domingo, 28 de fevereiro de 2021

CR Vasco da Gama Tetracampeão Municipal de 1944/1945/1946/1947

O Vasco da Gama se sagrou tetracampeão municipal de 1944/1945/1946/1947.

O Tetracampeonato Municipal é inédito até hoje. O time vascaíno somou 17 pontos, contra 14 do Botafogo, 14 do Flamengo, 12 do Fluminense, 11 do America, 10 do São Cristóvão, 10 do Madureira, 9 do Canto do Rio, 7 do Bonsucesso, 4 do Olaria e 2 do Bangu.


A Campanha

  • 4-1 America - n
  • 8-0 Bangu - n
  • 6-1 Bonsucesso - n
  • 6-2 Olaria - n
  • 2-1 São Cristóvão - n
  • 5-0 Canto do Rio - n
  • 2-2 Flamengo - n
  • 0-4 Botafogo - n
  • 3-2 Fluminense - n
  • 4-2 Madureira - n

CR Vasco da Gama Tricampeão Municipal de 1944/1945/1946

O Vasco conquistou o Tricampeonato Municipal de 1944/1945/1946. 

A equipe vascaína somou os mesmos 15 pontos do Fluminense mas teve um saldo de gols melhor: 27 a 19 e pôde decidir a final em casa. 

America (14), Botafogo (13), São Cristóvão (11), Bangu (8), Flamengo (6), Canto do Rio (4), Bonsucesso (3) e Madureira (2) seguiram na classificação.

A formação campeã era: Barbosa, Jorge e Sampaio; Newton, Ely e Argemiro; Friaça, Djalma, Lelé, Elgen e Chico. Técnico: Ondino Vieira.


A Campanha

Temporada Regular

  • 1-1 Botafogo - n
  • 1-1 Bangu – n
  • 6-0 Canto do Rio - n
  • 4-0 Madureira - n
  • 3-1 Flamengo - n
  • 4-1 America - n
  • 9-1 Bonsucesso - n
  • 0-0 Fluminense - n
  • 5-1 São Cristóvão - n

Final

  • 1-4 Fluminense - f
  • 2-0 Fluminense - c
  • 1-0 Fluminense - c

CR Vasco da Gama Bicampeão Municipal de 1944/1945

O Vasco da Gama conquistou o Bicampeonato do Torneio Municipal de 1944/45. 

Os vascaínos somaram 18 pontos, contra 12 do Fluminense, 11 do Flamengo, 10 do Botafogo, 10 do America, 9 do Canto do Rio, 6 do Bangu, 6 do Madureira, 6 do São Cristóvão e 2 do Bonsucesso.


A Campanha

  • 3-0 Bangu - n
  • 6-1 São Cristóvão – n
  • 5-1 Flamengo – n
  • 6-0 Bonsucesso – n
  • 2-1 Canto do Rio – n
  • 5-3 Botafogo – n
  • 3-1 Madureira – n
  • 5-1 Fluminense – n
  • 6-2 America - n

Atlético CG Bicampeão Goianiense de 2019/2020

O Atlético se sagrou bicampeão goianiense de 2019/2020.

Com a conquista, o Atlético se iguala ao Vila Nova em número de títulos no ranking.

O Campeonato Goianiense é o último envolvendo clubes da Série A a chegar ao fim. O certame foi paralisado durante quase um ano por causa do coronavírus.

Goiânia e Anápolis caíram para a segunda divisão de 2021.


A Campanha

1ª Fase

  • 2-0 Grêmio Anápolis - f
  • 5-0 Goiânia - c
  • 5-1 Anápolis - c
  • 0-1 Jaraguá - f
  • 0-0 CRAC - c
  • 3-0 Goiás - c
  • 0-0 Anápolis - f
  • 5-0 Jaraguá - c
  • 1-0 Goiânia - f
  • 2-1 Grêmio Anápolis - c
  • 1-0 Goiás - f
  • 3-5 CRAC - f

2ª Fase

  • 5-1 Anápolis - c

3ª Fase

  • 2-1 Aparecidense - c

Final

  • 1-1 Goianésia - c (-) (5-3)


Classificação Final

  • 1º Atlético - Campeão + Copa do Brasil + Copa Verde.
  • 2º Goianésia - Copa do Brasil + Série D.
  • 3º Jaraguá - Copa do Brasil + Série D.
  • 4º Aparecidense - Série D.
  • 5º Goiás
  • 6º CRAC
  • 7º Vila Nova
  • 8º Anápolis
  • 9º Grêmio Anápolis
  • 10º Iporá
  • 11º Goiânia - 2ª Divisão.
  • 12 Anápolis - 2ª Divisão.


Os Campeões

Campeonato Goiano Extra-Oficial

  • 1923 - Catalão FC

Campeoanto Goiano 

  • 1944 - C Atlético G
  • 1945 - Goiânia EC
  • 1946 - Goiânia EC 
  • 1947 - C Atlético G
  • 1948 - Goiânia EC
  • 1949 - C Atlético G 
  • 1950 - Goiânia EC
  • 1951 - Goiânia EC
  • 1952 - Goiânia EC
  • 1953 - Goiânia EC
  • 1954 - Goiânia EC
  • 1955 - C Atlético G
  • 1956 - Goiânia E
  • 1957 - C Atlético G
  • 1958 - Goiânia EC
  • 1959 - Goiânia EC
  • 1960 - Goiânia EC
  • 1961 - Vila Nova FC
  • 1962 - Vila Nova FC
  • 1963 - Vila Nova FC
  • 1964 - C Atlético G
  • 1965 - Anápolis FC
  • 1966 - Goiás EC
  • 1967 - CRAC
  • 1968 - Goiânia EC
  • 1969 - Vila Nova FC
  • 1970 - C Atlético G
  • 1971 - Goiás EC
  • 1972 - Goiás EC
  • 1973 - Vila Nova FC
  • 1974 - Goiânia EC
  • 1975 - Goiás EC
  • 1976 - Goiás EC
  • 1977 - Vila Nova FC
  • 1978 - Vila Nova FC
  • 1979 - Vila Nova FC
  • 1980 - Vila Nova FC
  • 1981 - Goiás EC
  • 1982 - Vila Nova FC
  • 1983 - Goiás EC
  • 1984 - Vila Nova FC
  • 1985 - C Atlético G
  • 1986 - Goiás EC
  • 1987 - Goiás EC
  • 1988 - C Atlético G
  • 1989 - Goiás EC
  • 1990 - Goiás EC
  • 1991 - Goiás EC
  • 1992 - Goiatuba EC
  • 1993 - Vila Nova FC
  • 1994 - Goiás EC
  • 1995 - Vila Nova FC
  • 1996 - Goiás EC
  • 1997 - Goiás EC
  • 1998 - Goiás EC
  • 1999 - Goiás EC
  • 2000 - Goiás EC
  • 2001 - Vila Nova FC
  • 2002 - Goiás EC
  • 2003 - Goiás EC
  • 2004 - CRAC
  • 2005 - Vila Nova FC
  • 2006 - Goiás EC
  • 2007 - C Atlético G
  • 2008 - Itumbiara EC
  • 2009 - Goiás EC
  • 2010 - C Atlético G
  • 2011 - C Atlético G
  • 2012 - Goiás EC
  • 2013 - Goiás EC
  • 2014 - C Atlético G
  • 2015 - Goiás EC
  • 2016 - Goiás EC
  • 2017 - Goiás EC
  • 2018 - Goiás EC
  • 2019 - C Atlético G
  • 2020 - C Atlético G


Ranking

  • 1º Goiás EC - 28
  • 2º C Atlético G - 15
  • 2º Vila Nova FC - 15
  • 4º Goiânia EC - 14
  • 5º CRAC - 2
  • 6º Anápolis FC - 1
  • 6º Catalão - 1
  • 6º Goiatuba EC - 1
  • 6º Itumbianara EC - 1

CR Vasco da Gama Campeão Municipal de 1944

O Vasco da Gama conquistou o Torneio Municipal de 1944. 

O time somou 15 pontos, contra 14 do America, 11 do Canto do Rio, 10 do Fluminense, 9 do Flamengo, 9 do São Cristóvão, 8 do Botafogo, 6 do Bangu, 5 do Madureira e 3 do Bonsucesso.


A Campanha

  • 3-1 Fluminense – c
  • 2-1 Canto do Rio – c
  • 5-3 Madureira – c
  • 3-0 Bonsucesso – c
  • 3-2 America – n
  • 1-2 São Cristóvão – n
  • 2-0 Botafogo – n
  • 2-1 Bangu – c
  • 2-2 Flamengo - n

CR Vasco da Gama Campeão da Copa Mercosul de 2000

O Vasco da Gama se sagrou campeão da Copa Mercosul de 2000. Foi a segunda Copa Mercosul conquistada para o estado do Rio de Janeiro. 

O time vascaíno cresceu ao longo da competição e chegou a ganhar do River Plate por 4-1 em Buenos Aires.

A final, contra o Palmeiras foi decidida em três partidas, sendo que a última foi emocionante: O vasco perdeu o primeiro tempo por 3-0 para os paulistas. Numa reação sensacional e inédita, o time carioca marcou 4 gols no segundo tempo, ganhou o jogo e faturou o troféu.

O Vasco jogou o último jogo com Hélton, Clebson, Odvan, Júnior Baiano, Jorginho Paulista, Nasa (46 Viola), Jorginho (76 Paulo Miranda), Juninho Pernambucano, Juninho Paulista, Euller (87 Mauro Galvão) e Romário. O técnico era Oswaldo de Oliveira.


A Campanha

1ª Fase

  • 3-4 Peñarol (Uruguai) - f
  • 3-0 San Lorenzo (Argentina) - c
  • 0-2 Atlético/MG (Brasil) - f
  • 1-1 Peñarol (Uruguai) - c
  • 2-0 San Lorenzo (Argentina) - f
  • 2-0 Atlético/MG (Brasil) - c

2ª Fase

  • 1-0 Rosário Central (Argentina) - c
  • 0-1 Rosário Central (Argentina) - f (-) (5-4)

3ª Fase

  • 4-1 River Plate (Argentina) - f
  • 1-0 River Plate (Argentina) - c

Final

  • 2-0 Palmeiras (Brasil) - c
  • 0-1 Palmeiras (Brasil) - f
  • 4-3 Palmeiras (Brasil) - f

sábado, 27 de fevereiro de 2021

CR Flamengo Bicampeão Brasileiro de 2019/2020

CR Flamengo Bicampeão Brasileiro de 2019/2020

O Flamengo se sagrou bicampeão brasileiro de 2019/2020.

O Mengão repetiu o feito de Zico e companhia que havia faturado o único bicampeonato brasileiro do clube nas temporadas de 1982/1983. Este é o sétimo título do Urubu na Série A do Brasileirão: 1980, 1982, 1983, 1992, 2009, 2019 e 2020.

O time-base campeão: Hugo Souza; Maurício Isla, Gustavo Henrique, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Diego, Gerson, Éverton Ribeiro e De Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabigol. Técnico: Rogério Ceni.

Flamengo, Internacional (RS), Atlético (MG), São Paulo (SP), Fluminense e Palmeiras (SP) se classificaram para a fase de grupos da Taça Libertadores da América.

Grêmio (RS) e Santos (SP) terão de passar pela fase preliminar da Taça Libertadores.

Athletico (PR), Bragantino (SP), Ceará (CE), Corinthians (SP), Atlético (GO) e Bahia (BA) se garantiram na Copa Sudamericana.

Vasco da Gama, Goiás (GO), Coritiba (PR) e Botafogo foram rebaixados para a 2ª Divisão nacional de 2021. O Vasco estava na Série A desde 2017; o Goiás desde 2019; o Coritiba desde 2020; e o Botafogo desde 2016. Eles serão substituídos por Chapecoense (SC), América (MG), Juventude (RS) e Cuiabá (MT).



Campeonato Brasileiro de 2020

Os Participantes

  • BA: Bahia.
  • CE: Ceará e Fortaleza.
  • GO: Atlético e Goiás.
  • MG: Atlético.
  • PE: Sport.
  • PR: Athletico e Coritiba.
  • RJ: Botafogo, Flamengo, Fluminense e Vasco da Gama.
  • RS: Grêmio e Internacional
  • SP: Bragantino, Corinthians, Palmeiras, Santos e São Paulo.


1ª Rodada

08/08/2020

  • Fortaleza 0-2 Athletico/PR
  • Coritiba 0-1 Internacional
  • Sport 3-2 Ceará

09/08/2020

  • Flamengo 0-1 Atlético/MG
  • Santos 1-1 Bragantino
  • Grêmio 1-0 Fluminense

30/09/2020

  • Botafogo 1-2 Bahia
  • Corinthians 0-0 Atlético/GO

03/12/2020

  • Goiás 0-3 São Paulo

26/01/2021

  • Palmeiras 1-1 Vasco da Gama

2ª Rodada

12/08/2020

  • Bragantino 1-1 Botafogo
  • Atlético/MG 3-2 Corinthians
  • Athletico/PR 2-1 Goiás
  • Bahia 1-0 Coritiba
  • Atlético/GO 3-0 Flamengo
  • Fluminense 1-1 Palmeiras
  • Ceará 1-1 Grêmio

13/08/2020

  • São Paulo 1-0 Fortaleza
  • Internacional 2-0 Santos
  • Vasco da Gama 2-0 Sport

3ª Rodada

15/08/2020

  • Grêmio 0-0 Corinthians
  • Coritiba 0-1 Flamengo
  • Palmeiras 1-1 Goiás

16/08/2020

  • Atlético/MG 2-0 Ceará
  • Vasco da Gama 2-1 São Paulo
  • Bahia 2-1 Bragantino
  • Fluminense 2-1 Internacional
  • Atlético/GO 1-1 Sport
  • Fortaleza 0-0 Botafogo
  • Santos 3-1 Athletico/PR

4ª Rodada

19/08/2020

  • Flamengo 1-1 Grêmio
  • Bragantino 2-1 Fluminense
  • Athletico/PR 0-1 Palmeiras
  • Internacional 3-0 Atlético/GO
  • Goiás 1-3 Fortaleza
  • Botafogo 2-1 Atlético/MG
  • Corinthians 3-1 Coritiba

20/08/2020

  • Sport 0-1 Santos
  • São Paulo 1-1 Bahia 
  • Ceará 0-3 Vasco da Gama

5ª Rodada

22/08/2020

  • Athletico/PR 0-1 Fluminense
  • Internacional 1-0 Atlético/MG
  • Goiás 2-0 Atlético/GO

23/08/2020

  • Flamengo 1-1 Botafogo
  • Vasco da Gama 0-0 Grêmio
  • Palmeiras 2-1 Santos
  • Bragantino 1-2 Coritiba
  • Sport 0-1 São Paulo
  • Ceará 2-0 Bahia

26/08/2020

  • Corinthians 1-1 Fortaleza

6ª Rodada

29/08/2020

  • Botafogo 0-2 Internacional
  • Fluminense 2-1 Vasco da Gama
  • Bahia 1-1 Palmeiras
  • Fortaleza 3-0 Bragantino

30/08/2020

  • São Paulo 2-1 Corinthians
  • Santos 0-1 Flamengo
  • Coritiba 1-0 Sport
  • Atlético/GO 0-2 Ceará

18/11/2020

  • Atlético/MG 0-2 Athletico/PR

30/11/2020

  • Grêmio 2-1 Botafogo

7ª Rodada

02/09/2020

  • Ceará 1-0 Fortaleza
  • Fluminense 1-1 Atlético/GO
  • Goiás 1-2 Corinthians
  • Botafogo 0-0 Coritiba
  • Bahia 3-5 Flamengo
  • Athletico/PR 1-1 Bragantino
  • Palmeiras 1-1 Internacional
  • Santos 2-2 Vasco da Gama

03/09/2020

  • Grêmio 1-2 Sport
  • Atlético/MG 3-0 São Paulo

8ª Rodada

05/09/2020

  • Flamengo 2-1 Fortaleza
  • Corinthians 2-2 Botafogo
  • Ceará 0-1 Santos

06/09/2020

  • Bragantino 1-2 Palmeiras
  • São Paulo 3-1 Fluminense
  • Internacional 2-2 Bahia
  • Vasco da Gama 1-0 Athletico/PR
  • Atlético/GO 1-1 Grêmio
  • Sport 2-1 Goiás
  • Coritiba 0-1 Atlético/MG

9ª Rodada

09/09/2020

  • Athletico/PR 1-1 Botafogo
  • Fortaleza 1-0 Sport
  • Goiás 3-3 Coritiba
  • São Paulo 1-1 Bragantino
  • Fluminense 1-2 Flamengo
  • Santos 3-1 Atlético/MG

10/09/2020

  • Corinthians 0-2 Palmeiras
  • Internacional 2-0 Ceará
  • Bahia 0-2 Grêmio
  • Vasco da Gama 1-2 Atlético/GO

10ª Rodada

12/09/2020

  • Athletico/PR 1-0 Coritiba
  • Santos 2-2 São Paulo

13/09/2020

  • Fluminense 2-1 Corinthians
  • Grêmio 1-1 Fortaleza
  • Atlético/MG 2-1 Bragantino
  • Bahia 0-1 Atlético/GO
  • Ceará 2-0 Flamengo
  • Goiás 1-0 Internacional
  • Palmeiras 2-2 Sport
  • Botafogo 2-3 Vasco da Gama

11ª Rodada

26/08/2020

  • São Paulo 1-0 Athletico/PR

16/09/2020

  • Corinthians 3-2 Bahia

19/09/2020

  • Bragantino 4-2 Ceará
  • Fortaleza 1-0 Internacional
  • Atlético/GO 3-4 Atlético/MG

20/09/2020

  • Grêmio 1-1 Palmeiras
  • Coritiba 1-0 Vasco da Gama
  • Botafogo 0-0 Santos
  • Sport 1-0 Fluminense

13/10/2020

  • Flamengo 2-1 Goiás

12ª Rodada

23/09/2020

  • Sport 1-0 Corinthians

26/09/2020

  • Internacional 1-1 São Paulo
  • Athletico/PR 1-0 Bahia
  • Atlético/MG 3-1 Grêmio

27/09/2020

  • Vasco da Gama 1-1 Bragantino
  • Palmeiras 1-1 Flamengo
  • Ceará 2-2 Goiás
  • Atlético/GO 1-1 Botafogo
  • Santos 1-1 Fortaleza

28/09/2020

  • Fluminense 4-0 Coritiba

13ª Rodada

03/10/2020

  • Grêmio 1-1 Internacional
  • Palmeiras 2-1 Ceará
  • Bragantino 0-0 Corinthians

04/10/2020

  • Botafogo 1-1 Fluminense
  • Flamengo 3-1 Athletico/PR
  • Coritiba 1-1 São Paulo
  • Bahia 1-2 Sport
  • Fortaleza 0-0 Atlético/GO
  • Goiás 2-3 Santos
  • Atlético/MG 4-1 Vasco da Gama

14ª Rodada

07/10/2020
  • Corinthians 1-1 Santos
  • Flamengo 3-0 Sport
  • Grêmio 2-1 Coritiba
  • Bahia 3-0 Vasco da Gama
  • São Paulo 3-0 Atlético/GO
  • Goiás 2-4 Fluminense
  • Botafogo 2-1 Palmeiras
  • Fortaleza 2-1 Atlético/MG
08/10/2020
  • Athletico/PR 0-0 Ceará
  • Bragantino 0-2 Internacional

15ª Rodada

10/10/2020
  • Vasco da Gama 1-2 Flamengo
  • Palmeiras 0-2 São Paulo
  • Coritiba 0-0 Fortaleza
  • Atlético/MG 3-0 Goiás
11/10/2020
  • Fluminense 1-0 Bahia
  • Santos 2-1 Grêmio
  • Sport 1-2 Botafogo
  • Atlético/GO 2-1 Bragantino
  • Internacional 2-1 Athletico/PR
  • Ceará 2-1 Corinthians

16ª Rodada

14/10/2020
  • Palmeiras 1-3 Coritiba
  • Grêmio 3-1 Botafogo
  • Santos 0-1 Atlético/GO
  • Atlético/MG 1-1 Fluminense
  • Sport 3-5 Internacional
  • Athletico/PR 0-1 Corinthians
15/10/2020
  • Flamengo 1-1 Bragantino
16/10/2020
  • Goiás 1-1 Bahia
19/11/2020
  • Vasco da Gama 0-0 Fortaleza
25/11/2020
  • Ceará 1-1 São Paulo

17ª Rodada

17/10/2020
  • Fluminense 2-2 Ceará
  • Coritiba 1-2 Santos
  • Atlético/GO 1-1 Athletico/PR
  • São Paulo 0-0 Grêmio
18/10/2020
  • Corinthians 1-5 Flamengo
  • Internacional 2-0 Vasco da Gama
  • Bragantino 2-0 Sport
  • Fortaleza 2-0 Palmeiras
19/10/2020
  • Botafogo 0-0 Goiás
  • Bahia 3-1 Atlético/MG

18ª Rodada

21/10/2020
  • Vasco da Gama 1-2 Corinthians
24/10/2020
  • Bragantino 2-0 Goiás
  • Ceará 2-1 Coritiba
  • Atlético/MG 0-0 Sport
25/10/2020
  • Fluminense 3-1 Santos
  • Atlético/GO 0-3 Palmeiras
  • Internacional 2-2 Flamengo
  • Atlético/GO 1-2 Grêmio
11/11/2020
  • Bahia 2-1 Fortaleza
09/12/2020
  • São Paulo 4-0 Botafogo

19ª Rodada

31/10/2020
  • Botafogo 2-2 Ceará
  • Corinthians 1-0 Internacional
  • Coritiba 1-0 Atlético/GO
  • Fortaleza 0-1 Fluminense
01/11/2020
  • Flamengo 1-4 São Paulo
  • Sport 1-0 Athletico/PR
  • Santos 3-1 Bahia
  • Goiás 1-1 Vasco da Gama
02/11/2020
  • Palmeiras 3-0 Atlético/MG
  • Grêmio 2-1 Bragantino

20ª Rodada

07/11/2020
  • Athletico/PR 2-1 Fortaleza
  • São Paulo 2-1 Goiás
  • Atlético/GO 1-1 Corinthians
08/11/2020
  • Vasco da Gama 0-1 Palmeiras
  • Internacional 2-2 Coritiba
  • Bragantino 1-1 Santos
  • Atlético/MG 4-0 Flamengo
  • Bahia 1-0 Botafogo
  • Fluminense 0-1 Grêmio
  • Ceará 0-0 Sport

21ª Rodada

14/11/2020
  • Santos 2-0 Internacional
  • Sport 0-2 Vasco da Gama
  • Goiás 0-1 Athletico/PR
  • Corinthians 1-2 Atlético/MG
  • Grêmio 4-2 Ceará
  • Fortaleza 2-3 São Paulo
  • Flamengo 1-1 Atlético/GO
  • Palmeiras 2-0 Fluminense
16/11/2020
  • Coritiba 1-2 Bahia
  • Botafogo 1-2 Bragantino

22ª Rodada

20/11/2020
  • Bragantino 4-0 Bahia
21/11/2020
  • Flamengo 3-1 Coritiba
  • Athletico/PR 1-0 Santos
  • Goiás 1-0 Palmeiras
22/11/2020
  • São Paulo 1-1 Vasco da Gama
  • Ceará 2-2 Atlético/MG
  • Botafogo 1-2 Fortaleza
  • Internacional 1-2 Fluminense
  • Corinthians 0-0 Grêmio
23/11/2020
  • Sport 0-1 Atlético/GO

23ª Rodada

25/11/2020
  • Atlético/MG 2-1 Botafogo
  • Coritiba 0-1 Corinthians
26/11/2020
  • Fortaleza 1-1 Goiás
28/11/2020
  • Palmeiras 3-0 Athletico/PR
  • Snatos 4-2 Sport
  • Bahia 1-3 São Paulo
  • Atlético/GO 0-0 Internacional
30/11/2020
  • Vasco da Gama 1-4 Ceará
  • Fluminense 0-0 Bragantino
28/01/2021
  • Grêmio 2-4 Flamengo

24ª Rodada

02/12/2020
  • Fortaleza 0-0 Corinthians
05/12/2020
  • Botafogo 0-1 Flamengo
  • Santos 2-2 Palmeiras
  • Fluminense 3-1 Athletico/PR
  • Bahia 0-2 Ceará
  • Coritiba 0-0 Bragantino
06/12/2020
  • São Paulo 1-0 Sport
  • Grêmio 4-0 Vasco da Gama
  • Atlético/MG 2-2 Internacional
07/12/2020
  • Atlético/GO 0-1 Goiás

25ª Rodada

12/12/2020
  • Bragantino 2-1 Fortaleza
  • Athletico/PR 0-1 Atlético/MG
  • Palmeiras 3-0 Bahia
  • Internacional 2-1 Botafogo
  • Ceará 1-2 Atlético/GO
  • Goiás 0-0 Grêmio
13/12/2020
  • Flamengo 4-1 Santos
  • Corinthians 1-0 São Paulo
  • Sport 1-0 Coritiba
  • Vasco da Gama 1-1 Fluminense

26ª Rodada

16/12/2020
  • São Paulo 3-0 Atlético/MG
  • Atlético/GO 2-1 Fluminense
19/12/2020
  • Sport 1-1 Grêmio
  • Internacional 2-0 Palmeiras
  • Coritiba 1-2 Botafogo
20/12/2020
  • Vasco da Gama 1-0 Santos
  • Bragantino 0-1 Athletico/PR
  • Flamengo 4-3 Bahia
  • Fortaleza 0-2 Ceará
21/12/2020
  • Corinthians 2-1 Goiás

27ª Rodada

26/12/2020
  • Atlético/MG 2-0 Coritiba
  • Fortaleza 0-0 Flamengo
  • Goiás 1-0 Sport
  • Fluminense 1-2 São Paulo
27/12/2020
  • Botafogo 0-2 Corinthians
  • Bahia 1-2 Internacional
  • Palmeiras 1-0 Bragantino
  • Santos 1-1 Ceará
  • Athletico/PR 3-0 Vasco da Gama
  • Grêmio 2-1 Atlético/GO

28ª Rodada

06/01/2021
  • Botafogo 0-2 Athletico/PR
  • Grêmio 2-1 Bahia
  • Sport 1-0 Fortaleza
  • Coritiba 1-2 Goiás
  • Flamengo 1-2 Fluminense
  • Bragantino 4-2 São Paulo
07/01/2021
  • Ceará 0-2 Internacional
  • Atlético/GO 0-0 Vasco da Gama
18/01/2021
  • Palmeiras 4-0 Corinthians
26/01/2021
  • Atlético/MG 2-0 Santos

29ª Rodada

09/01/2021
  • Sport 0-1 Palmeiras
  • Coritiba 0-0 Athletico/PR
  • Fortaleza 0-0 Grêmio
10/01/2021
  • Flamengo 0-2 Ceará
  • São Paulo 0-1 Santos
  • Internacional 1-0 Goiás
  • Atlético/GO 1-1 Bahia
  • Vasco da Gama 3-0 Botafogo
11/01/2021
  • Bragantino 2-2 Atlético/MG
13/01/2021
  • Corinthians 5-0 Fluminense

30ª Rodada

15/01/2021
  • Palmeiras 1-1 Grêmio
16/01/2021
  • Fluminense 1-0 Sport
  • Vasco da Gama 0-1 Coritiba
17/01/2021
  • Santos 2-1 Botafogo
  • Athletico/PR 1-1 São Paulo
  • Atlético/MG 3-1 Atlético/GO
  • Internacional 4-2 Fortaleza
  • Ceará 1-2 Bragantino
18/01/2021
  • Goiás 0-3 Flamengo
28/01/2021
  • Bahia 2-1 Corinthians

31ª Rodada

20/01/2021
  • Botafogo 1-3 Atlético/GO
  • Bahia 1-0 Athletico/PR
  • Grêmio 1-1 Atlético/MG
  • Coritiba 3-3 Fluminense
  • São Paulo 1-5 Internacional
  • Bragantino 4-1 Vasco da Gama
  • Flamengo 2-0 Palmeiras
21/01/2021
  • Fortaleza 2-0 Santos
  • Goiás 0-4 Ceará
  • Corinthians 3-0 Sport

32ª Rodada

23/01/2021
  • São Paulo 1-1 Coritiba
  • Vasco da Gama 3-2 Atlético/MG
24/01/2021
  • Internacional 2-1 Grêmio
  • Athletico/PR 2-1 Flamengo
  • Ceará 2-1 Palmeiras
  • Santos 3-4 Goiás
  • Sport 2-0 Bahia
  • Atlético/GO 2-0 Fortaleza
  • Fluminense 2-0 Botafogo
25/01/2021
  • Corinthians 0-2 Bragantino

33ª Rodada

31/01/2021
  • Vasco da Gama 0-0 Bahia
  • Coritiba 1-1 Grêmio
  • Ceará 0-2 Athletico/PR
  • Atlético/GO 2-1 São Paulo
  • Atlético/MG 2-0 Fortaleza
  • Internacional 2-1 Bragantino
  • Fluminense 3-0 Goiás
01/12/2021
  • Sport 0-3 Flamengo
02/02/2021
  • Palmeiras 1-1 Botafogo
17/02/2021
  • Santos 1-0 Corinthians

34ª Rodada

03/02/2021
  • Grêmio 3-3 Santos
  • Bragantino 2-0 Atlético/GO
  • Corinthians 2-1 Ceará
  • Bahia 0-1 Fluminense
  • Goiás 1-0 Atlético/MG
04/02/2021
  • Fortaleza 3-1 Coritiba
  • Flamengo 2-0 Vasco da Gama
  • Athletico/PR 0-0 Internacional
05/02/2021
  • Botafogo 0-1 Sport
19/02/2021
  • São Paulo 1-1 Palmeiras

35ª Rodada

06/02/2021
  • Bahia 3-3 Goiás
  • Atlético/GO 1-1 Santos
07/02/2021
  • Bragantino 1-1 Flamengo
08/02/2021
  • Botafogo 2-5 Grêmio
10/02/2021
  • Internacional 1-2 Sport
  • Fortaleza 3-0 Vasco da Gama
  • São Paulo 1-1 Ceará
  • Fluminense 0-0 Atlético/MG
  • Corinthians 3-3 Athletico/PR
17/02/2021
  • Coritiba 1-0 Palmeiras

36ª Rodada

13/02/2021
  • Goiás 2-0 Botqafogo
  • Santos 2-0 Coritiba
  • Atlético/MG 1-1 Bahia
14/02/2021
  • Flamengo 2-1 Corinthians
  • Vasco da Gama 0-2 Internacional
  • Palmeiras 3-0 Fortaleza
  • Athletico/PR 2-1 Atlético/GO
  • Grêmio 1-2 São Paulo
15/02/2021
  • Ceará 1-3 Fluminense
  • Sport 0-0 Bragantino

37ª Rodada

20/02/2021
  • Coritiba 0-2 Ceará
  • Fortaleza 0-4 Bahia
21/02/2021
  • Flamengo 2-1 Internacional
  • Corinthians 0-0 Vasco da Gama
  • Sport 2-3 Atlético/MG
  • Santos 1-1 Fluminense
  • Grêmio 1-0 Athletico/PR
  • Goiás 0-0 Bragantino
22/02/2021
  • Palmeiras 1-1 Atlético/GO
  • Botafogo 1-0 São Paulo

38ª Rodada

25/02/2021
  • Fluminense 2-0 Fortaleza
  • Vasco da Gama 3-2 Goiás
  • São Paulo 2-1 Flamengo
  • Bragantino 1-0 Grêmio
  • Atlético/MG 2-0 Palmeiras
  • Internacional 0-0 Corinthians
  • Bahia 2-0 Santos
  • Athletico/PR 2-0 Sport
  • Ceará 2-1 Botafogo
  • Atlético/GO 3-1 Coritiba


Classificação

  • 1º Flamengo - 71 - Campeão + Taça Libertadores (fase de grupos).
  • 2º Internacional - 70 - Taça Libertadores (fase de grupos).
  • 3º Atlético/MG - 68 - Taça Libertadores (fase de grupos).
  • 4º São Paulo - 66 - Taça Libertadores (fase de grupos).
  • 5º Fluminense - 64 - Taça Libertadores (fase de grupos).
  • 6º Grêmio - 59 - Taça Libertadores (fase preliminar).
  • 7º Palmeiras - 58 - Taça Libertadores (fase de grupos).
  • 8º Santos - 54 - Taça Libertadores (fase preliminar).
  • 9º Athletico/PR - 53 - Copa Sudamericana.
  • 10º Bragantino - 53 - Copa Sudamericana.
  • 11º Ceará - 52 - Copa Sudamericana.
  • 12º Corinthians - 51 - Copa Sudamericana.
  • 13º Atlético/GO - 50 - Copa Sudamericana.
  • 14º Bahia - 44 - 50 - Copa Sudamericana.
  • 15º Sport - 42
  • 16º Fortaleza - 41
  • 17º Vasco da Gama - 41 - 2ª Divisão.
  • 18º Goiás - 37 - 2ª Divisão.
  • 19º Coritiba - 31 - 2ª Divisão.
  • 20º Botafogo - 27 - 2ª Divisão.

sexta-feira, 26 de fevereiro de 2021

Quem Subiu em Quem Desceu no Brasileirão para 2021?

Quem subiu e quem desceu no Brasileirão para 2021? Confira o troca-troca de divisões visando o Campeonato Brasileiro de 2021!


  • 1ª Divisão ----> 2ª Divisão: Botafogo, Coritiba (PR), Goiás (GO) e Vasco da Gama.
  • 2ª Divisão ----> 1ª Divisão: América (MG), Chapecoense (SC), Cuiabá (MT) e Juventude (RS).
  • 2ª Divisão ----> 3ª Divisão: Botafogo (SP), Figueirense (SC), Oeste (SP) e Paraná (PR).
  • 3ª Divisão ----> 2ª Divisão: Brusque (SC), Londrina (PR), Remo (PA) e Vila Nova (GO).
  • 3ª Divisão ----> 4ª Divisão: Boa (MG), Imperatriz (MA), São Bento (SP) e Treze (PB).
  • 4ª Divisão ----> 3ª Divisão: Altos (PI), Floresta (CE), Mirassol (SP) e Novorizontino (SP).


Leitura Complementar

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2021

CR Vasco da Gama Campeão da Liga Sudamericana Feminina de Basquetebol de 2002

Janeth, Vasco
O Vasco da Gama, se sagrou campeão da Liga Sudamericana feminina de basquetebol de 2002.

A Cruz de Malta que na época contava com Janeth (foto), conquistou a Liga Sudamericana de clubes de Basquetebol Feminino de 2001. Até hoje foi a única edição disputada da competição que deveria ser anual.

O Vasco é o único time carioca campeão da Liga Sudamericana tanto no feminino, quanto no masculino. Até porque, a edição de 2002 foi a única disputada até aqui.
CR Vasco da Gama Campeão da Liga Sudamericana Feminina de Basquetebol de 2002

Na 1ª Fase, o Vasco da Gama jogou em Guayaquil, Equador. O Final Four foi disputado em Puerto Montt, Chile. Guilherme Kroll era o técnico da equipe.

Liga Sudamericana Feminina de Basquetebol de 2002O time campeão está na foto e conta com o dirigente Guilherme Kroll, a técnica Maria Helena, Flávia, Erika, Rafaela, Luciana, Ferreira, Heleninha, Micaela, Betânia, Bruna, Mina, Tata e Aline.


A Campanha

1ª Fase (Guayaquil, Equador)

  • 90-47 Regatas Lima (Peru) - n
  • 92-27 Diosas de Yaracuy (Venezuela) - n
  • 89-44 Cruz Blanca (Colômbia) - n
  • 80-77 Sport Uruguay (Equador) - f

Final Four (Puerto Montt, Chile)

  • 120-75 Economia (Bolívia) - n
  • 109-62 Sport Uruguay (Equador) - n
  • 78-65 Desportivo Maullin (Chile) - f

Brasiliense FC (DF) Campeão da Copa Verde de 2020

O Brasiliense (DF) superou o Remo (PA) nos pênaltis e conquistou a Copa Verde de 2020.

A Copa Verde de 2020 reuniu clubes do Norte, Centro-Oeste e Espírito Santo.



A Campanha

1ª Fase

4-0 Vitória (ES) - c

2ª Fase

2-1 Luverdense (MT) - f

3ª Fase

  • 2-1 Atlético (GO) - f
  • 3-1 Atlético (GO) - c

4ª Fase

  • 2-0 Vila Nova (GO) - f
  • 1-3 Vila Nova (GO) - c (-) (5-3)

Final

  • 2-1 Remo (PA) - c
  • 1-2 Remo (PA) - f (-) (5-4)


Os Campeões

Copa Norte

  • 1968 - C Remo (PA)
  • 1969 - C Remo (PA)
  • 1970 - N Fast C (AM)
  • 1971 - C Remo (PA)
  • 1972 - ----
  • 1973 - ----
  • 1974 - ----
  • 1975 - ----
  • 1976 - ----
  • 1977 - ----
  • 1978 - ----
  • 1979 - ----
  • 1980 - ----
  • 1981 - ----
  • 1982 - ----
  • 1983 - ----
  • 1984 - ----
  • 1985 - ----
  • 1986 - ----
  • 1987 - ----
  • 1988 - ----
  • 1989 - ----
  • 1990 - ----
  • 1991 - ----
  • 1992 - ----
  • 1993 - ----
  • 1994 - ----
  • 1995 - ----
  • 1996 - ----
  • 1997 - Rio Branco FC (AC)
  • 1998 - Sampaio Corrêa FC (MA)
  • 1999 - São Raimundo EC (AM)
  • 2000 - São Raimundo EC (AM)
  • 2001 - São Raimundo EC (AM)
  • 2002 - Paysandu SC (PA)
  • 2003 - ----
  • 2004 - ----
  • 2005 - ----
  • 2006 - ----
  • 2007 - ----
  • 2008 - ----
  • 2009 - ----
  • 2010 - ----
  • 2011 - ----
  • 2012 - ----
  • 2013 - ----

Copa Verde

  • 2014 - Brasília FC (DF)
  • 2015 - Cuiabá EC (MT)
  • 2016 - Paysandu SC (PA)
  • 2017 - Luverdense EC (MT)
  • 2018 - Paysandu SC (PA)
  • 2019 - Cuiabá EC (MT)
  • 2020 - Brasiliense FC (DF)

quarta-feira, 24 de fevereiro de 2021

Reforços do Flamengo para Esportes Amadores em 2021

O Flamengo apresentou diversos reforços para seus esportes amadores e olímpicos visando a temporada 2021. Já falamos aqui da implementação do Caratê na Gávea.


Esportes Aquáticos do Flamengo Ganham Reforços

Quem mais ganhou reforços foi a Natação. Por enquanto foram quatro contratados quatro atletas do Pinheiros (SP), dois da UNISANTA (SP), um do Corinthians (SP) e um da AABB de São Paulo (SP).

  • Carol Mazzo (Pinheiros/SP)
  • Fabio Santi (Pinheiros/SP)
  • Fernando Mariano (Corinthians/SP)
  • Gabrielle Roncatto (UNISANTA/SP)
  • Larissa Oliveira (Pinheiros/SP)
  • Matheus Santana (UNISANTA/SP)
  • Pâmela Alencar (Pinheiros/SP)
  • Stephan Steverink (AABB São Paulo/SP)
O Polo Aquático apresentou três novos atletas. Para o feminino chega Manuela Canetti. A ex-atleta rubro-negra volta da aposentadoria. Já do Fluminense chegam Bernardo Gomes e Guilherme Gomes para o time masculino.


Flamengo Renova Contratos de Atletas Olímpicos

Renovações de contrato também foram assinadas. Os principais atletas flamenguistas permanecem no clube.

Vamos começar a lista com as cinco ginastas da seleção brasileira da modalidade artística: Daniele Hypólito, Flávia Saraiva, Jade Barbosa, Lorrane dos Santos e Rebeca Andrade.

O Judô renovou com cinco atletas de sua equipe principal: Ana Beatriz Correia, Eliza Ramos, Júlia Cesar da Silva Borges, Kissila dos Santos e Melanie Lima.

Na Canoagem quem ganhou contrato novo foi Isaquías Queiroz.

Boxe, Lutas e Jiu-Jitsu Mais perto do Flamengo

Boxe, Lutas e Jiu-Jitsu estão mais perto do Flamengo.

O clube rubro-negro tem negociado a ampliação de sua participação em esportes amadores. Depois de se reunir com representantes das Confederações Brasileiras e das federações estaduais de algumas modalidades, a agremiação decidiu arrendar mais esportes e atletas.

O foco é a Marinha do Brasil, que é a verdadeira dona do time adulto feminino do futebol do Flamengo. Se a parceria entre Flamengo e Marinha for revitalizada, o clube rubro-negro terá novos atletas vestindo o Manto Sagrado. Eles serão do Caratê (modalidade recém estruturada na Gávea), Jiu-Jitsu, Boxe, Luta Olímpica, Judô, Polo Aquático e Natação Artística.

terça-feira, 23 de fevereiro de 2021

Os Campeões Brasileiros da 2ª Divisão

O Campeonato Brasileiro da 2ª Divisão foi criado em 1971 e o seu primeiro campeão foi o Villa Nova (MG) de Nova Lima (MG) - foto.

Entre 1973 e 1979 e nas temporadas de 1986, 1993 e 2000 a competição não aconteceu.

O Rio de Janeiro festejou as conquistas de 1982 (com o Campo Grande), de 1987 (com o Americano), de 2009 (com o Vasco da Gama) e as de 2015 e 2021 (com o Botafogo).


Os Campeões

Campeonato Nacional de Clubes da Segunda Divisão

  • 1971 – Villa Nova AC (MG)
  • 1972 – Sampaio Corrêa FC (MA)
  • 1973 - ----
  • 1974 - ----
  • 1975 - ----
  • 1976 - ----
  • 1977 - ----
  • 1978 - ----
  • 1979 - ----

Taça de Prata

  • 1980 – Londrina EC (PR)
  • 1981 – Guarani FC (SP)
  • 1982 – Campo Grande AC (RJ)
  • 1983 – CA Juventus (SP)
  • 1984 – Uberlândia EC (MG)
  • 1985 – Tuna Luso B (PA)
  • 1986 - ----

Campeonato Brasileiro do Módulo Azul e do Módulo Branco

  • 1987 – Americano FC (RJ) / Operário FC (MS)

Campeonato Brasileiro da Segunda Divisão

  • 1988 – AA Internacional Limeira (SP)
  • 1989 – CA Bragantino (SP)
  • 1990 – Sport CR (PE)
  • 1991 – Paysandu SC (PA)
  • 1992 – Paraná C (PR)
  • 1993 - ----
  • 1994 – EC Juventude (RS)
  • 1995 – C Atlético (PR)
  • 1996 – União São João EC (SP)
  • 1997 – América FC (MG)
  • 1998 – SE Gama (DF)
  • 1999 – Goiás EC (GO)
  • 2000 - ----

Campeonato Brasileiro da Série B

  • 2001 – Paysandu SC (PA)
  • 2002 – Criciúma EC (SC)
  • 2003 – SE Palmeiras (SP)
  • 2004 – Brasiliense FC (DF)
  • 2005 – Grêmio FBPA (RS)
  • 2006 – C Atlético M (MG)
  • 2007 – Coritiba FC (PR)
  • 2008 - SC Corinthians P (SP)
  • 2009 - CR Vasco da Gama (RJ)
  • 2010 - Coritiba FC (PR)
  • 2011 - A Portuguesa D (SP)
  • 2012 - Goiás EC (GO)
  • 2013 - SE Palmeiras (SP)
  • 2014 - Joinville EC (SC)
  • 2015 - Botafogo FR (RJ)
  • 2016 - Atlético CG (GO)
  • 2017 - América FC (MG)
  • 2018 - Fortaleza EC (CE)
  • 2019 - CA Bragantino (SP)
  • 2020 - A Chapecoense F (SC)
  • 2021 - Botafogo FR (RJ)


Ranking

  • 1º América/MG FC - 2
  • 1º Botafogo FR - 2
  • 1º CA Bragantino - 2
  • 1º Coritiba FC - 2
  • 1º Goiás EC - 2
  • 1º SE Palmeiras - 2
  • 1º Paysandu SC - 2
  • 8º Americano FC - 1
  • 8º Atlético CG/GO - 1
  • 8º C Atlético M/MG - 1
  • 8º C Atlético/PR - 1
  • 8º Brasiliense FC - 1
  • 8º Campo Grande AC - 1
  • 8º A Chapecoense F - 1
  • 8º SC Corinthians P - 1
  • 8º Criciúma EC - 1
  • 8º Fortaleza EC - 1
  • 8º SE Gama - 1
  • 8º Grêmio FBPA - 1
  • 8º Guarani FC - 1
  • 8º AA Internacional Limeira - 1
  • 8º Joinville EC - 1
  • 8º EC Juventude - 1
  • 8º CA Juventus - 1
  • 8º Londrina EC - 1
  • 8º Operário FC - 1
  • 8º Paraná C - 1
  • 8º A Portuguesa D - 1
  • 8º Sampaio Corrêa FC - 1
  • 8º Tuna Luso B - 1
  • 8º Uberlândia EC - 1
  • 8º União São João EC - 1
  • 8º CR Vasco da Gama - 1
  • 8º Villa Nova AC - 1


Ranking por Estado

  • 1º SP - 10
  • 2º MG - 5
  • 2º PR - 5
  • 2º RJ - 5
  • 5º GO - 3
  • 5º PA - 3
  • 5º SC - 3
  • 8º DF - 2
  • 8º RS - 2
  • 10º CE - 1
  • 10º MA - 1
  • 10º MS - 1

segunda-feira, 22 de fevereiro de 2021

O Estádio Luso-Brasileiro

Fundada oficialmente em 02 de janeiro de 1925, a Portuguesa começou como um clube do Centro do Rio de Janeiro. O campo da Lusa acabou desapropriado para a construção da Avenida Presidente Vargas.

A agremiação rubro-verde iniciou a busca para um estádio definitivo, algo que só veio a ocorrer em 1965.

Antes, ela atuou no SC Rio de Janeiro (Rua Moraes e Silva) nos anos 30; no Estádio do America (atual sede social do clube, Rua Campos Salles, a casa do America) nos anos 40 e 50; e na Rosita Sofia, na estação Cosmos (entre os anos 50 e 60).


A Inauguração do Estádio Luso-Brasileiro

O primeiro proprietário do Estádio Luso-Brasileiro foi o Jockey Club da Guanabara, que foi inaugurado em 06 de agosto de 1961. A cidade do Rio de Janeiro não comportava dois ou mais hipódramos. Financeiramente, o Jockey Club da Guanabara estava acabado e o hipódramo foi adquirido pela Portuguesa em 1965.

A arquitetura da entrada do estádio, assim como o desenho da arquibancada principal, ainda são os mesmos desde a inauguração do espaço para as corridas de cavalos.


Em 02 de outubro de 1965, aconteceu a primeira partida oficial de futebol no local. Diante de 8.565 pagantes, a Portuguesa encarou o Vasco da Gama. Logo nesta partida, o estádio ganhou o apelido de "Estádio dos Ventos Uivantes", devido aos fortes ventos no local e ao gol olímpico de Zizinho, ajudado pelas correntes de ar.

O Primeiro Gol de Goleiro do Futebol Brasileiro

O goleiro Ubirajara, do Flamengo, balançou as redes em 19 de setembro de 1970 numa partida contra o Madureira pelo Campeonato Carioca. A bola foi chutada desde sua área. É claro que o vento ajudou! Cerca de 25 mil pessoas cabiam no local.


Arena Petrobrás

Em parceria com Botafogo, Flamengo e Petrobrás, a Portuguesa arrendou seu estádio para este trio que colocou arquibancadas tubulares ao redor do seu campo. Foi na temporada 2006 e o Maracanã estava fechado para obras se preparando para os Jogos Panamericanos de 2007.


Arena Botafogo

Em 2016, foi o Botafogo quem alugou o estádio da Portuguesa. O Estádio Nílton Santos estava fechado se preparando para os Jogos Olímpicos. O Glorioso investiu na instação de arquibancadas tubulares e a capacidade da arena passou para 15 mil torcedores.


Ilha do Urubu


Sem ter um estádio próprio e sem poder utilizar o Maracanã, o Flamengo arrendou o estádio da Portuguesa por três anos a partir de 2017. Com a ampliação nas arquibancadas provisórias, a capacidade do Luso-Brasileiro chegou a 22 mil lugares. A parceria se encerrou precocemente em 2018, quando o rubro-negro voltou ao Maracanã.

Outros Esportes


Desde os anos 90, que atletas do Tiro com Arvo treinam no estádio Luso-Brasileiro. A Portuguesa tem equipe própria mas também empresta seu espaço ao Vasco da Gama. A Ilha do Governador sediou diversos Campeonatos Estaduais e Brasileiros.

Entre 2012 e 2015, o Estádio Luso-Brasileiro recebeu partidas de Futebol Americano.



domingo, 21 de fevereiro de 2021

Os Escudos da Portuguesa

O escudo da Portuguesa variou pouco ao longo dos anos. Confira alguns detalhes que mudaram ao longo do tempo.

O escudo da Portuguesa de 1932.
O escudo da Portuguesa em 1956.
O escudo da Portuguesa nos anos 70.
Escudo tradicional e atual da Portuguesa.

AA Portuguesa Campeã Estadual da 2ª Divisão de 1996

A Portuguesa se sagrou campeã estadual da 2ª Divisão de 1996.

O Campeonato Estadual da 2ª Divisão se chamava oficialmente de Campeonato Estadual da 1ª Divisão - Módulo Especial.

Após turno e returno durante a temporada regular, avançaram para a fase final o vencedor de cada turmo e o time de melhor campanha na soma dos turnos.


Os Participantes

  • Barra Mansa
  • Bonsucesso (Rio de Janeiro)
  • Campo Grande (Rio de Janeiro)
  • Friburguense (Nova Friburgo)
  • Goytacaz (Campos dos Goytacazes)
  • Internacional (Rio de Janeiro)
  • Macaé
  • Mesquita
  • Nova Iguaçu
  • Portuguesa (Rio de Janeiro)
  • Royal (Barra do Piraí)
  • São Cristóvão (Rio de Janeiro)


1ª Fase

1º Turno

1ª Rodada

10/03/96
  • Portuguesa 2-0 Goytacaz
  • São Cristóvão 1-0 Campo Grande
  • Bonsucesso 1-1 Internacional
  • Royal ?-? Nova Iguaçu
  • Barra Mansa ?-? Mesquita
01/05/96
  • Macaé 1-1 Friburguense

2ª Rodada

17/03/96
  • Campo Grande 0-1 Bonsucesso
  • Nova Iguaçu 4-1 São Cristóvão
  • Mesquita 2-1 Macaé
  • Friburguense 1-0 Portuguesa
  • Goytacaz 2-0 Royal
  • Barra Mansa ?-? Internacional

3ª Rodada

23/03/96
  • Portuguesa 3-1 Mesquita
  • São Cristóvão 1-2 Bonsucesso
24/03/96
  • Royal 0-0 Friburguense
  • Macaé 1-0 Internacional
  • Nova Iguaçu 4-0 Goytacaz
27/03/96
  • Barra Mansa 2-1 Campo Grande

4ª Rodada

30/03/96
  • Bonsucesso 3-0 Barra Mansa
  • Campo Grande 1-2 Macaé
31/03/96
  • Goytacaz 1-1 São Cristóvão
04/04/96
  • Royal 3-0 Nova Iguaçu
  • ?
  • ?

5ª Rodada

06/04/96
  • Portuguesa 0-0 Campo Grande
  • São Cristóvão 1-2 Barra Mansa
07/04/96
  • Royal 0-0 Internacional
  • Macaé 1-0 Bonsucesso
  • Goytacaz 1-1 Friburguense
  • Nova Iguaçu 1-2 Mesquita

6ª Rodada

13/04/96
  • Bonsucesso ?-? Portuguesa
  • Campo Grande ?-? Royal
14/04/96
  • Internacional ?-? Nova Iguaçu
  • Barra Mansa 3-3 Macaé
  • Mesquita 0-5 Goytacaz
  • Friburguense 1-0 São Cristóvão

7ª Rodada

20/04/96
  • Portuguesa 2-0 Barra Mansa
  • São Cristóvão 1-1 Macaé
21/04/96
  • Roytal 1-2 Bonsucesso
  • Friburguense 4-0 Mesquita
  • Goytacaz 2-0 Internacional
  • Nova Iguaçu 1-1 Campo Grande

8ª Rodada

27/04/96
  • Bonsucesso 2-0 Nova Iguaçu
  • Campo Grande 1-0 Goytacaz
28/04/96
  • Internacional ?-? Friburguense
  • Mesquita ?-? São Cristóvão
  • Macaé ?-? Portuguesa
  • Barra Mansa ?-? Royal

9ª Rodada

04/05/96
  • São Cristóvão 1-2 Portuguesa
  • Nova Iguaçu 2-2 Barra Mansa
  • Mesquita ?-? Internacional
  • Royal ?-? Macaé
  • Friburguense ?-? Campo Grande
  • Goytacaz ?-? Bonsucesso

10ª Rodada

12/05/96
  • Bonsucesso 0-0 Friburguense
  • Friburguense 0-0 Barra Mansa
  • Goytacaz - Macaé
  • Portuguesa 0-0 Nova Iguaçu
  • Royal ?-? São Cristóvão
  • Mesquita 0-3 Internacional

11ª Rodada

19/05/96
  • Internacional ?-? Campo Grande
  • Mesquita 0-3 Bonsucesso
  • ?
  • ?
  • ?
  • ?

2º Turno

1ª Rodada

25/05/96
  • Campo Grande ?-? São Cristóvão
  • Nova Iguaçu ?-? Royal
  • Mesquita 1-1 Barra Mansa
  • Goytacaz ?-? Portuguesa
  • Internacional ?-? Bonsucesso
  • Macaé ?-? Friburguense

2ª Rodada

01/06/96
  • Bonsucesso ?-? Campo Grande
  • Portuguesa ?-? Friburguense
02/06/96
  • Macaé 2-2 Mesquita
  • Royal 0-2 Goytacaz
  • Internacional 0-2 Barra Mansa
12/06/96
  • São Cristóvão 0-1 Nova Iguaçu

3ª Rodada

08/06/96
  • Bonsucesso ?-? São Cristóvão
  • Campo Grande ?-? Barra Mansa
09/06/96
  • Mesquita ?-? Portuguesa
  • Friburguense ?-? Royal
  • Internacional ?-? Macaé
  • Goytacaz ?-? Nova Iguaçu

4ª Rodada

15/06/96
  • Bonsucesso 1-1 Macaé
  • Campo Grande 1-4 Portuguesa
16/06/96
  • Barra Mansa ?-? São Cristóvão
  • Internacional ?-? Royal
  • Friburguense ?-? Goytacaz
  • Mesquita ?-? Nova Iguaçu

5ª Rodada

22/06/96
  • Portuguesa ?-? Bonsucesso
  • São Cristóvão ?-? Friburguense
23/06/96
  • Royal 0-1 Campo Grande
  • Nova Iguaçu 2-0 Internacional
  • Macaé 0-1 Barra Mansa
  • Goytacaz 3-0 Mesquita

6ª Rodada

26/06/96
  • ?
  • ?
  • ?
  • ?
  • ?
  • ?

7ª Rodada

30/06/96
  • Macaé 1-1 São Cristóvão
  • Mesquita 0-0 Friburgugense
  • Barra Mansa 1-0 Portuguesa
  • Internacional 0-1 Goytacaz
  • Bonsucesso ?-? Royal
  • Campo Grande ?-? Nova Iguaçu

8ª Rodada

03/07/96
  • ?
  • ?
  • ?
  • ?
  • ?
  • ?

9ª Rodada

07/07/96
  • Internacional ?-? Mesquita
  • Macaáe 1-1 Royal
  • Barra Mansa 3-4 Nova Iguaçu
  • Portuguesa ?-? São Cristóvão
  • Campo Grande 0-1 Friburguense
  • Bonsucesso 2-0 Goytacaz

10ª Rodada

10/07/96
  • São Cristóvão ?-? Internacional
  • Royal ?-? Portuguesa
  • Mesquita ?-? Campo Grande
  • Friburguense ?-? Bonsucesso
  • Goytacaz ?-? Barra Mansa
  • Nova Iguaçu ?-? Macaé

11ª Rodada

17/07/96
  • Bonsucesso 2-2 Mesquita
  • Campo Grande ?-? Internacional
  • Portuguesa 3-0 Nova Iguaçu
  • Macaé 0-1 Goytacaz
  • Barra Mansa 2-1 Friburguense
  • Royal 3-0 São Cristóvão


Final do 2º Turno

18/07/96
  • Nova Iguaçu ?-? Friburguense


Fase Final

1ª Rodada

21/07/96
  • Nova Iguaçu 0-2 Portuguesa

2ª Rodada

24/07/96
  • Barra Mansa ?-? Nova Iguaçu

3ª Rodada

28/07/96
  • Barra Mansa 0-2 ** Portuguesa


Torneio da Morte

21/07/96
  • Mesquita * 2-1 São Cristóvão


Playoff pelas Promoções

31/07/96
  • Madureira * 1-0 Barra Mansa
  • Barreira * 1-0 Portuguesa

AA Portuguesa Campeã Estadual da 2ª Divisão de 2003


Os times eliminados na 1ª Fase foram rebaixados para a 3ª Divisão do mesmo ano. Foram eles: Bonsucesso, Barcelona, Lucas, Campo Grande, União de Marechal Hermes, 4º Centenário, Costeira, Raíz da Gávea, União Central e Independente. 

Os eliminados na 2ª Fase também foram rebaixados para a 3ª Divisão da mesma temporada: Mesquita e Rubro. 

Ao final da 3ª Fase, os lanternas de cada grupo seriam rebaixados (CFZ do Rio e Barra da Tijuca). Só que eles só seriam rebaixados se Itaperuna e Serrano, de licença, retornassem às competições na temporada seguinte. O Rodoviário acabou rebaixado. 


Os Participantes

  • 4º Centenário (Rio de Janeiro) 
  • Angra dos Reis 
  • Arraial do Cabo 
  • Barcelona (Rio de Janeiro) 
  • Barra da Tijuca (Rio de Janeiro) 
  • Barreira (Saquarema) 
  • Bonsucesso (Rio de Janeiro) 
  • Campo Grande (Rio de Janeiro) 
  • Casimiro de Abreu 
  • Ceres (Rio de Janeiro) 
  • CFZ do Rio (Rio de Janeiro)
  • Costeira (Niterói) 
  • Entrerriense (Três Rios) 
  • Goytacaz (Campos dos Goytacazes) 
  • Independente (Macaé) 
  • Lucas (Rio de Janeiro) 
  • Macaé Sports (Macaé) 
  • Mesquita 
  • Nova Iguaçu 
  • Portuguesa (Rio de Janeiro) 
  • Raíz da Gávea (Rio de Janeiro) 
  • Rio Branco (Campos dos Goytacazes) 
  • Rodoviário (Barra do Piraí) 
  • Rubro (Araruama) 
  • São Cristóvão (Rio de Janeiro) 
  • União Central (Rio de Janeiro) 
  • União de Marechal Hermes (Rio de Janeiro) 
  • Volta Redonda 


A Campanha

1ª Fase

  • Isento. 

2ª Fase

  • Isento. 

3ª Fase

  • 3-0 Barra da Tijuca - c 
  • 0-0 Rio Branco - f 
  • 3-0 Rodoviário - c 
  • 1-1 Nova Iguaçu - f 
  • 1-0 Volta Redonda - c 
  • 3-3 Casimiro de Abreu - f 
  • 0-1 Arraial do Cabo - c 
  • 3-1 Barra da Tijuca - f 
  • 1-0 Rio Branco - c 
  • 2-1 Rodoviário - f 
  • 3-1 Nova Iguaçu - c 
  • 3-1 Volta Redonda - f 
  • 1-0 Casimiro de Abreu - c 
  • 1-2 Arraial do Cabo - f 

Fase Final 

  • 1-2 Goytacaz - c 
  • 1-1 Angra dos Reis - f 
  • 2-4 Volta Redonda - f 
  • 3-2 Goytacaz - f 
  • 4-1 Angra dos Reis - c 
  • 0-0 Volta Redonda - c 


Classificação

  • 1º Portuguesa - Campeã.
  • 2º Angra dos Reis 
  • 3º Goytacaz 
  • 4º Volta Redonda 
  • 5º Rio Branco 
  • 6º Ceres 
  • 7º Casimiro de Abreu 
  • 8º Arraial do Cabo 
  • 9º São Cristóvão 
  • 10º Entrerriense 
  • 11º Macaé Sports 
  • 12º Nova Iguaçu 
  • 13º Barreira 
  • 14º CFZ do Rio 
  • 15º Barra da Tijuca 
  • 16º Rodoviário - 3ª Divisão.
  • 17º Mesquita - 3ª Divisão.
  • 18º Rubro - 3ª Divisão.
  • 19º Bonsucesso - 3ª Divisão.
  • 20º Barcelona - 3ª Divisão.
  • 21º Campo Grande - 3ª Divisão.
  • 22º União de Marechal Hermes - 3ª Divisão. 
  • 23º União Central - 3ª Divisão. 
  • 24º Independente - 3ª Divisão.
  • 25º Costeira - 3ª Divisão.
  • 26º Lucas - 3ª Divisão.
  • 27º Raíz da Gávea - 3ª Divisão.
  • 28º 4º Centenário - 3ª Divisão.

sábado, 20 de fevereiro de 2021

AA Portuguesa Campeã Estadual da 2ª Divisão de 2000


A Lusa voltou a conquistar a Segundona depois de quatro anos. O campeonato deste ano se chamava Série A2. Com o fim da 4ª Divisão, prevista para 2001, a FERJ começou a reorganizar os clubes nas três divisões que continuariam a existir. Por isso, foi criada uma 1ª Fase aberta a times das 3ª e 4ª Divisões, valendo vagas na 2ª Divisão de 2000 mesmo. 

As notas tristes foram as desistências de Coelho da Rocha e Paduano, que deveriam disputar esta 1ª Fase. Além dos eliminados da 1ª Fase, o Heliópolis também foi rebaixado, como pior time da 2ª Fase. 

O campeonato foi muito confuso. Além do excesso de clubes, por causa da 1ª Fase, vários times entraram na competição com pontos extra, de acordo com um tal ranking criado pela FERJ. A Portuguesa por exemplo, só passou da 1ª Fase por causa desta "ajuda". 

Na 3ª Fase, os times rebaixados da 1ª Divisão, Itaperuna e Serrano, entraram na disputa. 

Para complicar ainda mais, os times eliminados na 2ª Fase ganharam um recurdo no tapetão e se classificaram para uma Repescagem. 

O Universal FC comprou o Internacional FC (de Jacarepaguá) e estreou este ano na 2ª Divisão. 


Os Participantes

  • Angra dos Reis 
  • Arraial do Cabo 
  • Barra da Tijuca (Rio de Janeiro) 
  • Barreira (Saquarema) 
  • Bonsucesso (Rio de Janeiro) 
  • Botafogo (Macaé) 
  • Campo Grande (Rio de Janeiro) 
  • Ceres (Rio de Janeiro) 
  • CFZ do Rio (Rio de Janeiro) 
  • Coelho da Rocha (São João de Meriti) 
  • Cosmos (São Gonalo) 
  • Duquecaxiense (Duque de Caxias) 
  • Everest (Rio de Janeiro) 
  • Goytacaz (Campos dos Goytacazes) 
  • Heliópolis (Belford Roxo) 
  • Independente (Macaé) 
  • Mesquita 
  • Nova Iguaçu 
  • Paduano (Santo Antônio de Pádua) 
  • Portuguesa (Rio de Janeiro) 
  • Raíz da Gávea (Rio de Janeiro) 
  • Rodoviário (Barra do Piraí) 
  • Rubro (Araruama) 
  • São Cristóvão (Rio de Janeiro) 
  • Tamoio (São Gonçalo) 
  • Tupy (Paracambi) 
  • Universal (Rio de Janeiro) 


A Campanha

1ª Fase

  • Isenta. 

2ª Fase

  • 3-0 Angra dos Reis - f 
  • 4-0 Heliópolis - c 
  • 0-0 Ceres - f 
  • 0-0 São Cristóvão - c 
  • 1-1 Angra dos Reis - c 
  • WO-0 Heliópolis - f (1-0) 
  • 0-1 Ceres - c 
  • 0-1 São Cristóvão - f 

3ª Fase

  • 3-4 Arraial do Cabo - f 
  • 1-1 Universal - f 
  • 2-1 Bonsucesso - c 
  • 3-1 Itaperuna - f 
  • 3-1 Barreira - c 
  • 0-0 Goytacaz - f 
  • 1-1 Arraial do Cabo - c 
  • 2-0 Universal - c 
  • 2-0 Bonsucesso - f 
  • 3-1 Itaperuna - c 
  • 0-0 Barreira - f 
  • 2-2 Goytacaz - c 

4ª Fase

  • 1-0 Botafogo Macaé - f 
  • 1-1 Botafogo Macaé - c 

5ª Fase

  • 1-2 Rubro - f 
  • 2-0 Rubro - c 

Final

  • 0-0 Arraial do Cabo - f 
  • 2-0 Arraial do Cabo - c

A História das Fusões do Madureira Esporte Clube

O Madureira Esporte Clube é fruto da fusão de diversos clubes do bairro de Madureira ao longo do Século XX.

Os Primórdios do Futebol em Madureira


No início do Século XX, pipocavam clubes esportivos na cidade do Rio de Janeiro. Uns se dedicavam ao remo, outros ao tênis, outros ao basquete, os sociais e também os que queriam se dedicar ao futebol. Assim, o bairro de Madureira ganhou o Magno FC em 14 de dezembro de 1913 e o Fidalgo FC em 08 de agosto de 1914.

O Magno FC funcionava à Rua Carolina Machado. O Fidalgo FC tinha sua sede localizada à rua Domingos Lopes e teve participação


ativa na Associação Atlética Suburbana e posteriormente na Liga Metropolitana de Desportos Athleticos.

Madureira AC: a Primeira Fusão

O Madureira Atlético Clube surge oficialmente em 16 de fevereiro de 1933. O clube ganha o campo e a cor roxa do Fidalgo FC e as cores azul e branca do Magno.

O Madureira cresce. Em 23 de outubro de 1935 amplia, moderniza a reinaugura seu estádio. A prefeitura porém, implica com ele e alega falta de segurança para interditá-lo, em 22 de novembro de 1935.


Em 1939, uma parte da arquibancada desaba durante uma peleja e as autoridades voltam a fechar o campo. Foi então que um comerciante da região (Aniceto Moscoso) doa um terreno à Rua Conselheiro Galvão para a construção da nova sede esportiva do Madureira, que seria inaugurada em 1941.

Madureira EC: a Segunda Fusão

Em 12 de outubro de 1971, acontece a fusão do Madureira Atlético Clube com o Madureira Tênis Clube e o Imperial Basquetebol Clube. O novo Madureira Esporte Clube ganha o amarelo do Imperial


Basquete Clube, o azul do Madureira TC e o grená do Madureira AC.

Essa mistura de cores gera o apelido de Tricolor Suburbano para o Madureira Esporte Clube.

Curiosamente, o Madureira Esporte Clube desativou seus departamentos de basquetebol e de tênis, mantendo apenas o futebol como carro-chefe. Outras modalidades esportivas foram praticadas em


Conselheiro Galvão, como a patinação artística. Hoje, o clube investe apenas no futsal e no tênis de mesa, além do futebol.

Minas TC (MG) Campeão da Taça Brasil Masculina de Futsal de 2021

O Minas Tênis Clube (MG) se sagrou campeão da Taça Brasil Masculina de Futsal de 2021.

Campeão da Taça Brasil em 2002 e em 2012, o Minas TC repete o feito em 2021.

A competição aconteceu em Tubarão (SC) e seguiu um duro protocolo por causa do coronavirus.


A Campanha

1ª Fase

  • 4-1 AABB (SP)
  • 0-0 Tubarão (SC)
  • 7-0 ARUC (DF)

2ª Fase

  • 5-0 Unidos do Alvorada (AM)

3ª Fase

  • 1-1 Tubarão (SC) (1-0)

Final

  • 4-2 Foz Cataratas (PR)


Os Campeões

  • 1968 - Carioca EC (RJ)
  • 1970 - SE Palmeiras (SP)
  • 1972 - Sumov (CE)
  • 1974 - SC Corinthians P (SP)
  • 1976 - C Náutico C (PE)
  • 1978 - Sumov (CE)
  • 1980 - Sumov (CE)
  • 1981 - CCER Monte Sinai (RJ)
  • 1982 - Sumov (CE)
  • 1983 - CR Vasco da Gama (RJ)
  • 1984 - Atlântica B (RJ)
  • 1985 - C Atlético M (MG)
  • 1986 - Sumov (CE)
  • 1987 - Perdigão (SC)
  • 1988 - Água Branca (SP)
  • 1989 - Enxuta (RS)
  • 1990 - Perdigão (SC)
  • 1991 - Banfort (CE)
  • 1992 - EC Banespa (SP)
  • 1993 - Inpacel (PR)
  • 1994 - Inpacel (PR)
  • 1995 - Enxuta (RS)
  • 1996 - Enxuta (RS)
  • 1997 - EC Banespa (SP)
  • 1998 - Chevrolet (SP)
  • 1999 - SC Internacional (RS)
  • 2000 - CR Vasco da Gama (RJ)
  • 2001 - Sumov (CE) / Carlos Barbosa (RS)
  • 2002 - Minas TC (MG)
  • 2003 - Jaraguá (SC)
  • 2004 - Jaraguá (SC)
  • 2005 - Jaraguá (SC)
  • 2006 - Jaraguá (SC)
  • 2007 - Jaraguá (SC)
  • 2008 - Jaraguá (SC)
  • 2009 - A Carlos Barbosa F (RS)
  • 2010 - SC Corinthians P (SP)
  • 2011 - ADR Krona (SC)
  • 2012 - Minas TC (MG)
  • 2013 - CER Atlântico (RS)
  • 2014 - Cratéus EC (CE)
  • 2015 - FME Jaraguá do Sul (SC)
  • 2016 - A Carlos Barbosa F (RS)
  • 2017 - Joinville EC (SC)
  • 2018 - Pato Branco (PR)
  • 2019 - CER Atlântico (RS)
  • 2020 - Minas TC (MG)


Ranking

  • 1º Jaraguá - 6
  • 1º Sumov - 6
  • 3º A Carlos Barbosa F - 3
  • 3º Enxuta - 3
  • 3º Minas TC - 2
  • 6º CER Atlântico - 2
  • 6º EC Banespa - 2
  • 6º SC Corinthians P - 2
  • 6º Inpacel - 2
  • 6º Perdigão - 2
  • 6º CR Vasco da Gama - 2
  • 12º Água Branca - 1
  • 12º Atlântica B - 1
  • 12º C Atlético M/MG - 1
  • 12º Banfort - 1
  • 12º Carioca EC - 1
  • 12º Chevrolet - 1
  • 12º Cratéus EC - 1
  • 12º FME Jaraguá do Sul - 1
  • 12º Joinville EC - 1
  • 12º SC Internacional - 1
  • 12º ADR Krona - 1
  • 12º CCER Monte Sinai - 1
  • 12º C Náutico C - 1
  • 12º SE Palmeiras - 1
  • 12º Pato Branco - 1


Ranking por Estado

  • 1º SC - 11
  • 2º RS - 9
  • 3º CE - 8
  • 4º SP - 7
  • 5º RJ - 5
  • 6º MG - 4
  • 7º PR - 3
  • 8º PE - 1