sábado, 23 de outubro de 2021

Grajaú CC e São Cristóvão Avançam no Carioca Feminino de Futsal de 2021

A crise no Campeonato Carioca Adulto Masculino de Futsal de 2021 não impediu que o Campeonato Carioca Adulto Feminino de 2021 tivesse suas quartas de final. Grajaú CC, São Cristóvão, Liga Mageense de Desportos e Braz de Pina CC se classificaram para as semifinais do torneio.


Quartas de Final

03/10/2021

  • Liga Mageense de Desportos * 8-3 Rio Up Sports
  • São Cristóvão * 2-2 Ferroviário da Vila (3-0)
  • Grajaú CC * WO-0 Lagoa FC (6-0)
  • Braz de Pina CC * 2-1 Instituto SESSUB

Campeonato Carioca Adulto Masculino de Futsal de 2021 É Cancelado

As suspeitas de manipulação de resultado ao longo da primeira fase do Campeonato Carioca Adulto Masculino de Futsal de 2021 forçaram a Federação de Futebol de Salão do Estado do Rio de Janeiro a cancelar o campeonato.

A entidade vem desde o começo das denúncias colaborando com as autoridades a fim de esclarecer a por fim à esta máfia que vem arrasando com o nosso esporte.

Waldir Pereira (o Didi)

Waldir Pereira, o Didi, nasceu em 08 de outubro de 1928 e faleceu em 12 de maio de 2001. Dono de raro talento, o craque foi apelidado de "Príncipe Etíope" por Nélson Rodrigues.

Apesar de ter atuado e dirigido muitos clubes, o Botafogo é a referência do ídolo Didi. Pelo Fogão foram 313 jogos e 113 gols anotados.

Nascido em Campos dos Goytacazes, Didi começou na base do futebol local, com passagens pelo São Cristóvão FC, Industrial, Rio Branco, Goytacaz e Americano. 

Foi o Americano que o profissionalizou em 1946. No mesmo ano, Didi já havia chamado a atenção dos paulistas e o Lençoense (SP) o contratou até 1947. Neste ano, o atleta trocou o interior paulista pela Cidade Maravilhosa. De 1947 a 1949 trabalhou no Madureira, de 1949 a 1956 no Fluminense e de 1956 a 1959 no Botafogo.

Didi foi contratado pelo Real Madrid (Espanha) para a disputa da temporada 1959/60. Encerrado o contrato, ele voltou ao Botafogo onde ficou até 1962. Em 1963 esteve no Sporting Cristal (Peru) e retornou ao Glorioso para sua última passagem por General Severiano entre 1964 e 1965.

Dois outros clubes foram agraciados pelo talento do futebolista: o Veracruz (México) entre 1965 e 1966; e o São Paulo (SP) em 1966.

Didi defendeu a seleção brasileira entre 1952 e 1962.


Títulos pelo Botafogo


Outros títulos importantes foram o Mundial Interclubes de 1952 e o Campeonato Estadual de 1951 conquistados pelo Fluminense, a Copa dos Campeões vencida com o Real Madrid e as Copas dos Mundo de 1958 e 1962 vencidas com a Seleção Canarinho.

Didi também fez sucesso como técnico. Nesta profissão ele trabalhou na seleção do Peru, River Plate (Argentina), Sporting Cristal, Fenerbahçe (Turquia), Fluminense, Cruzeiro (MG), Fortaleza (CE), São Paulo, Bangu, Atlético (MG), seleção do Kuwait, Al Ahli (Arábia Saudita) e Botafogo. Suas principais conquistas foram duas ligas turcas, uma liga peruana, um Campeonato Estadual do Rio de Janeiro e um Campeonato Estadual Mineiro.

Botafogo FR Campeão do Torneio Governador Magalhães Pinto de 1964

O Botafogo se sagrou campeão do Torneio Governador Magalhães Pinto de 1964.

A competição homenageou o Governador Magalhães Pinto e foi disputada em Belo Horizonte (MG). Além de Atlético e Cruzeiro, os dois maiores de Minas Gerais, Botafogo e Corinthians (SP) foram convidados para o mata-mata.

O time-base campeão: Manga; Joel, Zé Maria, Nílton Santos e Rildo; Élton e Gérson; Garrincha, Arlindo, Jairzinho e Zagallo. Técnico: Zoulo Rabello.


Os Participantes

  • MG: Atlético e Cruzeiro.
  • RJ: Botafogo.
  • SP: Corinthians.


1ª Fase

30/01/1964

  • (MG) Cruzeiro 0-1 * Corinthians (SP)
  • (MG) Atlético 2-3 * Botafogo


Final 3º e 4º

02/02/1964

  • (MG) Cruzeiro * 3-1 Atlético (MG)


Final

02/02/1964

  • Botafogo ** 2-2 Corinthians (SP) (-) (4-2)

Botafogo FR Campeão do Torneio Pentagonal do México de 1962

Botafogo FR Campeão do Torneio Pentagonal do México de 1962
O Botafogo se sagrou campeão do Torneio Pentagonal do México de 1962.

O time alvinegro foi convidado para disputar um torneio na Cidade do México contra três equipes mexicanas e o Újpest Dózsa húngaro.

O time-base campeão: Manga; Cacá, Zé Maria, Nílton Santos e Rildo; Ayrton e Didi; Garrincha, China, Amarildo e Zagallo. Técnico: Marinho Rodrigues.


Os Participantes

  • Brasil: Botafogo.
  • Hungria: Újpest Dózsa.
  • México: América, Atlante e Toluca.


Torneio Pentagonal do México de 1962

1ª Rodada

14/01/1962

  • (México) Atlante 2-1 Újpest Dózsa (Hungria)

04/02/1962

  • Botafogo 2-1 América (México)

2ª Rodada

20/01/1962

  • (Hungria) Újpest Dózsa 2-1 América (México)

01/02/1962

  • (México) Toluca 2-2 Atlante (México)

3ª Rodada

23/01/1962

  • (México) América 2-2 Toluca (México)

01/02/1962

  • (Hungria) Újpest Dózsa 2-4 Botafogo

4ª Rodada

26/01/1962

  • (México) América 2-0 Botafogo

28/01/1962

  • (México) Toluca 0-2 Újpest Dózsa (Hungria)

5ª Rodada

28/01/1962

  • (México) América 2-0 Atlante (México)

18/01/1962

  • Botafogo 3-0 Toluca (México)


Classificação

  • 1º Botafogo - 6 - Campeão.
  • 2º Atlante - 5
  • 3º Újpest Dózsa - 4
  • 4º América - 3
  • 5º Toluca - 2


A Campanha

  • 3-0 Toluca (México)
  • 0-2 Atlante (México)
  • 4-2 Újpest Dózsa (Hungria)
  • 2-1 América (México)

Botafogo FR Campeão Estadual de 1961

Botafogo FR Campeão Estadual de 1961O Botafogo conquistou o Campeoanto Carioca de 1961.

O time-base do campeão era Manga, Rildo, Zé Maria, Nílton Santos e Chicão; Aírton e Didi; Garrincha, Amoroso, Amarildo e Zagallo. Técnico: Marinho Rodrigues

O artilheiro foi Amarildo (Botafogo) com 18 gols.


A Campanha

1ª Fase

  • 1-0 Olaria - f
  • 1-1 Bangu - c
  • 3-1 Madureira - c
  • 3-1 Portuguesa - f
  • 1-1 Vasco da Gama - f
  • 2-0 America - c
  • 3-0 Bonsucesso - c
  • 2-2 Flamengo - f
  • 3-0 Canto do Rio - f
  • 2-2 Fluminense - f

Fase Final

  • 2-0 Bangu - c
  • 4-1 São Cristóvão - c
  • 1-0 Olaria - c
  • 2-2 Fluminense - c
  • 2-1 America - c
  • 4-0 Vasco da Gama - c
  • 1-1 Flamengo - c
  • 3-1 Bangu - f
  • 2-0 São Cristóvão - f
  • 2-1 Olaria - f
  • 1-0 Fluminense - f
  • 1-2 America - f
  • 2-1 Vasco da Gama - f
  • 3-0 Flamengo - f


Classificação

  • 1º Botafogo - Campeão.
  • 2º Flamengo
  • 2º Vasco da Gama
  • 4º Fluminense
  • 4º Bangu
  • 6º America
  • 7º Olaria
  • 8º São Cristóvão
  • 9º Portuguesa
  • 10º Canto do Rio
  • 11º Bonsucesso
  • 12º Madureira

Botafogo FR Campeão Estadual de 1957

Botafogo FR Campeão Estadual de 1957O Fogão voltou a ser campeão do Campeonato Carioca em 1957.

O time campeão era formado por Adalberto; Beto, Thomé, Servílio, Pampolini e Nílton Santos; Garrincha, Didi, Paulinho Valentim, Édison e Quarentinha. Técnico: João Saldanha.

O artilheiro foi Paulinho Valentim (Botafogo) com 22 gols.


A Campanha

  • 3-1 Bonsucesso - f
  • 4-0 Canto do Rio - c
  • 6-1 Madureira - c
  • 2-0 Olaria - c
  • 5-1 Portuguesa - f
  • 3-3 Flamengo - f
  • 2-0 São Cristóvão - c
  • 3-1 America - c
  • 2-2 Vasco da Gama - c
  • 0-1 Fluminense - f
  • 0-0 Bangu - f
  • 5-0 São Cristóvão - f
  • 1-0 Bangu - c
  • 3-1 Bonsucesso - c
  • 3-0 Portuguesa - f
  • 4-1 Olaria - f
  • 0-3 Vasco da Gama - f
  • 1-1 Flamengo - c
  • 5-0 Portuguesa - c
  • 2-1 America - f
  • 3-0 Canto do Rio - f
  • 4-2 Madureira - f
  • 6-2 Fluminense - c


Classificação

  • 1º Botafogo - Campeão.
  • 2º Fluminense
  • 3º Flamengo
  • 4º Vasco da Gama
  • 5º Bangu
  • 6º America
  • 7º Canto do Rio
  • 8º São Cristóvão
  • 9º Portuguesa
  • 10º Madureira
  • 11º Bonsucesso
  • 12º Olaria

Botafogo FR Campeão do Torneio Rio São Paulo de 1962

Botafogo FR Campeão do Torneio Rio São Paulo de 1962Em 1962, o Botafogo conquistou o Torneio Rio-São Paulo.

O time-base campeão era formado por Manga, Joel (Cacá), Zé Maria, Nílton Santos e Rildo; Ayrton e Didi; Garrincha, Quarentinha (China), Amarildo e Zagallo (Neyvaldo). Técnico: Marinho Rodrigues.


A Campanha

1ª Fase

  • 1-0 Fluminense - c
  • 4-1 Vasco da Gama - c
  • 4-1 America - c
  • 2-3 Flamengo - f

Fase Final

  • 2-1 São Paulo - c
  • 1-0 Flamengo - c
  • 3-1 Palmeiras - c


Classificação

  • 1º Botafogo - Campeão.
  • 2º São Paulo (SP)
  • 3º Palmeiras (SP)
  • 4º Flamengo
  • 5º America
  • 6º Corinthians (SP)
  • 7º Vasco da Gama
  • 8º Portuguesa (SP)
  • 9º Fluminense
Obs: O Santos (SP) não disputou a competição.

SESC Pentacampeão Estadual Feminino de Voleibol de 2017/2018/2019/2020/2021

O SESC se sagrou pentacampeão estadual feminino de vôlei de 2017/2018/2019/2020/2021.

O esvaziado Campeonato Estadual Feminino de Voleibol contou apenas com duas equipes: o SESC, patrocinado pelo Flamengo, e o Fluminense. Botafogo, Tijuca TC, Grajaú CC, Grajaú TC, Flamengo com equipe própria e outros clubes não se interessaram pelo torneio.

Para duas equipes, apenas duas partidas e quatro dias foram necessários. O SESC ganhou a primeira batalha nas Laranjeiras e o Fluminense deu o troco na Gávea. Empatados em pontos, o regulamento previa um Golden Set para desempatar. Este foi vencido pelo SESC por 25 a 15.

O elenco do pentacampeonato foi formado por Ariele, Gabiru, Giovanna, Juciely, Juma, Maíra, Marcelle, Milena, Milka, Monique Pavão, Nandyala, Natinha, Sabrina e Valquíria. Técnico: Bernardinho.


Final

Jogo de Ida

19/03/2021

  • Fluminense 0-3 SESC

Jogo de Volta

22/10/2021

  • SESC 1-3 Fluminense 


Classificação

  • 1º SESC - 3 - Golden Set.
  • 2º Fluminense - 3 - Golden Set.


Golden Set

22/10/2021

  • SESC ** 25-15 Fluminense


Os Campeões

  • 1938 - CR Flamengo
  • 1939 - CR Botafogo
  • 1940 - CR Botafogo
  • 1941 - Fluminense FC
  • 1942 - Fluminense FC
  • 1943 - Grêmio Tabajara
  • 1944 - ----
  • 1945 - Grêmio Tabajara
  • 1946 - Botafogo FR
  • 1947 - Botafogo FR
  • 1948 - Botafogo FR
  • 1950 - Botafogo FR
  • 1951 - CR Flamengo
  • 1952 - CR Flamengo
  • 1953 - Fluminense FC
  • 1954 - CR Flamengo
  • 1955 - CR Flamengo
  • 1956 - Fluminense FC
  • 1957 - Fluminense FC
  • 1958 - Fluminense FC
  • 1959 - Fluminense FC
  • 1960 - Fluminense FC
  • 1961 - Fluminense FC
  • 1962 - Fluminense FC
  • 1963 - Fluminense FC
  • 1964 - Botafogo FR
  • 1965 - AABB Rio
  • 1966 - AABB Rio
  • 1967 - Fluminense FC
  • 1968 - Fluminense FC
  • 1969 - Fluminense FC
  • 1970 - Fluminense FC
  • 1971 - Fluminense FC
  • 1972 - ----
  • 1973 - Fluminense FC
  • 1974 - Fluminense FC
  • 1975 - Fluminense FC
  • 1976 - Fluminense FC
  • 1977 - Fluminense FC
  • 1978 - CR Flamengo
  • 1979 - CR Flamengo
  • 1980 - Fluminense FC
  • 1981 - CR Flamengo
  • 1982 - Fluminense FC
  • 1983 - Fluminense FC
  • 1984 - CR Flamengo
  • 1985 - AA Supergasbrás
  • 1986 - AA Supergasbrás
  • 1987 - Lufkin EC
  • 1988 - Lufkin EC
  • 1989 - ----
  • 1990 - ----
  • 1991 - AA Rio Forte
  • 1992 - ----
  • 1993 - AA Rio Forte
  • 1994 - Fluminense FC
  • 1995 - Botafogo FR
  • 1996 - ----
  • 1997 - Fluminense FC
  • 1998 - CD Macaé Sports
  • 1999 - CR Flamengo
  • 2000 - CR Flamengo
  • 2001 - ACF Campos dos Goytacazes
  • 2002 - ----
  • 2003 - ACF Campos dos Goytacazes
  • 2004 - Rio de Janeiro VC
  • 2005 - Rio de Janeiro VC
  • 2006 - Rio de Janeiro VC
  • 2007 - Rio de Janeiro VC
  • 2008 - Rio de Janeiro VC
  • 2009 - Rio de Janeiro VC
  • 2010 - Rio de Janeiro VC
  • 2011 - Rio de Janeiro VC
  • 2012 - Rio de Janeiro VC
  • 2013 - Rio de Janeiro VC
  • 2014 - Rio de Janeiro VC
  • 2015 - Rio de Janeiro VC
  • 2016 - Fluminense FC
  • 2017 - SESC
  • 2018 - SESC
  • 2019 - SESC
  • 2020 - SESC
  • 2021 - SESC



Ranking

  • 1º Fluminense FC - 27
  • 2º Rio de Janeiro VC - 12
  • 3º CR Flamengo - 11
  • 4º Botafogo FR* - 8
  • 5º SESC - 5
  • 6º AABB Rio - 2
  • 6º Grêmio Tabajara - 2
  • 6º Lufkin EC - 2
  • 6º AA Rio Forte - 2
  • 6º AA Supergasbrás - 2
  • 6º ACF Campos - 2
  • 12º CD Macaé Sports - 1

Obs: O Botafogo FR é fruto da fusão do Botafogo FC com o CR Botafogo em 1942.

Benedito de Assis Silva (o Assis)

Benedito de Assis Silva
Benedito de Assis Silva (o Assis) nasceu em 12 de novembro de 1952 e faleceu em 06 de julho de 2014.

Pelo Fluminense, Assis jogou entre 1983 e 1987, totalizando 171 partidas e 54 gols.

Antes de chegar ao Rio de Janeiro, é bom relembrar a carreira do atacante. Ele começou no Francana (SP) em 1972 e defendeu os alviverdes até 1973, quando se transferiu para o São José (SP). No São José ele fiocu até 1976. A temporada de 1977, Assis a disputou pela Internacional de Limeira (SP). No ano seguinte, ele voltaria ao Francana onde jogaria até 1979.

Em 1980 Assis teve a chance de vestir a camisa de um grande clube brasileiro, o São Paulo (SP). No Morumbi ele ficou até 1981. Na sequência, o atacante jogou pelo Internacional (RS) (1981 e 1983) e pelo Atlético/PR (1982 e 1983).

Assis não encerrou a carreira no Fluzão. Em 1988 ele defenderia o rubro-negro paranaense novamente, em 1989 vestiria a camisa do extinto Pinheiros/PR, em 1989 e 1990 defenderia as cores do Paysandu/PA, em 1990 as do Paraná/PR e atuaria uma última temporada no Atlético/PR em 1991.

Pela seleção brasileira Assis foi convocado para apenas dois amistosos em 1984. Derrota para a Inglaterra no Maracanã e vitória sobre o Uruguai no Morumbi.


Os Títulos de Assis pelo Fluminense


Pelos outros clubes, Assis se sagrou duas vezes campeão paulista, duas vezes campeão paranaense e uma vez campeão gaúcho.

sexta-feira, 22 de outubro de 2021

Fluminense FC Campeão do Troféu Lions Club de 1987

O Fluminense se sagrou campeão do Troféu Lions Club de 1987.

O troféu Lions Club foi entregue ao vencedor do clássico disputado entre Fluminense e Vasco da Gama, também válido pelo Campeonato Estadual de 1987.

O Tricolor venceu a partida com gols de Assis, João Santos e Washington.


Troféu Lions Club de 1987

12/04/1987

  • Fluminense ** 3-0 Vasco da Gama

Fluminense FC Campeão da Taça 16 Anos da TV Cultura de 1986

O Fluminense se sagrou campeão da Taça 16 Anos da TV Cultura de 1986.

Este troféu seria entregue ao vencedor do amistoso entre Avaí (SC) e Fluminense realizado no estádio da Ressacada, em Florianópolis (SC). Como a peleja não teve vencedor, o Tricolor ficou com a taça por ser a equipe visitante.


Taça 16 Anos da TV Cultura

31/05/1986

  • (SC) Avaí 0-0 ** Fluminense


Fluminense FC Campeão da Taça Sollar Tintas de 1985

O Fluminense se sagrou campeão da Taça Sollar Tintas de 1985.

A Taça Sollar Tintas foi entregue ao vencedor do clássico Fluminense - America válido pela Taça Guanabara de 1985. O Tricolor ganhou o jogo por 1 a 0, gol de Romerito.


Taça Sollar Tintas de 1985

09/10/1985

  • Fluminense ** 1-0 America

Fluminense FC Campeão da Taça Francisco Horta de 1984

O Fluminense se sagrou campeão da Taça Francisco Horta de 1984.

A competição reuniu os dois confrontos entre Fluminense e Santo André (SP) válidos pelo Campeonato Brasileiro de 1984. O primeiro duelo aconteceu no Rio de Janeiro e o Tricolor venceu por 1 a 0, gol de Wilsinho.

A segunda peleja foi disputada em Santo André (SP) e os times empataram em 1 a 1. O gol do Pó de Arroz foi anotado por Delei.


Taça Francisco Horta de 1984

Jogo de Ida

07/04/1984

  • Fluminense 1-0 Santo André (SP)

Jogo de Volta

25/04/1984

  • (SP) Santo André 1-1 Fluminense

Fluminense FC Campeão da Taça O Globo de 1983

O Fluminense se sagrou campeão da Taça O Globo de 1983.

O troféu foi oferecido pelo jornal O Globo ao vencedor da partida Fluminense - Corinthians (SP) que também valeu pelo Campeonato Brasileiro de 1983.

O Fluzão venceu o jogo graças a um gol de Cândido.


Taça O Globo de 1983

06/03/1983

  • Fluminense ** 1-0 Corinthians (SP)

Fluminense FC Campeão da Taça Amizade dos Campeões de 1985

O Fluminense se sagrou campeão da Taça Amizade dos Campeões de 1985.

A competição foi uma partida amistosa entre Fluminense e Petro Atlético (Angola), a equipe local. O Tricolor venceu o jogo por 2 a 0 e deu a volta olímpica.


Taça Amizade dos Campeões de 1985

04/02/1985

  • (Angola) Petro Atlético 0-2 ** Fluminense

Fluminense FC Campeão do Trofeo de la Amistad de 1984

O Fluminense se sagrou campeão do Trofeo de la Amistad de 1984.

O Fluminense tinha uma equipe muito forte e recebeu um convite para jogar este amistoso no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, capital do Paraguai.

O gol do título tricolor foi anotado por Romerito.


Trofeo de la Amistad de 1984

28/03/1984

  • (Paraguai) Cerro Porteño 0-1 ** Fluminense

Fluminense FC Campeão Brasileiro de 1984

Em 1984, 41 clubes disputaram a 1ª Divisão do Campeonato Brasileiro. O Fluminense conquistou seu primeiro título do Campeonato Brasileiro, dando ao Rio o tricampeonato e o 5º título no total desde 1971.

Como todos podem reparar, o ano foi muito bom para o Rio de Janeiro que produziu os dois finalistas da competição. O Vasco da Gama, vice-campeão, se classificou para a Taça Libertadores da América junto com o Fluminense.

O Flamengo também foi bem e terminou em quinto lugar. Completaram a lista da classificação os cariocas America (décimo-segundo), Botafogo (vigésimo-primeiro) e Bangu (trigésimo-quinto).

Não houve rebaixamento.


Os Participantes

  • AL: CRB.
  • AM: Nacional.
  • BA: Bahia e Catuense.
  • CE: Ferroviário e Fortaleza.
  • DF: Brasília.
  • ES: Rio Branco.
  • GO: Anapolina e Goiás.
  • MA: Moto Club.
  • MG: Atlético, Cruzeiro e Uberlândia.
  • MS: Operário.
  • MT: Operário.
  • PA: Tuna Luso.
  • PB: Treze.
  • PE: Náutico e Santa Cruz.
  • PI: Auto Esporte.
  • PR: Atlético e Coritiba.
  • RJ: America, Bangu, Botafogo, Flamengo, Fluminnese e Vasco da Gama.
  • RN: ABC.
  • RS: Brasil de Pelotas, Grêmio e Internacional.
  • SC: Joinville.
  • SE: Confiança.
  • SP: Corinthians, Palmeiras, Portuguesa, Santo André, Santos e São Paulo.


1ª Fase

1ª Rodada

28/01/84
  • Flamengo 1-0 Palmeiras
29/01/84
  • Vasco da Gama 2-3 São Paulo
  • Fortaleza 0-0 Tuna Luso
  • Bahia 2-0 Atlético/MG
  • Bangu 1-0 Treze
  • ABC 3-1 Confiança
  • Santos 1-1 Fluminense
  • Catuense 0-1 Santo André
  • Grêmio 2-0 Náutico
  • Brasília 0-2 Operário/MS
  • Cruzeiro 1-2 America
  • Atlético/PR 1-0 Rio Branco/ES
  • Anapolina 0-0 Operário/MT
  • Joinville 0-0 Internacional/RS
  • Santa Cruz 0-0 Portuguesa/SP
  • Auto Esporte/PI 4-2 Moto Club

2ª Rodada

31/01/84
  • Palmeiras 3-1 Goiás
01/02/84
  • Nacional/AM 1-1 Tuna Luso
  • Vasco da Gama 1-0 Fortaleza
  • CRB 0-0 Bangu
  • Ferroviário 0-0 Fluminense
  • Santo André 1-0 Grêmio
  • Coritiba 4-1 Catuense
  • Brasil de Pelotas 1-0 Cruzeiro
  • America 1-0 Atlético/PR
  • Internacional/RS 5-0 Anapolina
  • Portuguesa/SP 0-0 Botafogo
  • Auto Esporte/PI 0-1 Santa Cruz
02/02/84
  • Treze 1-1 Bahia
  • Confiança 0-2 Santos
  • Brasília 0-2 Flamengo
03/02/84
  • Corinthians 0-0 Operário/MT

3ª Rodada

04/02/84
  • Cruzeiro 1-3 Rio Branco/ES
05/02/84
  • São Paulo 5-0 Fortaleza
  • Nacional/AM 0-3 Vasco da Gama
  • Atlético/MG 4-1 Treze
  • CRB 1-0 Bahia
  • Ferroviário 1-0 Confiança
  • ABC 0-2 Santos
  • Náutico 3-2 Coritiba
  • Grêmio 3-0 Catuense
  • Goiás 0-0 Flamengo
  • Operário/MS 1-1 Palmeiras
  • America 1-1 Brasil de Pelotas
  • Corinthians 0-0 Anapolina
  • Operário/MT 1-0 Joinville
  • Moto Club 0-1 Portuguesa
  • Botafogo 0-1 Santa Cruz

4ª Rodada

08/02/84
  • Nacional/AM 1-1 São Paulo
  • Tuna Luso 1-1 Vasco da Gama
  • Bahia 2-0 Bangu
  • Fluminense 1-0 ABC
  • Santo André 1-0 Coritiba
  • Flamengo 3-2 Operário/MS
  • Goiás 4-1 Brasília
  • Rio Branco/ES 1-0 Brasil de Pelotas
  • Atlético/PR 3-2 Cruzeiro
  • Operário/MT 2-2 Internacional/RS
  • Santa Cruz 3-1 Moto Club
09/02/84
  • Atlético/MG 4-0 CRB
  • Santos 2-0 Ferroviário
  • Catuense 1-1 Náutico
  • Joinville 2-1 Corinthians
  • Botafogo 2-0 Auto Esporte/PI

5ª Rodada 

11/02/84
  • Fortaleza 3-2 Nacional/AM
  • Tuna Luso 0-0 São Paulo
  • Fluminense 1-0 Confiança
12/02/84
  • Bangu 0-1 Atlético/MG
  • Treze 1-2 CRB
  • Ferroviário 0-3 ABC
  • Náutico 2-1 Santo André
  • Coritiba 1-3 Grêmio
  • Palmeiras 4-0 Brasília
  • Operário/MS 2-0 Goiás
  • Rio Branco/ES 2-1 America
  • Brasil de Peltoas 1-1 Atlético/PR
  • Anapolina 1-0 Joinville
  • Internacional/RS 1-1 Corinthians
  • Moto Club 1-1 Botafogo
  • Portuguesa/SP 5-0 Auto Esporte/PI

6ª Rodada

15/02/84
  • Vasco da Gama 1-0 Nacional/AM
  • Fortaleza 1-0 São Paulo
  • Atlético/MG 6-0 Bahia
  • Bangu 0-0 CRB
  • Santos 4-1 ABC
  • Confiança 4-1 Ferroviário
  • Náutico 2-0 Catuense
  • Grêmio 4-4 Santo André
  • Brasília 0-2 Goiás
  • Brasil de Pelotas 3-1 Rio Branco/ES
  • Joinville 2-1 Operário/MT
  • Anapolina 1-1 Internacional/RS
  • Auto Esporte/PI 1-2 Botafogo
  • Moto Club 2-2 Santa Cruz
16/02/84
  • Operário/MS 1-1 Flamengo
  • America 1-1 Cruzeiro

7ª Rodada

18/02/84
  • São Paulo 1-1 Nacional/AM
  • Vasco da Gama 9-0 Tuna Luso
  • Coritiba 1-2 Náutico
  • Portuguesa/SP 0-0 Santa Cruz
19/02/84
  • Atlético/MG 1-1 Bangu
  • Bahia 2-1 Treze
  • Confiança 0-2 Fluminense
  • ABC 0-0 Ferroviário
  • Santo André 1-1 Catuense
  • Palmeiras 1-1 Flamengo
  • Operário/MS 4-2 Brasília
  • Rio Branco/ES 1-5 Cruzeiro
  • Atlético/PR 0-1 America
  • Corinthians 2-1 Joinville
  • Internacional/RS 2-0 Operário/MT
  • Moto Club 0-1 Auto Esporte/PI

8ª Rodada

22/02/84
  • São Paulo 3-1 Tuna Luso
  • Nacional/AM 0-0 Fortaleza
  • CRB 1-2 Atlético/MG
  • Treze 1-0 Bangu
  • ABC 1-2 Fluminense
  • Catuense 0-2 Coritiba
  • Brasília 1-3 Palmeiras
  • Goiás 2-1 Operário/MS
  • Cruzeiro 4-0 Brasil de Pelotas
  • Rio Branco/ES 1-3 Atlético/PR
  • Operário/MT 0-4 Corinthians
  • Botafogo 0-1 Moto Club
  • Auto Esporte/PI 3-2 Portuguesa/SP
23/02/84
  • Ferroviário 0-5 Santos
  • Náutico 0-0 Grêmio
  • Joinville 0-0 Anapolina

9ª Rodada

25/02/84
  • São Paulo 3-2 Vasco da Gama
  • Flamengo 3-0 Brasília
  • Botafogo 0-0 Portuguesa/SP
26/02/84
  • Tuna Luso 2-1 Fortaleza
  • Bangu 2-2 Bahia
  • CRB 1-2 Treze
  • Confiança 0-1 ABC
  • Fluminense 0-1 Santos
  • Catuense 1-2 Grêmio
  • Coritiba 1-2 Santo André
  • Goiás 0-1 Palmeiras
  • Brasil de Pelotas 1-1 America
  • Cruzeiro 2-2 Atlético/PR
  • Corinthians 0-0 Internacional/RS
  • Operário/MT 6-1 Anapolina
  • Santa Cruz 3-1 Auto Esporte/PI

10ª Rodada

29/02/84
  • Tuna Luso 1-0 Nacional/AM
  • Fortaleza 2-1 Vasco da Gama
  • Bahia 0-0 CRB
  • Treze 0-0 Atlético/MG
  • Santos 3-0 Confiança
  • Fluminense 2-0 Ferroviário
  • Santo André 1-0 Náutico
  • Grêmio 5-0 Coritiba
  • Palmeiras 2-2 Operário/MS
  • Flamengo 2-2 Goiás
  • America 3-1 Rio Branco/ES
  • Atlético/PR 0-0 Brasil de Pelotas
  • Internacional/RS 1-1 Joinville
  • Anapolina 0-0 Corinthians
  • Portuguesa/SP 2-0 Moto Club
  • Santa Cruz 1-2 Botafogo


Classificação

Grupo A

  • 1º São Paulo - 11 - 2ª Fase.
  • 2º Vasco da Gama - 9 - 2ª Fase.
  • 3º Fortaleza - 8 - 2ª Fase.
  • 4º Tuna Luso - 8 - Repescagem.
  • 5º Nacional/AM - 4

Grupo B

  • 1º Atlético/MG - 12 - 2ª Fase.
  • 2º Bahia - 9 - 2ª Fase.
  • 3º CRB - 7 - 2ª Fase.
  • 4º Treze - 6 - Repescagem.
  • 5º Bangu - 6

Grupo C

  • 1º Santos - 15 - 2ª Fase.
  • 2º Fluminense - 12 - 2ª Fase.
  • 3º ABC - 7 - 2ª Fase.
  • 4º Ferroviário - 4 - Repescagem.
  • 5º Confiança - 2

Grupo D

  • 1º Santo André - 12 - 2ª Fase.
  • 2º Grêmio  - 12 - 2ª Fase.
  • 3º Náutico - 10 - 2ª Fase.
  • 4º Coritiba - 4 - Repescagem.
  • 5º Catuense - 2

Grupo E

  • 1º Flamengo - 12 - 2ª Fase.
  • 2º Palmeiras - 11 - 2ª Fase.
  • 3º Operário/MS - 9 - 2ª Fase.
  • 4º Goiás - 8 - Repescagem.
  • 5º Brasília - 0

Grupo F

  • 1º America - 11 - 2ª Fase.
  • 2º Atlético/PR - 9 - 2ª Fase.
  • 3º Brasil de Pelotas - 8 - 2ª Fase.
  • 4º Rio Branco//ES - 6 - Repescagem.
  • 5º Cruzeiro - 6

Grupo G

  • 1º Corinthians - 10 - 2ª Fase.
  • 2º Internacional/RS - 10 - 2ª Fase.
  • 3º Operário/MT - 7 - 2ª Fase.
  • 4º Joinville - 7 - Repescagem.
  • 5º Anapolina - 6

Grupo H

  • 1º Santa Cruz - 11 - 2ª Fase.
  • 2º Portuguesa/SP - 10 - 2ª Fase.
  • 3º Botafogo - 9 - 2ª Fase.
  • 4º Auto Esporte/PI - 6 - Repescagem.
  • 5º Moto Club - 4


Repescagem

02/03/84
  • Tuna Luso 0-1 * Treze
  • Coritiba * 3-1 Ferroviário
  • Goiás * 2-1 Rio Branco/ES
  • Joinville * 2-0 Auto Esporte/PI


2ª Fase

1ª Rodada

10/03/84
  • Flamengo 3-0 Brasil de Pelotas
11/03/84
  • Goiás 2-2 São Paulo
  • Bahia 1-1 Fluminense
  • Vasco da Gama 3-1 Atlético/MG
  • Grêmio 1-0 Joinville
  • Santos 1-1 Fortaleza
  • CRB 1-0 Palmeiras
  • Atlético/PR 5-0 ABC
  • Santo André 0-1 Operário/MS
  • Portuguesa/SP 0-0 Internacional/RS
  • Operário/MT 1-1 Botafogo
  • America 0-1 Coritiba
  • Santa Cruz 1-1 Treze
  • Corinthians 4-0 Náutico

2ª Rodada

14/03/84
  • Bahia 0-0 São Paulo
  • Fluminense 3-0 Goiás
  • Grêmio 0-0 Vasco da Gama
  • Joinville 1-1 Atlético/MG
  • CRB 0-0 Santos
  • Palmeiras 0-1 Fortaleza
  • Atlético/PR 3-2 Santo André
  • ABC 2-2 Operário/MS
  • Brasil de Pelotas 1-0 Internacional/RS
  • America 3-1 Operário/MT
  • Santa Cruz 1-1 Corinthians
  • Treze 0-1 Náutico
15/03/84
  • Portuguesa/SP 0-1 Flamengo
  • Botafogo 3-1 Coritiba

3ª Rodada

17/03/84
  • Palmeiras 2-2 Santos
18/03/84
  • São Paulo 0-2 Fluminense
  • Goiás 2-0 Bahia
  • Joinville 1-0 Vasco da Gama
  • Atlético/MG 0-1 Grêmio
  • Fortaleza 1-0 CRB
  • Operário/MS 1-0 Atlético/PR
  • ABC 2-4 Santo André
  • Internacional/RS 4-0 Flamengo
  • Brasil de Pelotas 0-1 Portuguesa/SP
  • Botafogo 0-0 America
  • Coritiba 2-0 Operário/MT
  • Treze 0-0 Corinthians
  • Náutico 1-1 Santa Cruz

4ª Rodada

21/03/84
  • Fluminense 3-1 Bahia
  • Atlético/MG 3-1 Joinville
  • Santos 2-0 CRB
  • Fortaleza 3-3 Palmeiras
  • Santo André 0-0 Atlético/PR
  • Operário/MS 1-0 ABC
  • Brasil de Pelotas 1-0 Flamengo
  • Portuguesa/SP 1-0 Internacional/RS
  • Operário/MT 1-4 America
  • Coritiba 1-1 Botafogo
  • Corinthians 1-0 Santa Cruz
  • Náutico 1-0 Treze
22/03/84
  • São Paulo 3-2 Goiás
  • Vasco da Gama 1-0 Grêmio

5ª Rodada

24/03/84
  • Internacional/RS 1-1 Brasil de Pelotas
  • Flamengo 1-1 Portuguesa/SP
  • America 2-1 Botafogo
  • Corinthians 1-1 Treze
25/03/84
  • Bahia 1-2 Goiás
  • Fluminense 0-0 São Paulo
  • Grêmio 1-0 Atlético/MG
  • Vasco da Gama 6-0 Joinville
  • Santos 2-3 Palmeiras
  • CRB 0-0 Fortaleza
  • Santo André 2-0 ABC
  • Atlético/PR 1-0 Operário/MS
  • Operário/MT 2-0 Coritiba
  • Santa Cruz 2-0 Náutico

6ª Rodada

30/03/84
  • Fortaleza 1-4 Santos
  • Palmeiras 7-0 CRB
01/04/84
  • São Paulo 2-0 Bahia
  • Goiás 3-0 Fluminense
  • Atlético/MG 1-0 Vasco da Gama
  • Joinville 1-0 Grêmio
  • ABC 1-0 Atlético/PR
  • Operário/MS 0-2 Santo André
  • Flamengo 2-0 Internacional/RS
  • Portuguesa/SP 4-1 Brasil de Pelotas
  • Botafogo 0-1 Operário/MT
  • Coritiba 3-2 America
  • Náutico 5-1 Corinthians
  • Treze 0-1 Santa Cruz


Classificação

Grupo I

  • 1º Fluminense - 8 - 3ª Fase.
  • 2º Goiás - 7 - 3ª Fase.
  • 3º São Paulo - 7
  • 4º Bahia - 2

Grupo J

  • 1º Vasco da Gama - 7 - 3ª Fase.
  • 2º Grêmio - 7 - 3ª Fase.
  • 3º Atlético/MG - 5
  • 4º Joinville - 5

Grupo K

  • 1º Santos - 7 - 3ª Fase.
  • 2º Fortaleza - 7 - 3ª Fase.
  • 3º Palmeiras - 6
  • 4º CRB - 4

Grupo L

  • 1º Atlético/PR - 7 - 3ª Fase.
  • 2º Santo André - 7 - 3ª Fase.
  • 3º Operário/MS - 7 - 3ª Fase.
  • 4º ABC - 3

Grupo M

  • 1º Portuguesa/SP - 8 - 3ª Fase.
  • 2º Flamengo - 7 - 3ª Fase.
  • 3º Brasil de Pelotas - 5
  • 4º Internacional/RS - 4

Grupo N

  • 1º Coritiba - 7 - 3ª Fase.
  • 2º America - 7 - 3ª Fase.
  • 3º Operário/MT - 5
  • 4º Botafogo - 5

Grupo O

  • 1º Náutico - 7 - 3ª Fase.
  • 2º Corinthians - 7 - 3ª Fase.
  • 3º Santa Cruz - 7
  • 4º Treze - 3


3ª Fase

1ª Rodada

07/04/84
  • Fluminense 1-0 Santo André
08/04/84
  • Operário/MS 1-1 Portuguesa
  • Fortaleza 1-1 Coritiba
  • Uberlândia 0-0 Vasco da Gama
  • Flamengo 3-0 America
  • Atlético/PR 1-1 Corinthians
  • Goiás 1-1 Grêmio
09/04/84
  • Santos 4-2 Náutico

2ª Rodada

11/04/84
  • Portuguesa 1-1 Santo André
  • Operário/MS 0-0 Fluminense
  • Uberlândia 1-0 Fortaleza
  • Vasco da Gama 1-0 Coritiba
  • Grêmio 2-1 Corinthians
  • Goiás 0-0 Atlético/PR
12/04/84
  • America 1-1 Santos
  • Flamengo 2-0 Náutico

3ª Rodada

14/04/84
  • Corinthians 5-0 Goiás
15/04/84
  • Portuguesa 0-1 Fluminense
  • Santo André 1-1 Operário/MS
  • Coritiba 1-0 Uberlândia
  • Vasco da Gama 2-0 Fortaleza
  • Santos 0-1 Flamengo
  • Náutico 3-1 America
  • Grêmio 1-1 Atlético/PR

4ª Rodada

18/04/84
  • Santo André 0-0 Portuguesa
  • Fluminense 2-0 Operário/MS
  • Coritiba 0-0 Vasco da Gama
  • Fortaleza 0-2 Uberlândia
  • America 0-0 Flamengo
  • Náutico 1-0 Santos
  • Corinthians 0-0 Grêmio
19/04/84
  • Atlético/PR 2-1 Goiás

5ª Rodada

21/04/84
  • Fluminense 4-2 Portuguesa
22/04/84
  • Operário/MS 1-0 Santo André
  • Uberlândia 1-1 Coritiba
  • Fortaleza 1-5 Vasco da Gama
  • Flamengo 2-2 Santos
  • America 1-1 Náutico
  • Atlético/PR 1-4 Grêmio
  • Goiás 0-1 Corinthians

6ª Rodada

25/04/84
  • Portuguesa 3-2 Operário/MS
  • Santo André 1-1 Fluminense
  • Vasco da Gama 1-0 Uberlândia
  • Coritiba 2-1 Fortaleza
  • Santos 1-0 America
  • Náutico 2-1 Flamengo
  • Grêmio 2-0 Goiás
  • Corinthians 2-0 Atlético/PR


Classificação

Grupo P

  • 1º Fluminense - 10 - 4ª Fase.
  • 2º Portuguesa - 5 - 4ª Fase.
  • 3º Operário/MS - 5
  • 4º Santo André - 4

Group Q

  • 1º Vasco da Gama - 10 - 4ª Fase.
  • 2º Coritiba - 7 - 4ª Fase.
  • 3º Uberlândia - 6
  • 4º Fortaleza - 1

Grupo R

  • 1º Flamengo - 8 - 4ª Fase.
  • 2º Náutico - 7 - 4ª Fase.
  • 3º Santos - 6
  • 4º America - 3

Grupo S

  • 1º Grêmio - 9 - 4ª Fase.
  • 2º Corinthians - 8 - 4ª Fase.
  • 3º Atlético/PR - 5
  • 4º Goiás - 2


4ª Fase

Jogos de Ida

29/04/84
  • Coritiba 2-2 Fluminense
  • Flamengo 2-0 Corinthians
01/05/84
  • Portuguesa/SP 2-5 Vasco da Gama
  • Náutico 2-3 Grêmio

Jogos de Volta

05/05/84
  • Vasco da Gama * 4-3 Portuguesa/SP
06/05/84
  • Fluminense * 5-0 Coritiba
  • Corinthians * 4-1 Flamnego
  • Grêmio * 3-1 Náutico


5ª Fase

Jogos de Ida

12/05/84
  • Grêmio 1-0 Vasco da Gama
13/05/84
  • Corinthians 0-2 Fluminense

Jogos de Volta

19/05/84
  • Vasco da Gama * 3-0 Grêmio
20/05/84
  • Fluminense * 2-0 Corinthians


Final

Jogo de Ida

24/05/84
  • Vasco da Gama 0-1 Fluminense

Jogo de Volta

28/05/84
  • Fluminense ** 0-0 Vasco da Gama


A Campanha

1ª Fase

  • 1-1 Santos (SP) - f
  • 0-0 Ferroviário (CE) - f
  • 1-0 ABC (RN) - c
  • 1-0 Confiança (SE) - c
  • 2-0 Confiança (SE) - f
  • 2-1 ABC (RN) - f
  • 0-1 Santos (SP) - c
  • 2-0 Ferroviário (CE) - c

2ª Fase

  • 1-1 Bahia (BA) - f
  • 3-0 Goiás (GO) - c
  • 2-0 São Paulo (SP) - f
  • 3-1 Bahia (BA) - c
  • 0-0 São Paulo (SP) - c
  • 0-3 Goiás (GO) - f

3ª Fase

  • 1-0 Santo André (SP) - c
  • 0-0 Operário (MS) - f
  • 1-0 Portuguesa (SP) - f
  • 2-0 Operário (MS) - c
  • 4-2 Portuguesa (SP) - c
  • 1-1 Santo André (SP) - c

4ª Fase

  • 2-2 Coritiba (PR) - f
  • 5-0 Coritiba (PR) - c

5ª Fase

  • 2-0 Corinthians (SP) - f
  • 0-0 Corinthians (SP) - c

Final

  • 1-0 Vasco da Gama (RJ) - f
  • 0-0 Vasco da Gama (RJ) - c


Classificação

  • 1º Fluminense - Campeão + Taça Libertadores da América.
  • 2º Vasco da Gama - Taça Libertadores da América
  • 3º Grêmio (RS)
  • 4º Corinthians (SP)
  • 5º Flamengo
  • 6º Náutico (PE)
  • 7º Portuguesa (SP)
  • 8º Coritiba (PR)
  • 9º Santos (SP)
  • 10º Santo André (SP)
  • 11º Atlético (PR)
  • 12º America
  • 13º Operário (MS)
  • 14º Goiás (GO)
  • 15º Fortaleza (CE)
  • 16º Uberlândia (MG)
  • 17º São Paulo (SP)
  • 18º Santa Cruz (PE)
  • 19º Atlético (MG)
  • 20º Palmeiras (SP)
  • 21º Botafogo
  • 22º Internacional (RS)
  • 23º Brasil Pelotas (RS)
  • 24º Operário (MT)
  • 25º Joinville (SC)
  • 26º Bahia (BA)
  • 27º CRB (AL)
  • 28º ABC (RN)
  • 29º Treze (PB)
  • 30º Tuna Luso (PA)
  • 31º Rio Branco (ES)
  • 32º Auto Esporte (PB)
  • 33º Ferroviário (CE)
  • 34º Cruzeiro (MG)
  • 35º Bangu
  • 36º Anapolina (GO)
  • 37º Moto Club (MA)
  • 38º Nacional (AM)
  • 39º Confiança (SE)
  • 40º Catuense (BA)
  • 41º Brasília (DF)

Fluminense FC Campeão da Copa Kirin de 1987

Fluminense Copa Kirin 1987
O Fluminense conquistou a Copa Kirin de 1987 no Japão, contra as seleções de Japão e Senegal e o time do Torino, da Itália.

Clique aqui para ler mais sobre a história da Copa Kirin.


A Campanha

1ª Fase

  • 0-0 Japão
  • 1-1 Torino (Itália)
  • 7-0 Senegal

Final

  • 2-0 Torino (Itália)

CR Vasco da Gama Bicampeão da Regata Remo do Futuro de 2019.3/2021.1

CR Vasco da Gama Bicampeão da Regata Remo do Futuro de 2019.3/2021.1
O Vasco da Gama se sagrou bicampeão da Regata Remo do Futuro de 2019.3/2021.1.


Classificação

  • 1º Vasco da Gama - 9 - Bicampeão.
  • 2º Guanabara - 4
  • 3º Botafogo - 2
  • 3º Clube Naval - 2
  • 3º Escola Naval - 2
  • 3º Piraquê - 2
  • 7º Flamengo - 1
  • 7º Instituto Rema Delta - 1
  • 7º Projeto Navegar Maricá - 1


Os Campeões

  • 1998 - Botafogo FR
  • 1999.1 - Botafogo FR
  • 1999.2 - Botafogo FR
  • 2000.1 - Botafogo FR
  • 2000.2 - Botafogo FR
  • 2001.1 - Botafogo FR
  • 2001.2 - Botafogo FR
  • 2002.1 - CR Flamengo
  • 2002.2 - CR Flamengo
  • 2003.1 - CR Flamengo
  • 2003.2 - Botafogo FR
  • 2004.1 - Botafogo FR
  • 2004.2 - CR Flamengo
  • 2005.1 - CR Flamengo
  • 2005.2 - CR Flamengo
  • 2006.1 - CR Flamengo
  • 2006.2 - Botafogo FR
  • 2006.3 - CR Flamengo
  • 2007.1 - CR Flamengo
  • 2007.2 - CR Flamengo
  • 2007.3 - CR Flamengo
  • 2008.1 - CR Flamengo
  • 2008.2 - CR Flamengo
  • 2008.3 - CR Flamengo
  • 2009.1 - CR Flamengo
  • 2009.2 - Botafogo FR
  • 2009.3 - CR Flamengo
  • 2010.1 - CR Flamengo
  • 2010.2 - Botafogo FR
  • 2011.1 - CR Flamengo
  • 2011.2 - CR Flamengo
  • 2011.3 - CR Flamengo
  • 2012.1 - CR Flamengo
  • 2012.2 - CR Flamengo
  • 2012.3 - CR Flamengo
  • 2013.1 - CR Vasco da Gama
  • 2013.2 - CR Vasco da Gama
  • 2013.3 - CR Vasco da Gama
  • 2014.1 - CR Vasco da Gama
  • 2014.2 - CR Vasco da Gama
  • 2014.3 - CR Vasco da Gama
  • 2015.1 - CR Vasco da Gama
  • 2015.2 - CR Vasco da Gama
  • 2015.3 - CR Vasco da Gama
  • 2016.1 - CR Vasco da Gama
  • 2016.2 - CR Guanabara
  • 2017.1 - CR Flamengo
  • 2017.2 - CR Flamengo
  • 2017.3 - CR Flamengo
  • 2018.1 - Botafogo FR
  • 2018.2 - CR Vasco da Gama
  • 2018.3 - Botafogo FR
  • 2019.1 - CR Flamengo
  • 2019.2 - CR Flamengo
  • 2019.3 - CR Vasco da Gama
  • 2021 - CR Vasco da Gama



Ranking

  • 1º CR Flamengo - 28
  • 2º Botafogo FR - 14
  • 3º CR Vasco da Gama - 13
  • 4º CR Guanabara - 1

quinta-feira, 21 de outubro de 2021

Belford Duarte

Belford Duarte
João Evangelista Belford Duarte começou sua carreira no Mackenzie (SP) em 1902 e atuou pelo clube paulista até 1907. Neste ano, ele decidiu morar na Cidade Maravilhosa à convite do presidente do America.

Entre 1908 e 1915 ele defendeu as cores do America, que eram rubro-negras. Na capital federal, traduziu as regras do football do inglês para o português, incentivou que seu clube aceitasse atletas negros e trocou a camisa americana da rubro-negra para a toda rubra.

Seu único título no futebol como atleta foi o Campeonato Carioca de 1913. Além de jogador do America, Belford Duarte se tornou cartola e tesoureiro do clube da Rua Campos Salles.

O primeiro nome do estádio Couto Pereira do Coritiba FC (PR) era Belford Duarte. A CBF também entregava o Prêmio Belford Duarte, tamanha a classe do atleta e dirigente.


Os Títulos de Belfort Duarte pelo America

America FC Campeão Estadual de 1913

America conquistou seu primeiro título estadual em 1913.

Neste ano, as duas ligas existentes se fundiram: AFRJ e LMSA organizaram juntas o Campeonato Estadual de 1913.

No regulamento previa-se que os três últimos colocados após o primeiro turno estariam eliminados do segundo.

O artilheiro foi Mimi Sodré (Botafogo) com 13 gols.


A Campanha

  • 9-1 SC Americano - c
  • 5-0 Mangueira - f
  • 7-1 São Cristóvão - c
  • 3-1 Fluminense - f
  • 1-0 Rio Cricket - c
  • 0-2 Botafogo - f
  • 3-0 Bangu - c
  • 3-0 Paysandú - f
  • 1-0 Flamengo - c
  • 5-4 Fluminense - c
  • 0-1 Botafogo - c
  • WO-0 Paysandú - c
  • 2-1 Rio Cricket - f
  • 0-1 Flamengo - f
  • 1-0 São Cristóvão - f


Classificação

  • 1º America - Campeão.
  • 2º Botafogo
  • 3º Flamengo
  • 4º Paissandu
  • 5º Fluminense
  • 6º São Cristóvão
  • 7º Rio Cricket
  • 8º Mangueira
  • 9º Bangu
  • 10º SC Americano

Ubirajara

Ubirajara Motta
Ubirajara Gonçalves Motta nasceu em 04 de setembro de 1936.

Ubirajara é considerado um dos melhores goleiros da história do Bangu e do Botafogo.

O arqueiro foi formado nas categorias de base de Moça Bonita. Campeão Mundial de 1960, o atleta também se sagrou campeão estadual de 1966, o último título importante do Bangu.

Ubirajara disputou 534 partidas pelo Castor. Um récorde!


Os Títulos de Ubirajara pelo Bangu


Entre 1968 e o começo dos anos 70, Ubirajara defendeu o Botafogo e se sagrou campeão da Taça Brasil de 1968, do Campeonato Estadual de 1968, da Taça Guanabara de 1968 e outros três torneios.

Pelo Flamengo jogou entre 1972 e 1976, tendo conquistado o Campeonato Estadual de 1972 e 1974, além de outros dez torneios de menor importância.

CR Flamengo Campeão Estadual de 1974

O Flamengo se sagrou campeão carioca de 1974.
 
O time na foto: em pé: Renato, Júnior, Jaime, Luís Carlos, Zé Mário e Rodrigues Neto. Agachados: Paulinho, Geraldo, Edson, Zico e Julinho.

Luizinho Lemos (America) foi o artilheiro com 20 gols. 


A Campanha

1ª Fase
1º Turno

  • 1-1 Bangu - c
  • 1-2 Madureira - f
  • 2-1 America - c
  • 2-0 São Cristóvão - f
  • 1-0 Portuguesa - f
  • 1-2 Fluminense - f
  • 2-0 Olaria - f
  • 2-2 Bonsucesso - c
  • 2-0 Campo Grande - c
  • 2-2 Botafogo - c
  • 1-0 Vasco da Gama - f

2º Turno

  • 4-1 America - c
  • 5-1 Madureira - f
  • 0-0 Campo Grande - c
  • 1-1 Vasco da Gama - f
  • 2-1 Bonsucesso - c
  • 0-0 Botafogo - c
  • 0-0 Fluminense - f

3º Turno

  • 2-1 Botafogo - f
  • 1-0 Madureira - c
  • 3-1 Vasco da Gama - c
  • 0-0 Campo Grande - f
  • 2-1 Fluminense - c
  • 1-2 Bonsucesso - f
  • 2-1 America - f

Final

  • 2-1 America - c 
  • 0-0 Vasco da Gama - c


Classificação

  • 1º Flamengo - Campeão.
  • 2º Vasco da Gama
  • 3º America
  • 4º Botafogo
  • 5º Fluminense
  • 6º Bonsucesso
  • 7º Madureira
  • 8º Campo Grande
  • 9º São Cristóvão
  • 10º Portuguesa
  • 11º Olaria
  • 12º Bangu

Botafogo FR Campeão da Taça Brasil de 1968

O primeiro campeão fluminense de uma competição oficial nacional foi o Botafogo que conquistou a Taça Brasil de 1968.

A Taça Brasil era uma competição em formato mata-mata que envolvia os campeões estaduais. Ela era muito parecida à atual Copa do Brasil.

A CBF, porém, demorou muito tempo para reconhecer esta competição como um torneio oficial. Quando o fez, os reconheceu como campeões brasileiros e não como campeões da Copa do Brasil.

Como Campeão da Guanabara, o time só precisou entrar em campo a partir das 4ªs de Final. Metropol (SC), Cruzeiro (MG) e Fortaleza (CE) foram as vítimas do alvinegro. 

Fogão, campeão do Campeonato Brasileiro de 1968.


A Campanha

1ª Fase

  • Isento.

2ª Fase

  • 6-1 Metropol (SC) - c
  • 0-1 Metropol (SC) - f
  • WO-0 Metropol (SC) - c

3ª Fase

  • 1-0 Cruzeiro (MG) - f
  • 1-1 Cruzeiro (MG) - c

Final

  • 2-2 Fortaleza (CE) - f
  • 4-0 Fortaleza (CE) - c


Classificação Final

  • 1º Botafogo - Campeão
  • 2º Fortaleza (CE)
  • 3º Cruzeiro (MG)
  • 4º Náutico (PE)
  • 5º Metropol (SC)
  • 6º Bahia (BA)
  • 7º Atlético (GO)
  • 8º Moto Club (MA)
  • 9º Goytacaz
  • 10º Piauí (PI)
  • 11º Grêmio (RS)
  • 12º CEOV (MT)
  • 13º Paysandu (PA)
  • 14º Rabello (DF)
  • 15º CSA (AL)
  • 16º América (RN)
  • 17º Olímpico (AM)
  • 18º Sergipe (SE)
  • 19º Água Verde (PR)
  • 20º Desportiva (ES)
  • 21º Campinense (PB)

Bangu AC CAmpeão do Torneio de Nova Iorque de 1960

O Bangu se sagrou campeão do Torneio Internacional de Nova Iorque de 1960.

O Torneio de Nova Iorque, reconhecido pela FIFA, foi o Mundial Interclubes de 1960.

Em 1960, nos Estados Unidos, por ideia do milionário e apaixonado por esportes William Cox, foi criada a International Soccer League, que organizaria anualmente (até a sua extinção em 1965), um certame de âmbito mundial, reunindo os principais clubes de vários países.

Na primeira edição, as partidas aconteceram apenas em Nova Iorque e Nova Jersei, entre os dias 04 de Julho e 06 de Agosto. 

O sucesso foi impressionante! Aproximadamente 150 mil pessoas assistiram aos 30 jogos da competição, o que dá uma média de cinco mil pagantes por partida. Nos Estados Unidos, onde o futebol era uma novidade, foi algo muito significativo.

O Bangu representou o futebol brasileiro e encarou dez times da Europa e um dos Estados Unidos para ficar com o título do Torneio de Nova York.

O título veio de forma invicta: cinco vitórias e um empate.

Os banguenses campeões: Ubirajara Motta, Joel Fonseca, Darci Faria, Zózimo Calazans, Ananinas Cruz, Nilton Santos, José Ferreira, Zé Maria, Décio Silva, Válter Santos, Beto, Aílton Caldas, Mário Tito, Paulo Fortes, Ademir da Guia, Luís Ramalho e Durval Carvalho. O técnico da conquista foi Tim.


Os Participantes

  • Bangu (Brasil)
  • Bayern Munique (Alemanha)
  • Burnley (Inglaterra)
  • Crvena Zvezda (Iugoslávia)
  • Glenavon (Irlanda do Norte)
  • Kilmarnock (Escócia)
  • New York Americans (Estados Unidos)
  • Nice (França)
  • Norrköpping (Suécia)
  • Rapid Viena (Áustria)
  • Sampdoria (Itália)
  • Sporting (Portugal)


A Campanha

1ª Fase

  • 4-0 Sampdoría (Itália) - n
  • 3-2 Rapid Viena (Áustria) - n
  • 5-1 Sporting (Portugal) - n
  • 0-0 Norrköpping (Suécia) - n
  • 2-0 Crvena Zvezda (Iugoslávia) - n

Final

  • 2-0 Kilmarnock (Escócia) - n

Bangu AC Campeão do Torneio Início de 1964

O Bangu se sagrou campeão do Torneio Início de 1964

O time-base campeão: Ubirajara; Fidélis, Orestes, Luís Alberto e Tupinambás; Romeu, Ocimar, Paulo Borges e Cabralzinho; Parada e Aladim. Técnico: Denoni Alves.


A Campanha

1ª Fase

  • 0-0 Fluminense (-) (3 a 2)

2ª Fase

  • 1-0 America

3ª Fase

  • 0-0 Botafogo (-) (2-1)

Final

  • 2-0 São Cristóvão

Bangu AC Campeão do Torneio de Viena de 1961

O Bangu se sagrou campeão do Torneio de Viena de 1961.

O prestígio internacional do Bangu era altíssimo e o clube foi convidado para disputar o Torneio de Viena, contra equipes austríacas e iugoslavas.

Na semifinal, realizada em 01 de abril, o Bangu bateu o Áustria Viena por 2 a 1. Válter abriu o placar para os cariocas mas Stotz empatou no primeiro tempo. No segundo, Bianchini decretou a vitória do Castor.

A decisão aconteceu na segunda-feira, 03 de abril. O adversário foi o Wiener, que havia eliminado o Crvena Zvezda (o Estrela Vermelha). Na primeira metade, Kaltenbrunner abriu a contagem para os donos da casa, mas Correia empatou. No segundo período, Válter fez o gol do título banguense.

O time-base campeão: Ubirajara; Joel, Mário Tito, Ananias e Nilton dos Santos; Ademir da Guia, Válter, Correia e Vermelho; Durval e Beto. Técnico: Yustrich.


Os Participantes

  • Áustria: Áustria Viena.
  • Brasil: Bangu
  • Iugoslávia: Crvena Zvezda.


A Campanha

1ª Fase

  • 2-1 Áustria Viena (Áustria)

Final

  • 2-1 Wiener (Áustria)

Bangu AC Campeão do Torneio de Luxemburgo de 1958

O Bangu se sagrou campeão do Torneio de Luxemburgo de 1958.

Em 30 de maio de 1958, o Bangu estreou arransado o Spora (Luxemburgo) por 3 a 0, gols de Ivo Medeiros (2) e Alcides.

Em 01 de junho, o Castor encarou o Vicenza (Itália) na grande final. Luís Carlos abriu a contagem para os brasileiros no primeiro tempo mas os italianos empataram na etapa final graças a um gol contra de Miltinho. A prorrogação terminou 0 a 0. Pelo regulamento da competição, não houve disputa de pênaltis e o Bangu foi considerado campeão no saldo de gols.

O time-base campeão: Ubirajara; Darci Santos, Joel e Nilton dos Santos; Décio Recaman, Miltinho, Alcides e Ivo Medeiros; Jaime, Mituca e Luís Carlos. Técnico: Gentil Cardoso.


A Campanha

1ª Fase

  • 3-0 Spora (Luxemburgo)

Final

  • 1-1 Vicenza (Itália) (0-0)

Bangu AC Campeão do Torneio Triangular de Guayaquil de 1957

O Bangu se sagrou campeão do Torneio Internacional de Guayaquil de 1957.

Em 02 de junho, o Castor humilhou o Emelec (Equador) por 5 a 1 e três dias depois aplicou uma goleada ainda maior de 8 a 1 sobre o Barcelona (Equador).

Com 13 gols marcados em duas partidas, o alvirrubro carioca teve uma excelente média de 6,5 gols por peleja. Os artilheiros foram Zizinho (4), Décio Esteves (3), Zózimo (2), Mário, Hilton Vaccari, Nívio e Jurado contra.

Com as duas vitórias, o Bangu se sagrou campeão do Torneio Triangular de Guayaquil. Não sabemos o resultado do encontro entre as duas equipes locais.

O time-base campeão: Nadinho; Darci Faria, Joel, Nilton dos Santos e Haroldo; Zózimo, Calazans, Hilton Vaccari e Zizinho; Décio Esteves e Nívio. Técnico: Gentil Cardoso.


A Campanha

  • 5-1 Emelec (Equador)
  • 8-1 Barcelona (Equador)

Maricá e Pérolas Negras Decidem Copa Rio de 2021

A Copa Rio de 2021 realizou suas semifinais e Maricá e Pérolas Negras conseguiram seus passes para a grande final da competição.

Curiosamente nenhum dos finalistas pertence à primeira divisão de profissionais e disputarão uma competição nacional oficial pela primeir avez em suas histórias na temporada 2022.


4ª Fase

Jogos de Ida

30/09/2021

  • Pérolas Negras 3-0 Americano

16/10/2021

  • Maricá 2-0 Madureira

Jogos de Volta

13/10/2021

  • Americano 3-1 * Pérolas Negras

20/10/2021

  • Madureira 2-2 * Maricá

quarta-feira, 20 de outubro de 2021

Bangu AC Campeão do Quadrangular de Recife de 1961

Em Janeiro de 1961, o Bangu foi convidado a encarar os três grandes de Recife (PE) e não perdoou: bateu Náutico (PE) e Sport (PE) e segurou o empate com o Santa Cruz (PE) para conquistar o Quadrangular de Recife de 1961.


Os Participantes

  • GB: Bangu.
  • PE: Náutico, Santa Cruz e Sport.


Torneio Quadrangular do Recife

1ª Rodada

13/01/1961
  • (PE) Sport 4-0 Santa Cruz (PE)
  • (PE) Náutico 1-3 Bangu

2ª Rodada

15/01/1961
  • (PE) Sport 2-1 Náutico (PE)
  • (PE) Santa Cruz 0-0 Bangu

3ª Rodada

17/01/1961
  • (PE) Santa Cruz 1-1 Náutico (PE)
  • (PE) Sport 1-2 Bangu


Classificação

  • 1º Bangu - 5 - Campeão.
  • 2º Sport - 4
  • 3º Santa Cruz - 2
  • 4º Náutico - 1


A Campanha

  • 3-1 Náutico (PE) - f
  • 0-0 Santa Cruz (PE) - f
  • 2-1 Sport (PE) - f