vasco. Só acho lamentável que após o ressurgimento do time do Vasco, o campeonato acabe dessa forma, que o Flamengo não tenha pensado que se o Vasco desistir, talvez a edição 2017 do Estadual volte a ser como a dos outros ânimos. Terminar o Estadual em WO não incentiva televisões, anunciantes e nem outros clubes como Botafogo e Fluminense a investirem no Basquete.

henrique_s_m disse...

Ue, não era tão simples botar o jogo em outra Arena ? Flamengo não era o rei da má vontade ? Pq será então que o Vasco não conseguiu marcar a partida válida pelo NBB ???

Esporte Rio disse...

Henrique, curioso, não? O GEPE autoriza o acanhado ginásio do TIjuca mas não autoriza a HSBC arena. Repito: há outras opções de ginásio na cidade e no estado do Rio. Quero ver a Arena Fla receber duas torcidas...

Chumbinho disse...

Esporte Rio,
Vocês teriam informações sobre os atletas que foram campeões estaduais de basquete masculino adulto pelo Vasco da Gama em 1965?
Informações como data de nascimento, altura e posição?
Quem era o treinador do Vasco nesse campeonato?
antecipadamente agradeço se vocês puderem ajudar-me.

Josué Jorge Junior
Castro PR