quarta-feira, 29 de julho de 2020

Bonsucesso FC Campeão Estadual da 2ª Divisão de 1984

O Bonsuça se sagrou campeão estadual da segunda divisão de 1984.

O Bonsucesso conquistou o título e subiu para a primeira divisão ao lado da Portuguesa, vice-campeã.

Os Participantes:
Bonsucesso (Rio de Janeiro)
Cabofriense (Cabo Frio)
Madureira (Rio de Janeiro)
Nacional (Duque de Caxiass)
Portuguesa (Rio de Janeiro)
Rubro (Araruama)
São Cristóvão (Rio de Janeiro)
Siderantim (Barra Mansa)

FC Zenit São Petersburgo Bicampeão Russo de 2018/19/2019/20

O Zenit de São Petersburgo conquistou a Premier League Russa de 2019/20.

A temporada foi marcada pela interrupção da liga por conta do coronavirus.

Além do Zenit, Lokomotiv de Moscou e Krasnodar seguem para a Liga dos Campeões de 2020/21.

Rotor Volgogrado e Khimki sobem para a Premier League em 2020/21.

Classificação:
1º Zenit São Petersburgo - 72 - Campeão + Champions League (fase de grupos).
2º Lokomotiv de Moscou - 57 - Champions League (fase de grupos).
3º Krasnodar - 52 - Champions League (3ª fase).
4º CSKA de Moscou - 50 - Liga Europa (fase de grupos).
5º Rostov - 45 - Liga Europa (3ª fase)
6º Dínamo de Moscou - 41 - Liga Europa (2ª fase).
7º Spartak de Moscou - 39
8º Arsenal Tula - 38
9º Ufa - 38
10º Rubin Kazan - 35
11º Ural Ekaterimburgo - 35
12º Sochi - 33
13º Akhmat Grozny - 31
14º Tambov - 31
15º Krylia Sovetov Samara - 31 - Liga Nacional.
16º Orenburgo - 27 - Liga Nacional.

A Campanha:
2-1 Tambov - c
2-0 Sochi - f
2-0 Orenburgo - f
1-1 Krasnodar - c
2-0 Dínamo de Moscou - f
0-0 Akhmat Grozny - c
0-1 Ufa - f
1-0 Spartak de Moscou - f
3-1 Arsenal Tula - c
5-0 Rubin Kazan - c
0-1 Lokomotiv de Moscou - f
3-1 Ural Ekaterimburgo - f
6-1 Rostov - c
2-0 Krylia Sovetov - f
1-1 CSKA de Moscou - c
1-0 Arsenal Tula - f
2-1 Rubin Kazan - f
1-0 Spartak de Moscou - c
3-0 Dínamo de Moscou - c
0-0 Lokomotiv de Moscou - c
0-0 Ufa - c
7-1 Ural Ekaterimburgo - c
4-0 CSKA de Moscou - f
2-1 Krylia Sovetov - c
2-1 Tambov - f
4-2 Krasnodar - f
2-1 Sochi - c
1-1 Akhmat Grozny - f
4-1 Orenburgo - c
2-1 Rostov - f

Os Campeões:
1992 - FC Spartak Moscou
1993 - FC Spartak Moscou
1994 - FC Spartak Moscou
1995 - FC Spartak Vladikavkaz
1996 - FC Spartak Moscou
1997 - FC Spartak Moscou
1998 - FC Spartak Moscou
1999 - FC Spartak Moscou
2000 - FC Spartak Moscou
2001 - FC Spartak Moscou
2002 - FC Lokomotiv Moscou
2003 - PFC CSKA Moscou
2004 - FC Lokomotiv Moscou
2005 - PFC CSKA Moscou
2006 - PFC CSKA Moscou
2007 - FC Zenit São Petersburgo
2008 - FC Rubin Kazan
2009 - FC Rubin Kazan
2010 - FC Zenit São Petersburgo
2011/12 - FC Zenit São Petersburgo
2012/13 - PFC CSKA Moscou
2013/14 - PFC CSKA Moscou
2014/15 - FC Zenit São Petersburgo
2015/16 - PFC CSKA Moscou
2016/17 - FC Spartak Moscou
2017/18 - FC Lokomotiv Moscou
2018/19 - FC Zenit São Petersburgo
2019/20 - FC Zenit São Petersburgo

Ranking:
1º FC Spartak Moscou - 10
2º PFC CSKA Moscou - 6
2º FC Zenit São Petersburgo - 6
4º FC Lokomotiv Moscou - 3
5º FC Rubin Kazan - 2
6º FC Spartak Vladikavkaz - 1

terça-feira, 28 de julho de 2020

CR Vasco da Gama Campeão Brasileiro de 1974

O Vasco da Gama se sagrou campeão brasileiro de 1974. Trata-se do primeiro título carioca no formato de uma liga, um campeonato nacional.

Vale lembrar que o Botafogo já havia ganho a Taça Brasil de 1968 e o Fluminense faturara o Torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1970 - ambos hoje são reconhecidos como títulos brasileiros.

O time-base campeão: Andrada; Fidélis, Miguel, Moisés, Alfinete; Alcir, Jorginho Carvoeiro, Zanata; Ademir, Roberto Dinamite, Luís Carlos. Técnico: Mário Travaglini.

Os Participantes:
AL: CSA.
AM: Nacional e Rio Negro.
BA: Bahia e Vitória.
CE: Ceará e Fortaleza.
DF: CEUB.
ES: Desportiva.
GB: America, Botafogo, Flamengo, Fluminense, Olaria e Vasco da Gama.
MA: Sampaio Corrêa.
MT: Operário.
MG: América, Atlético e Cruzeiro.
PA: Paysandú e Remo.
PR: Atlético e Coritiba.
PE: Náutico, Santa Cruz e Sport.
PI: Tiradentes.
RN: América.
RS: Grêmio e Internacional.
SC: Avaí.
SE: Itabaiana.
SP: Corinthians, Guarani, Palmeiras, Portuguesa, Santos e São Paulo.

1ª Fase:
1ª Rodada:
09/03/74
Vasco da Gama 2-0 Coritiba
Bahia 2-1 Paysandú
Palmeiras 4-3 Santa Cruz
Ceará 1-1 Rio Negro
10/03/74
Fluminense 1-1 America
Grêmio 1-0 Olaria
Desportivo 1-0 Itabaiana
Atlético/PR 1-0 Internacional
Vitória 1-2 Tiradentes
Remo 2-2 Botafogo
Sampaio Corrêa 1-2 Flamengo
América/RN 1-1 Avaí
Cruzeiro 0-0 Guarani
Náutico 2-0 Atlético/MG
Santos 1-2 Portuguesa/SP
Fortaleza 2-0 América/MG
Nacional/AM 0-1 São Paulo
CEUB 1-2 Corinthians
Goiás 1-0 Sport
Operário/MT 3-2 CSA

2ª Rodada:
13/03/74
Fluminense 2-1 Itabaiana
Grêmio 2-0 Atlético/PR
Desportiva 0-0 Vasco da Gama
Avaí 1-2 Internacional
Vitória 0-0 Olaria
Paysandú 3-1 Botafogo
Tiradentes 0-1 America
Sampaio Corrêa 2-2 Bahia
América/RN 0-2 Flamengo
Goiás 0-0 Corinthians
Operário/MT 1-0 Palmeiras
Cruzeiro 1-0 Náutico
Sport 1-0 Atlético/MG
Rio Negro 2-4 São Paulo
CEUB 1-0 Fortaleza
14/03/74
Remo 2-3 Coritiba
Nacional/AM 1-1 Santa Cruz

3ª Rodada:
16/03/74
Botafogo 0-0 Olaria
Vitória 2-2 Atlético/PR
Coritiba 0-2 Grêmio
São Paulo 1-1 Guarani
Altético/MG 0-0 Rio Negro
17/03/74
Flamengo 1-1 Vasco da Gama
Internacional 5-1 Paysandú
Bahia 1-1 Remo
Tiradentes 0-0 Fluminense
Sampaio Corrêa 1-0 America
Desportiva 1-0 Avaí
América/RN 2-0 Itabaiana
Corinthians 0-0 Palmeiras
Santa Cruz 1-3 Cruzeiro
Fortaleza 2-1 Náutico
Nacional/AM 1-1 Ceará
América/MG 0-2 Santos
CEUB 0-0 Portuguesa/SP
Goiás 4-0 CSA
Operário/MT 1-1 Sport

4ª Rodada:
20/03/74
Botafogo 3-1 Atlético/PR
Coritiba 0-1 América/RN
Avaí 0-1 Grêmio
Bahia 1-0 Olaria
Remo 1-2 Vasco da Gama
Sampaio Corrêa 3-1 Fluminense
Itabaiana 1-2 Internacional
America 1-2 Vitória
São Paulo 1-1 Náutico
Sport 0-0 Cruzeiro
Ceará 0-1 Guarani
América/MG 2-0 Rio Negro
CEUB 1-3 Santos
CSA 0-5 Atlético/MG 
Portuguesa 2-1 Fortaleza
Santa Cruz 2-1 Goiás


5ª Rodada:
23/03/74
Flamengo 4-0 Tiradentes
Atlético/PR 1-0 Desportiva
Fluminense 2-3 Olaria
Grêmio 1-2 Internacional
Coritiba 3-2 Botafogo
B ahia 1-1 Vitória
Paysandú 0-0 Vasco da Gama
Sampaio Corrêa 1-0 Avaí
América/RN 1-3 America
Itabaiana 1-0 Remo
Náutico 2-0 Operário/MT
Corinthians 3-1 América/MG
Guarani 2-2 Santos
Cruzeiro 1-3 Atlético/MG
Santa Cruz 0-0 São Paulo
Ceará 1-1 Fortaleza
Rio Negro 0-4 Palmeiras
CEUB 1-0 Sport
Goiás 0-0 Portuguesa/SP
CSA 1-2 Nacional/AM

Jogos Antecipados:
27/03/74
Tiradentes 3-0 Américan/RN
Portuguesa/SP 3-0 Operário/MT
Santa Cruz 3-0 CSA
Nacional/AM 2-1 Palmeiras
América/MG 2-1 Ceaerá

6ª Rodada:
30/03/74
Bahia 0-2 Flamengo
Vasco da Gama 0-0 Botafogo
Internacional 2-0 Tiradentes
Atlético/PR 3-0 Fluminense
Avaí 3-0 Remo
Paysandú 1-1 Grêmio
Sampaio Corrêa 0-2 Coritiba
Itabaiana 1-3 America
Desportiva 1-1 Vitória
Guarani 3-0 Goiás
Atlético/MG 1-1 América/MG
Náutico 1-1 Santos
Ceará 0-1 Corinthians
CEUB 1-1 Santa Cruz
CSA 0-0 Portuguesa
Operário/MT 1-0 Fortaleza
31/03/74
Rio Negro 0-0 Cruzeiro

Jogos Antecipados:
03/04/74
São Paulo 2-0 Ceará
Santa Cruz 2-3 América/MG
Fortaleza 3-0 Guarani
Náutico 0-0 Nacional/AM

7ª Rodada:
03/04/74
Vasco da Gama 0-0 Bahia
06/04/74
Flamengo 2-1 America
Grêmio 1-0 Remo
Coritiba 3-2 Tiradentes
Avaí 2-2 Fluminense
Vitória 1-1 América/RN
Paysandú 1-1 Atlético/PR
Sampaio Corrêa 1-1 Internacional
Desportiva 2-3 Botafogo
Corinthians 2-2 Portuguesa/SP
Cruzeiro 3-0 Nacional/AM
Sport 1-1 Santos
Fortaleza 2-1 Goiás
CEUB 2-4 Atlético/MG
CSA 0-1 Guarani
Operário/MT 0-2 São Paulo
Rio Negro 2-1 Náutico

Jogos Antecipados:
10/04/74
São Paulo 2-1 Sport
Cruzeiro 1-1 Portuguesa
Ceará 2-1 CEUB

8ª Rodada:
10/04/74
Olaria 1-2 América/RN
13/04/74
Fluminense 0-1 Grêmio
Internacional 1-1 Flamengo
Coritiba 0-1 America
Vitória 0-0 Vasco da Gama
Remo 2-2 Olaria
Itabaiana 2-1 Botafogo
Desportiva 0-0 Paysandú
Avaí 1-0 Atlético/PR
Santos 1-0 Cruzeiro
Guarani 2-1 Nacional/AM
Atlético/MG 2-1 Corinthians
Santa Cruz 0-0 Portuguesa/SP
Fortaleza 2-1 Palmeiras
CSA 1-0 CEUB
Operário/MT 1-1 Rio Negro
14/04/74
Tiradentes 3-0 Bahia

Jogos Antecipados:
16/04/74
Portuguesa/SP 0-0 América/MG
Sport 1-0 Náutico
17/04/74
Nacional/AM 0-2 CEUB
  
Jogo Antecipado:
16/04/74
Botafogo 5-1 Avaí

9ª Rodada:
20/04/74
Internacional 3-0 Desportiva
Paysandú 2-0 Olaria
Tiradentes 0-0 Remo
Sampaio Corrêa 0-3 Vitória
América/RN 0-2 Grêmio
Palmeiras 0-4 Santos
Atlético/MG 1-0 Operário/MT
Náutico 2-0 Corinthians
Ceará 1-0 Santa Cruz
Goiás 0-1 Cruzeiro
21/04/74
Vasco da Gama 1-2 Fluminense
Atlético/PR 1-2 Flamengo
Avaí 0-2 America
Bahia 1-1 Coritiba
Rio Negro 1-0 Guarani
CSA 0-0 São Paulo

Jogos Antecipado:
23/04/74
Corinthians 1-0 Operário/MT
24/04/74
Flamengo 4-0 Desportiva
Sport 1-1 Portuguesa
Rio Negro 1-0 Fortaleza
América/MG 0-1 Nacional/AM
 
10ª Rodada:
24/04/74
Paysandú 1-2 Vitória
27/04/74
Botafogo 1-1 America
Grêmio 2-0 Sampaio Corrêa
Coritiba 1-1 Olaria
Avaí 0-1 Flamengo
Bahia 0-0 Internacional
Remo 1-1 Fluminense
América/RN 2-3 Vasco da Gam
Itabaiana 1-0 Atlético/PR
Desportiva 1-0 Tiradentes
São Paulo 0-0 Portuguesa
Guarani 1-0 Santa Cruz
Cruzeiro 1-0 CEUB
Sport 1-4 Corinthians
Ceará 1-2 Atlético/MG
CSA 0-1 Náutico
Operário/MT 1-0 América/MG
28/04/74
Nacional/AM 0-1 Santos

11ª Rodada:
02/05/74
Fluminense 2-0 Paysandú
Santos 3-0 Rio Negro
04/05/74
Flamengo 0-0 Olaria
Grêmio 2-1 America
Atlético/PR 1-0 Bahia
Vitória 3-0 Avaí
Remo 1-0 Internacional
Tiradentes 2-1 Botafogo
Sampaio Corrêa 0-0 América/RN
Itabaiana 0-3 Vasco da Gama
Desportiva 0-1 Coritiba
Corinthians 1-1 Guarani
Náutico 2-1 Ceará
Fortaleza 3-3 Sport
América/MG 0-0 São Paulo
CEUB 0-0 Goiás
CSA 0-2 Palmeiras
Operário/MT 3-0 Santa Cruz
Nacional/AM 0-2 Atlético/MG

Jogos Antecipados:
08/05/74
Coritiba 3-0 Itabaiana
Desportiva 2-1 Sampaio Corrêa
Tiradentes 0-0 Paysandú
Palmeiras 0-0 Guarani
Sport 0-2 Nacional/AM
América/MG 1-0 Goiás
Operário/MT 0-0 CEUB

12ª Rodada:
08/05/74
Vasco da Gama 0-0 Olaria
11/05/74
Flamengo 1-0 Grêmio
Internacional 1-1 Vitória
Atlético/PR 2-0 Remo
Avaí 0-0 Tiradentes
Bahia 1-0 America
Paysandú 1-0 Coritiba
Sampaio Corrêa 1-1 Botafogo
América/RN 1-0 Fluminense
Corinthians 0-1 Cruzeiro
Sport 2-2 América/MG
Ceará 2-1 Portuguesa/SP
Goiás 3-2 Santos
12/05/74
Atlético/MG 0-1 Fortaleza
Rio Negro 2-0 Santa Cruz
29/05/74
CEUB 1-1 São Paulo

13ª Rodada:
27/03/74
America 2-0 Desportiva
15/05/74
Botafogo 2-3 Internacoonal
Atlético/PR 4-0 Olaria
Vitória 0-0 Fluminense
Paysandú 0-0 Flamengo
Tiradentes 0-1 Vasco da Gama
América/RN 0-1 Bahia
Itabaiana 0-1 Grêmio
São Paulo 1-2 Atlético/MG
Náutico 1-1 Guarani
Fortaleza 0-2 Santos
Rio Negro 1-1 Corinthians
Goiás 3-1 Ceará
CSA 0-1 Cruzeiro
16/05/74
Remo 2-0 Sampaio Corrêa
Palmeiras 1-0 América/MG

14ª Rodada:
18/05/74
America 3-0 Internacional
Flamengo 0-0 Fluminense
Grêmio 4-0 Tiradentes
Coritiba 0-1 Atlético/PR
Avaí 0-2 Olaria
Vitória 3-1 Botafogo
Remo 0-0 Paysandú
Sampaio Corrêa 2-0 Vasco da Gama
América/RN 0-0 Desportiva
Itabaiana 0-1 Bahia
Portuguesa/SP 2-2 Atlético/MG
Corinthians 1-1 Santos
Guarani 1-1 Sport
Cruzeiro 2-2 América/MG
Náutico 0-0 Santa Cruz
Fortaleza 1-1 São Paulo
Nacional/AM 1-1 Rio Negro
CEUB 1-1 Palmeiras
Goiás 0-0 Operário/MT
CSA 1-3 Ceará

Jogos Antecipados:
22/05/74
Vitória 2-0 Itabaiana
América/RN 0-1 Atlético/PR
Santos 1-0 CSA
Guarani 2-0 CEUB
Sport 1-1 Rio Negro
Goiás 1-1 Palmeiras

15ª Rodada:
25/05/74
Internacional 2-0 Olaria
Coritiba 2-1 Flamengo
Avaí 1-2 Paysandú
Bahia 1-0 Fluminense
Tiradentes 2-2 Atlético/PR
América/RN 1-0 Botafogo
Itabaiana 2-1 Sampaio Corrêa
Desportiva 0-5 Grêmio
Remo 3-1 Vitória
Palmeiras 2-2 Portuguesa
Atlético/MG 0-1 Guarani
Santa Cruz 0-0 Corinthians
Ceará 1-1 Santos
Operário/MT 0-0 Cruzeiro
26/05/74
Vasco da Gama 0-1 America
Nacional/AM 2-0 Fortaleza
Goiás 0-3 São Paulo

Jogos Antecipados:
29/05/74
Vasco da Gama 1-0 Avaí
América/RN 0-0 Paysandú
Fortaleza 1-0 CSA
América/MG 0-3 Náutico
Goiás 2-0 Rio Negro
Sport 1-1 Palmeiras
30/05/74
Olaria 4-0 Itabaiana

16ª Rodada:
01/06/74
Flamengo 3-0 Remo
Corinthians 5-0 Nacional/AM
02/06/74
Botafogo 1-0 Fluminense
Grêmio 1-0 Vasco da Gama
Coritiba 1-1 Internacional
Bahia 1-1 Desportiva
Paysandú 0-1 America
Tiradentes 2-0 Olaria
Sampaio Corrêa 0-1 Atlético/PR
Itabaiana 2-0 Avaí
Santos 1-1 São Paulo
Guarani 3-3 América/MG
Cruzeiro 0-0 Palmeiras
Santa Cruz 3-3 Atlético/MG
Ceará 0-0 Operário/MT
Rio Negro 0-1 Portuguesa/SP
CEUB 0-2 Náutico
CSA 0-1 Sport
  
17ª Rodada:
22/05/74
Olaria 2-0 Sampaio Corrêa
05/06/74
Botafogo 0-0 Bahia
Internacional 3-0 América/RN
Avaí 1-2 Coritiba
Vitória 1-0 Grêmio
Remo 2-4 America
Itabaiana 0-1 Flamengo
Palmeiras 1-1 Ceará
Atlético/MG 3-1 Goiás
Santa Cruz 0-3 Sport
Fortaleza 0-2 Cruzeiro
Nacional/AM 0-1 Portuguesa/SP
CSA 0-3 Corinthians
Operário/MT 1-0 Santos

18ª Rodada:
08/06/74
America 2-0 Olaria
Coritiba 1-1 Vitória
Paysandú 2-0 Itabaiana
Santa Cruz 0-0 Fortaleza
Rio Negro 3-1 CSA
CEUB 0-2 América/MG
09/06/74
Botafogo 0-2 Flamengo
Atlético/PR 1-1 Vasco da Gama
Bahia 0-1 Grêmio
Remo 3-1 Desportiva
Tiradentes 2-0 Sampaio Corrêa
Guarani 1-0 Portuguesa/SP
São Paulo 1-1 Corinthians
Atlético/MG 2-1 Santos
Náutico 0-1 Palmeiras
Ceará 1-1 Cruzeiro
Nacional/AM 1-2 Operário/MT
19/06/74
Internacional 1-1 Fluminense

19ª Rodada:
12/06/74
Fluminense 1-1 Coritiba
Paysandú 1-0 Sampaio Corrêa
Santos 1-1 Santa Cruz
Sport 1-1 Ceará
Rio Negro 1-0 CEUB
Goiás 0-0 Náutico
Palmeiras 1-0 São Paulo
13/06/74
Vasco da Gama 3-1 Internacional
Grêmio 2-2 Botafogo
Altético/PR 1-2 America
Avaí 0-2 Bahia
Vitória 1-0 Flamengo
Remo 2-0 América/RN
Tiradentes 1-0 Itabaiana
Desportiva 0-1 Olaria
América/MG 1-0 CSA
Palmeiras 1-2 Atlético/MG
Cruzeiro 0-1 São Paulo
Náutico 3-1 Portuguesa/SP
Fortaleza 2-0 Corinthians
Nacional/AM 0-3 Goiás
Operário/MG 1-0 Guarani

Classificação:
Grupo A:
1º Grêmio - 30 - 2ª Fase.
2º Flamengo - 29 - 2ª Fase.
3º America - 26 - 2ª Fase.
4º Vitória - 25 - 2ª Fase.
5º Internacional - 24 - 2ª Fase.
6º Atlético/PR - 22 - 2ª Fase.
7º Vasco da Gama - 22 - 2ª Fase.
8º Bahia - 22 - 2ª Fase.
9º Coritiba - 21 - 2ª Fase.
10º Paysandú - 20 - 2ª Fase.
11º Tiradentes - 19
12º Remo - 16
13º Olaria - 16
14º América/RN - 15
15º Botafogo - 15
16º Fluminense - 15 - 2ª Fase.
17º Desportiva - 15
18º Sampaio Corrêa - 12
19º Itabaiana - 10
20º Avaí - 7

Grupo B:
1º Atlético/MG - 26 - 2ª Fase.
2º Cruzeiro - 24 - 2ª Fase.
3º Guarani - 24 - 2ª Fase.
4º São Paulo - 24 - 2ª Fase.
5º Santos - 23 - 2ª Fase.
6º Náutico - 22 - 2ª Fase.
7º Operário/MT - 22 - 2ª Fase.
8º Corinthians - 22 - 2ª Fase.
9º Portuguesa/SP - 21 - 2ª Fase.
10º Fortaleza - 20 - 2ª Fase.
11º Goiás - 20 - 2ª Fase.
12º Palmeiras - 20 - 2ª Fase.
13º Rio Negro - 19
14º Sport - 18
15º América/MG - 16
16º Ceará - 16
17º Nacional/AM - 14 - 2ª Fase.
18º Santa Cruz - 13
19º CEUB - 12
20º CSA - 4

2ª Fase:
1ª Rodada:
30/06/74
Fluminense 0-1 São Paulo
Internacional 1-1 Atlético/PR
Goiás 0-1 Portuguesa/SP
02/07/74
Palmeiras 3-1 Flamengo
Guarani 3-1 Bahia
03/07/74
Cruzerio 4-1 Paysandú
Vitória 1-0 Corinthians
Operário/MT 1-3 Atlético/MG
Nacional/AM 0-0 Vasco da Gama
America 0-2 Santos
Náutico 4-2 Coritiba
Fortaleza 1-3 Grêmio

2ª Rodada:
03/07/74
Goiás 1-1 São Paulo
Internacional 2-0 Fluminense
Atlético/PR 1-1 Portuguesa/SP
06/07/74
Cruzeiro 1-0 Guarani
Paysandú 1-2 Palmeiras
Bahia 1-1 Flamengo
Corinthians 2-2 Nacional/AM
Operário/MT 0-2 Vitória
07/07/74
Grêmio 0-1 Santos
Coritiba 2-0 America
Fortaleza 0-0 Náutico

3ª Rodada:
06/07/74
Internacional 1-1 Goiás
Fluminense 0-1 Atlético/PR
07/07/74
São Paulo 1-1 Portuguesa/SP
10/07/74
Palmeiras 2-1 Guarani
Atlético/MG 0-2 Vasco da Gama
America 0-1 Grêmio
11/07/74
Corinthians 0-0 Operário/MT
13/07/74
Palmeiras 2-0 Bahia
Flamengo 1-3 Cruzeiro
Coritiba 0-0 Fortaleza
15/07/74
Náutico 0-2 Santos

4ª Rodada:
13/07/74
São Paulo 0-0 Atlético/PR
14/07/74
Paysandú 0-1 Guarani
Vasco da Gama 2-0 Corinthians
Atlético/MG 2-2 Vitória
Nacional/AM 0-1 Operário/MT
Portuguesa/SP 0-1 Internacional
Goiás 1-1 Fluminense
17/07/74
Flamengo 6-0 Paysandú
Bahia 0-1 Cruzeiro
Náutico 2-2 America
Grêmio 1-0 Coritiba
18/07/74
Santos 1-1 Fortaleza 

Jogos Adiados:
17/07/74
Atlético/MG 3-0 Nacional/AM
18/07/74
Vitória 0-0 Vasco da Gama

5ª Rodada:
29/06/74
Flamengo 3-0 Guarani
Cruzeiro 2-1 Palmeiras
Bahia 1-1 Paysandú
Vasco da Gama 3-0 Operário/MT
Santos 2-1 Coritiba
Grêmio 2-1 Náutico
Fortaleza 3-0 America
30/06/74
Corinthians 1-0 Atlético/MG
Nacional/AM 1-0 Vitória
17/07/74
Atlético/PR 2-1 Goiás
São Paulo 0-1 Internacional
18/07/74
Fluminense 3-1 Portuguesa/SP
 
Classificação:
Grupo 1:
1º Cruzeiro - 10 - 3ª Fase.
2º Palmeiras - 8
3º Flamengo - 5
4º Guarani - 4
5º Bahia - 2
6º Paysandú - 1

Grupo 2:
1º Vasco da Gama - 8 - 3ª Fase.
2º Vitória - 6
3º Atlético/MG - 5
4º Corinthians - 4
5º Nacional/MG - 4
6º Operário/MT - 3

Grupo 3:
1º Santos - 9 - 3ª Fase.
2º Grêmio - 8
3º Fortaleza - 5
4º Náutico - 4
5º Coritiba - 3
6º America - 1

Grupo 4:
1º Internacional - 8 - 3ª Fase.
2º Atlético/PR - 7
3º São Paulo - 5
4º Portuguesa/SP - 4
5º Fluminense - 3
6º Goiás - 3

3ª Fase:
1ª Rodada:
21/07/74
Vasco da Gama 2-1 Santos
Internacional 1-1 Cruzeiro

2ª Rodada:
24/07/74
Cruzeiro 1-1 Vasco da Gama
Santos 2-1 Internacional

3ª Rodada:
28/07/74
Santos 1-3 Cruzeiro
Vasco da Gama 2-2 Internacional

Classificação:
1º Cruzeiro - 4 - Final.
2º Vasco da Gama - 4 - Final.
3º Santos - 2
4º Internacional - 2

Final:
01/08/74
Vasco da Gama ** 2-1 Cruzeiro

A Campanha:
1ª Fase:
2-0 Coritiba (PR) - c
0-0 Desportiva (ES) - f
1-1 Flamengo (GB) - f
2-1 Remo (PA) - f
0-0 Paysandú (PA) - f
0-0 Botafogo (GB) - c
0-0 Bahia (BA) - c
0-0 Vitória (BA) - f
1-2 Fluminense (GB) - c
3-2 América (RN) - f
3-0 Itabaiana (SE) - f
1-1 Olaria (GB) - c
1-0 Tiradentes (PI) - f
0-2 Sampaio Corrêa (MA) - f
0-1 America (GB) - c
1-0 Avaí (SC) - c
0-1 Grêmio (RS) - f
1-1 Atlético (PR) - f
3-1 Internacional (RS) - c
2ª Fase:
0-0 Nacional (AM) - f
2-0 Atlético (MG) - f
2-0 Corinthians (SP) - c
0-0 Vitória (BA) - f
3-0 Operário (MS) - c
3ª Fase:
2-1 Santos (SP) - c
1-1 Cruzeiro (MG) - f
2-2 Internacional (RS) - c
Final:
2-1 Cruzeiro (MG) - c

Classificação Final:
1º Vasco da Gama - Campeão + Taça Libertadores da América.
2º Cruzeiro - Taça Libertadores da América.
3º Santos
4º Internacional
5º Grêmio
6º Flamengo
7º Atlético/MG
8º Vitória
9º Atlético/PR
10º São Paulo
11º Palmeiras
12º Guarnai
13º America
14º Náutico
15º Corinthians
16º Fortaleza
17º Operário/MT
18º Portuguesa/SP
19º Coritiba
20º Bahia
21º Goiás
22º Paysandú
23º Nacional/AM
24º Fluminense
25º Tiradentes
26º Rio Negro
27º Sport
28º Olaria
29º Remo
30º América/MG
31º Ceará
32º América/RN
33º Botafogo
34º Desportiva
35º Santa Cruz
36º Sampaio Corrêa
37º CEUB
38º Itabaiana
39º Avaí
40º CSA

segunda-feira, 27 de julho de 2020

A Evolução do Escudo do Bonsucesso

O Bonsucesso FC já mudou de escudo algumas vezes desde sua criação.

As iniciais BFC foram mantidas em azul. A flor em vermelho foi alterada. Ela também ganhou um contorno de um escudo para que o escudo do clube ficasse mais parecido com um brasão, como os de outros clubes da cidade.

FC Porto Campeão Português de 2019/20

O Porto conquistou seu vigésimo-nono título da liga portuguesa ao faturar o Campeonato Português de 2019/20.

O Dragão garantiu presença na fase de grupos da Liga dos Campeões de 2020/21.

Farense e Nacional sobem para a primeira divisão de 2020/21 substituindo Portimonense e Desportivo das Aves.

A Campanha:
1-2 Gil Vicente - f
4-0 Vitória de Setúbal - c
2-0 Benfica - f
3-0 Vitória de Guimarães - c
3-2 Portimonense - f
2-0 Santa Clara - c
1-0 Rio Ave - f
3-0 Famalicão - c
1-1 Marítimo - f
1-0 Desportivo das Aves - c
1-0 Boavista - f
2-0 Paços Ferreira - c
1-1 Belenenses - f
3-0 Tondela - c
2-1 Sporting - f
4-2 Moreirense - f
1-2 Braga - c
2-1 Gil Vicente - c
4-0 Vitória de Setúbal - f
3-2 Benfica - c
2-1 Vitória de Guimarães - f
1-0 Portimonense - c
2-0 Santa Clara - f
1-1 Rio Ave - c
1-2 Famalicão - f
1-0 Marítimo - c
0-0 Desportivo das Aves - f
4-0 Boavista - c
1-0 Paços Ferreira - f
5-0 Belenenses - c
3-1 Tondela - f
2-0 Sporting - c
6-1 Moreirense - c
1-2 Braga - f

Classificação:
1º Porto - 82 - Campeão + Champions League (fase de grupos).
2º Benfica - 77 - Champions League (3ª fase).
3º Braga - 60 - Liga Europa (fase de grupos).
4º Sporting - 60 - Liga Europa (3ª fase).
5º Rio Ave - 55 - Liga Europa (2ª fase).
6º Famalicão - 54
7º Vitória de Guimarães - 50
8º Moreirense - 43
9º Santa Clara - 43
10º Gil Vicente - 43
11º Marítimo - 39
12º Boavista - 39
13º Paços Ferreira - 39
14º Tondela - 36
15º Belenenses - 35
16º Vitória de Setúbal - 34
17º Portimonense - 33 - LigaPro.
18º Desportivo das Aves - 17 - LigaPro.

Os Campeões:
1934/35 - FC Porto
1935/36 - SL Benfica
1936/37 - SL Benfica
1937/38 - SL Benfica
1938/39 - FC Porto
1939/40 - FC Porto
1940/41 - Sporting CP
1941/42 - SL Benfica
1942/43 - SL Benfica
1943/44 - Sporting CP
1944/45 - SL Benfica
1945/46 - FC Belenenses
1946/47 - Sporting CP
1947/48 - Sporting CP
1948/49 - Sporting CP
1949/50 - SL Benfica
1950/51 - Sporting CP
1951/52 - Sporting CP
1952/53 - Sporting CP
1953/54 - Sporting CP
1954/55 - SL Benfica
1955/56 - FC Porto
1956/57 - SL Benfica
1957/58 - Sporting CP
1958/59 - FC Porto
1959/60 - SL Benfica
1960/61 - SL Benfica
1961/62 - Sporting CP
1962/63 - SL Benfica
1963/64 - SL Benfica
1964/65 - SL Benfica
1965/66 - Sporting CP
1966/67 - SL Benfica
1967/68 - SL Benfica
1968/69 - SL Benfica
1969/70 - Sporting CP
1970/71 - SL Benfica
1971/72 - SL Benfica
1972/73 - SL Benfica
1973/74 - Sporting CP
1974/75 - SL Benfica
1975/76 - SL Benfica
1976/77 - SL Benfica
1977/78 - FC Porto
1978/79 - FC Porto
1979/80 - Sporting CP
1980/81 - SL Benfica
1981/82 - Sporting CP
1982/83 - SL Benfica
1983/84 - SL Benfica
1984/85 - FC Porto
1985/86 - FC Porto
1986/87 - SL Benfica
1987/88 - FC Porto
1988/89 - SL Benfica
1989/90 - FC Porto
1990/91 - SL Benfica
1991/92 - FC Porto
1992/93 - FC Porto
1993/94 - SL Benfica
1994/95 - FC Porto
1995/96 - FC Porto
1996/97 - FC Porto
1997/98 - FC Porto
1998/99 - FC Porto
1999/00 - Sporting CP
2000/01 - Boavista FC
2001/02 - Sporting CP
2002/03 - FC Porto
2003/04 - FC Porto
2004/05 - SL Benfica
2005/06 - FC Porto
2006/07 - FC Porto
2007/08 - FC Porto
2008/09 - FC Porto
2009/10 - SL Benfica
2010/11 - FC Porto
2011/12 - FC Porto
2012/13 - FC Porto
2013/14 - SL Benfica
2014/15 - SL Benfica
2015/16 - SL Benfica
2016/17 - SL Benfica
2017/18 - FC Porto
2018/19 - SL Benfica
2019/20 - FC Porto

Ranking:
1º SL Benfica - 37
2º FC Porto - 29
3º Sporting CP - 18
4º FC Benelenses - 1
4º Boavista FC - 1

sábado, 25 de julho de 2020

Paris Saint-Germain FC Campeão da Coupe de France de 2019/20

O Paris Saint-Germain FC não teve dificuldades para conquistar a Coupe de France de 2019/20.

O gol do título foi marcado por Neymar, aos 14 minutos do primeiro tempo.

A final foi disputada no estádio Saint-Denis, nos arredores de Paris. Cerca de 5 mil pessoas acompanharam a partida.

A Campanha:
1ª Fase:
Isento.
2ª Fase:
Isento.
3ª Fase:
Isento.
4ª Fase:
Isento.
5ª Fase:
Isento.
6ª Fase:
Isento.
7ª Fase:
Isento.
8ª Fase:
Isento.
9ª Fase:
6-0 Linas-Montihéry - f
10ª Fase:
1-0 Lorient - f
11ª Fase:
2-0 Pau - f
12ª Fase:
6-1 Dijon - f
13ª Fase:
5-1 Lyon - f
Final:
1-0 Saint-Étienne - c

Os Campeões:
1917/18 - Olympique de Pantin*
1918/19 - CASG Paris
1919/20 - CA Paris-Charenton
1920/21 - Red Star FC
1921/22 - Red Star FC
1922/23 - Red Star FC
1923/24 - O Marselha
1924/25 - CASG Paris
1925/26 - O Marselha
1926/27 - O Marselha
1927/28 - Red Star FC
1928/29 - Montpellier HSC
1929/30 - FC Sète
1930/31 - C Français
1931/32 - AS Cannes
1932/33 - Excelsior ACR
1933/34 - FC Sète
1934/35 - O Marselha
1935/36 - RC Paris*
1936/37 - FC Sochaux
1937/38 - O Marselha
1938/39 - RC Paris*
1939/40 - RC Paris*
1940/41 - FCG Bordeaux
1941/42 - Red Star FC
1942/43 - O Marselha
1943/44 - EF Nancy-Lorraine
1944/45 - RC Paris*
1945/46 - Lille OSC
1946/47 - Lille OSC
1947/48 - Lille OSC
1948/49 - RC Paris*
1949/50 - Stade de Reims
1950/51 - RC Estrasburgo
1951/52 - OGC Nice
1952/53 - Lille OSC
1953/54 - OGC Nice
1954/55 - Lille OSC
1955/56 - CS Sedan
1956/57 - Toulouse FC
1957/58 - Stade de Reims
1958/59 - Le Havre AC
1959/60 - AS Mônaco
1960/61 - CS Sedan
1961/62 - AS Saint-Étienne
1962/63 - AS Mônaco
1963/64 - O Lyonnais
1964/65 - Stade Rennais
1965/66 - RC Estrasburgo
1966/67 - O Lyonnais
1967/68 - AS Saint-Étienne
1968/69 - O Marselha
1969/70 - AS Saint-Étienne
1970/71 - Stade Rennais
1971/72 - O Marselha
1972/73 - O Lyonnais
1973/74 - AS Saint-Étienne
1974/75 - AS Saint-Étienne
1975/76 - O Marselha
1976/77 - AS Saint-Étienne
1977/78 - AS nancy
1978/79 - FC nantes
1979/80 - AS Mônaco
1980/81 - SC Bastia
1981/82 - Paris Saint-Germain FC
1982/83 - Paris Saint-Germain FC
1983/84 - FC Metz
1984/85 - AS Mônaco
1985/86 - FCG Bordeaux
1986/87 - FCG Bordeaux
1987/88 - FC Metzz
1988/89 - O Marselha
1989/90 - Montpellier HSC
1990/91 - AS Mônaco
1991/92 - ----
1992/93 - Paris Saint-Germain FC
1993/94 - AJ Auxerre
1994/95 - Paris Saint-Germain FC
1995/96 - AJ Auxerre
1996/97 - OGC Nice
1997/98 - Paris Saint-Germain FC
1998/99 - FC Nantes
1999/00 - FC Nantes
2000/01 - RC Estrasburgo
2001/02 - FC Lorient
2002/03 - AJ Auxerre
2003/04 - Paris Saint-Germain FC
2004/05 - AJ Auxerre
2005/06 - Paris Saint-Germain FC
2006/07 - FC Sochaux
2007/08 - O Lyonnais
2008/09 - EA Guingamp CA
2009/10 - Paris Saint-Germain FC
2010/11 - Lille OSC
2011/12 - O Lyonnais
2012/13 - FCG Bordeaux
2013/14 - EA Guingamp CA
2014/15 - Paris Saint-Germain FC
2015/16 - Paris Saint-Germain FC
2016/17 - Paris Saint-Germain FC
2017/18 - Paris Saint-Germain FC
2018/19 - Stade Rennais
2019/20 - Paris Saint-Germain FC
*=Antigo nome do RC France Colombes.

Ranking:
1º Paris Saint-Germain - 13
2º O Marselha - 10
3º AS Saint-Étienne - 6
3º LOSC Lille - 6
5º AS Mônaco - 5
5º RC Paris - 5
5º Olympique Lyonnais - 5
5v Red Star - 5
9º AJ Auxerre - 4
9º Girondins de Bordeaux - 4
11º FC Nantes - 3
11º RC Estrasburgo - 3
11º OGC Nice - 3
14º FC Sète - 2
14º Stade Rennais - 2
14º CS Sedan Ardennes - 2
14º FC Sochaux-Montbéliard - 2
14º Montpellier HSC - 2
14º Stade de Reims - 2
14º FC Metz - 2
14º En Avant de Guingampp - 2
14º CA Sports généraux - 2
23º Olympique de Paris - 1
23º SC Bastia - 1
23º CA Paris - 1
23º Le Havre AC - 1
23º Club Français - 1
23º AS Cannes - 1
23º EAC Roubaix - 1
23º EF Nancy-Lorraine - 1
23º Toulouse FC - 1
23º AS Nancy-Lorraine - 1
23º FC Lorient - 1

quarta-feira, 22 de julho de 2020

Estádio Giulitte Coutinho

O America deixou de ser um clube carioca. Pelo menos seu estádio de futebol não fica mais no Rio de Janeiro, apesar da sede social ainda estar localizada na Tijuca.

O Estádio Giulitte Coutinho fica em Mesquita, no bairro de Édson Passos.

Giulitte Coutinho foi um ex-presidente da CBF e foi homenageado com o nome do estádio. Ele era um presidente de honra do America, além de torcedor do rubro.

A construção do estádio se deu após a venda do terreno do estádio Wolney Braune pelo America. Ali se construiu um centro comercial. Em contrapartida, os americanos ganharam dinheiro e o estádio de Edson Passos.

A arena americana foi inaugurada em 23 de janeiro 2000 com vitória do America por 3 a 1 sobre a seleção carioca.

A capacidade de público é de 13.554 torcedores mas o recorde não chegou a dez mil. Em 08 de fevereiro de 2004, 9.009 pessoas pagaram para ver America 4-3 Flamengo pelo Campeonato Estadual.

O estádio poderá ser ampliado, caso necessário, para receber até 32 mil torcedores.







sábado, 18 de julho de 2020

Daniele Hypólito Inicia Quarta Passagem pelo Flamengo

Daniele Hypólito é a ginasta mais completa do Brasil de todos os tempos. Ela foi apresentada em 18 de julho como novo reforço da ginástica artística rubro-negra.

Sua volta á Gávea faz com que ela viva três desejos: treinar ao lado de companheiras da seleção brasileira, estar sob o comando de Georgette Vidor e encerrar a carreira no clube de coração. Quem sabe ela não se torna treinadora do Flamengo no futuro?

Pela seleção brasileira ela ganhou uma medalha de prata de Campeonato Mundial; três pratas e sete bronzes nos Jogos Pan-Americanos; e seis ouros, sete pratas e dois bronzes em Campeonatos Pan-Americanos.



Os Clubes de Daniele Hypólito

  • 1992 a 1993 - SESI Santo André (SP).
  • 1994 a 2002 - CR Flamengo.
  • 2003 a 2007 - CEGIN (PR).
  • 2008 a 2012 - CR Flamengo.
  • 2013 a 2015 - CEGIN (PR)
  • 2016 - CR Flamengo.
  • 2017 a 2019 - São Bernardo do Campo (SP)
  • 2020 - CR Flamengo

Os títulos já conquistados pelo Flamengo e as medalhas de ouro, prata e bronze conquistadas no Campeonato Brasileiro de Ginástica são muitas.

Todos os Jogos do Mister Jorge Jesus no Comenado do Flamengo

O técnico "Mister" Jorge Jesus anunciou esta semana que está trocando o Flamengo pelo Benfica (Portugal). Você conhece os números do Mister Jorge Jesus no Mais Querido do Brasil?

Confira abaixo o resumo que preparamos. Todos os jogos, algumas estatísticas e os títulos conquistados.

Todos os Jogos de Jorge Jesus no Flamengo

  • 10 de julho de 2019: 1-1 Athletico (PR) - f - Copa do Brasil
  • 14 de julho de 2019: 6-1 Goiás (GO) - c - Brasileirão.
  • 17 de julho de 2019: 1-1 Athletico (PR) - c (1-3) - Copa do Brasil
  • 21 de julho de 2019: 1-1 Corinthians (SP) - f - Brasileirão
  • 24 de julho de 2019: 0-2 Emelec (Equador) - f - Taça Libertadores da América
  • 28 de julho de 2019: 3-2 Botafogo (RJ) - c - Brasileirão
  • 31 de julho de 2019: 2-0 Emelec (Equador) - c (4-2) - Taça Libertadores da América
  • 04 de agosto de 2019: 0-3 Bahia (BA) - f - Brasileirão
  • 10 de agosto de 2019: 3-1 Grêmio (RS) - c - Brasilerião
  • 17 de agosto de 2019: 4-1 Vasco da Gama (RJ) - f - Brasileirão
  • 21 de agosto de 2019: 2-0 Internacional (Brasil) - c - Taça Libertadores da América
  • 24 de agosto de 2019: 3-0 Ceará (CE) - f - Brasileirão
  • 28 de agosto de 2019: 1-1 Internacional (Brasil) - f - Taça Libertadores da América
  • 01 de setembro de 2019: 3-0 Palmeiras (SP) - c - Brasileirão
  • 07 de setembro de 2019: 3-0 Avaí (SC) - f - Brasileirão
  • 14 de setembro de 2019: 1-0 Santos (SP) - c- Brasileirão
  • 21 de setembro de 2019: 2-1 Cruzeiro (MG) - f - Brasileirão
  • 25 de setembro de 2019: 3-1 Internacional (RS) - c - Brasileirão
  • 28 de setembro de 2019: 0-0 São Paulo (SP) - c - Brasileirão
  • 02 de outubro de 2019: 1-1 Grêmio (Brasil) - f - Taça Libertadores da América
  • 06 de outubro de 2019: 1-0 Chapecoense (SC) - f - Brasileirão
  • 10 de outubro de 2019: 3-1 Atlético (MG) - c - Brasileirão
  • 13 de outubro de 2019: 2-0 Athletico (PR) - f - Brasileirão
  • 16 de outubro de 2019: 2-1 Fortaleza (CE) - f - Brasileirão
  • 20 de outubro de 2019: 2-0 Fluminense (RJ) - c - Brasileirão
  • 23 de outubro de 2019: 5-0 Grêmio (Brasil) - c - Taça Libertadores da América
  • 27 de outubro de 2019: 1-0 CSA (AL) - c - Brasileirão
  • 31 de outubro de 2019: 2-2 Goiás (GO) - f - Brasileirão
  • 03 de novembro de 2019: 4-1 Corinthians (SP) - c - Brasileirão
  • 07 de novembro de 2019: 1-0 Botafogo (RJ) - f - Brasileirão
  • 13 de novembro de 2019: 4-4 Vasco da Gama (RJ) - c - Brasileirão
  • 17 de novembro de 2019: 1-0 Grêmio (RS) - f - Brasileirão
  • 23 de novembro de 2019: 2-1 River Plate (Argentina) - n - Taça Libertadores da América
  • 27 de novembro de 2019: 4-1 Ceará (CE) - c - Brasileirão
  • 01 de dezembro de 2019: 3-1 Palmeiras (SP) - f - Brasileirão
  • 05 de dezembro de 2019: 6-1 Avaí (SC) - c - Brasileirão
  • 08 de dezembro de 2019: 0-4 Santos (SP) - f - Brasileirão
  • 17 de dezembro de 2019: 3-1 Al Hilal (Arábia Saudita) - n - Mundial Interclubes.
  • 21 de dezembro de 2019: 0-0 Liverpool (Inglaterra) - n (0-1) - Mundial Interclubes.
  • 03 de fevereiro de 2020: 3-1 Resende FC - f - Campeonato Estadual.
  • 08 de fevereiro de 2020: 2-0 Madureira - c - Campeonato Estadual
  • 12 de fevereiro de 2020: 3-2 Fluminense (RJ) - f - Campeonato Estadual
  • 16 de fevereiro de 2020: 3-0 Athletico (PR) - n - Supercopa do Brasil
  • 19 de fevereiro de 2020: 2-2 Independiente del Valle (Equador) - f - Recopa Sul-Americana
  • 22 de fevereiro de 2020: 2-1 Boavista (RJ) - f - Campeonato Estadual
  • 26 de fevereiro de 2020: 3-0 Independiente del Valle (Equador) - c - Recopa Sul-Americana
  • 29 de fevereiro de 2020: 4-1 Cabofriense (RJ) - f - Campeonato Estadual
  • 04 de março de 2020: 2-1 Atlético Júnior (Colômbia) - f - Taça Libertadores da América
  • 07 de março de 2020: 3-0 Botafogo (RJ)- c - Campeonato Estadual
  • 11 de março de 2020: 3-0 Barcelona (Equador) - c - Taça Libertadores da América
  • 14 de março de 2020: 2-1 Portuguesa (RJ) - c - Campeonato Estadual
  • 18 de junho de 2020: 3-0 Bangu (RJ) - f - Campeonato Estadual
  • 01 de julho de 2020: 2-0 Boavista (RJ) - c - Campeonato Estadual
  • 05 de julho de 2020: 2-0 Volta Redonda (RJ) - c - Campeonato Estadual
  • 08 de julho de 2020: 1-1 Fluminense (RJ) - f (2-3) - Campeonato Estadual
  • 12 de julho de 2020: 2-1 Fluminense (RJ) - f - Campeonato Estadual.
  • 15 de julho de 2020: 1-0 Fluminense (RJ) - c - Campeonato Estadual.

Numeros Totais

  • Vitórias: 41
  • Empates: 11
  • Derrotas: 3
  • Vitórias nos pênaltis: 1
  • Derrotas nos pênaltis: 2
  • Vitórias em prorrogações: 0.
  • Derrotas em prorogações: 1.
  • Maior Goleada: 6-1 Avaí (SC) e 6-1 Goiás (GO).
  • Pior Goleada: 0-4 Santos (SP)
  • Maior Empate: 4-4 Vasco da Gama.
  • Títulos Conquistados: Taça Libertadores da América de 2019; Brasileirão de 2019; Supercopa do Brasil de 2020; Recopa Sul-Americana de 2020; Campeonato Estadual de 2020; e Taça Guanabara de 2020.

Aumento de Clubes no Campeonato Estadual

A notícia da semana é que o TJD deu liminar à Cabofriense e ao Nova Iguaçu cancelando o rebaixamento por causa do covid.

De tempos em tempos surgem desculpas melhores. O que tem o covid a ver com o péssimo desempenho destas equipes dentro de campo? Fato é que se não cassarem a liminar, o Campeonato Estadual de 2021 terá 18 clubes.

O Campeonato Estadual do Rio de Janeiro já teve a importância do Campeonato Brasileiro. Os tempos mudaram.

O futebol em outros estados evoluiu. Times de torcida, como America, São Cristóvão, Canto do Rio, Bonsucesso e Bangu, minguaram.

É preciso enxergar a realidade. O Campeonato Estadual do Rio não comporta mais 16 times, muito menos 18.

Provavelmente nem 12 dá mais! Durante muito tempo este foi o número de participantes da primeira divisão.

É preciso repensar o Campeonato Estadual sem ter medo de cara feia. Muitos clubes não têm capacidade sequer de receber times grandes em seus estádios ou cidades.

O Esporte Rio sugere uma primeira divisão com oito clubes e uma segunda com dez. Dois campeonatos fortes. Isso se é que devemos ainda ter os Estaduais no calendário...

Número de Participantes a cada temporada


  • 1906 - 6
  • 1907 - 4
  • 1908 - 6
  • 1909 - 6
  • 1910 - 6
  • 1911 - 5
  • 1912 - 6 e 8 *
  • 1913 - 10
  • 1914 - 7
  • 1915 - 7
  • 1916 - 7
  • 1917 - 10
  • 1918 - 10
  • 1919 - 10
  • 1920 - 10
  • 1921 - 7 **
  • 1922 - 7 **
  • 1923 - 8 **
  • 1924 - 23 e 8 *
  • 1925 - 10
  • 1926 - 10
  • 1927 - 10
  • 1928 - 11
  • 1929 - 11
  • 1930 - 11
  • 1931 - 11
  • 1932 - 12
  • 1933 - 10 e 6 *
  • 1934 - 5 e 7 *
  • 1935 - 6 e 8 *
  • 1936 - 7 e 6 *
  • 1937 - 12
  • 1939 - 9
  • 1940 - 9
  • 1941 - 10
  • 1942 - 10
  • 1943 - 10
  • 1944 - 10
  • 1945 - 10
  • 1946 - 10
  • 1947 - 11
  • 1948 - 11
  • 1949 - 11
  • 1950 - 11
  • 1951 - 11
  • 1952 - 11
  • 1953 - 12
  • 1954 - 12
  • 1955 - 12
  • 1956 - 12
  • 1957 - 12
  • 1958 - 12
  • 1959 - 12
  • 1960 - 12
  • 1961 - 12
  • 1962 - 13
  • 1963 - 13
  • 1964 - 13
  • 1965 - 8
  • 1966 - 12
  • 1967 - 12
  • 1968 - 12
  • 1969 - 12
  • 1970 - 12
  • 1971 - 12
  • 1972 - 12
  • 1973 - 12
  • 1974 - 12
  • 1975 - 12
  • 1976 - 15
  • 1977 - 15
  • 1978 - 12
  • 1979 - 18
  • 1979 Especial - 10
  • 1980 - 18
  • 1981 - 12
  • 1982 - 12
  • 1983 - 12
  • 1984 - 12
  • 1985 - 12
  • 1986 - 12
  • 1987 - 14
  • 1988 - 12
  • 1989 - 12
  • 1990 - 12
  • 1991 - 24
  • 1992 - 26
  • 1993 - 24
  • 1994 - 12
  • 1995 - 17
  • 1996 - 12
  • 1997 - 12
  • 1998 - 12
  • 1999 - 13
  • 2000 - 14
  • 2001 - 16
  • 2002 - 12
  • 2003 - 12
  • 2004 - 12
  • 2005 - 12
  • 2006 - 12
  • 2007 - 12
  • 2008 - 16
  • 2009 - 16
  • 2010 - 16
  • 2011 - 16
  • 2012 - 16
  • 2013 - 16
  • 2014 - 16
  • 2015 - 16
  • 2016 - 16
  • 2017 - 16
  • 2018 - 16
  • 2019 - 16
  • 2020 - 16
  • 2021 - 18

Obs: * havia mais de uma liga neste ano.
Obs2: ** Oficialmente haviam mais clubes na elite, mas na prática este é o número de times na disputa do título.

Botafogo FR Campeão da Taça dos Campeões de Rio e São Paulo de 1930

O Botafogo foi o grande campeão da Taça dos Campeões de Rio e São Paulo de 1930.

Depois de uma má atuação no primeiro jogo em São Paulo (SP), que resultou num triunfo do Timão por 2 a 0, o Glorioso deu a volta por cima e massacrou os paulistas por 7 a 2.

O time-base do Botafogo era composto por Pedrosa; Benedicto e Octacílio; Pamplona, Martim e Canalli; Ariza, Paulinho, Carvalho Leite, Nilo e Celso.

A Campanha:
0-2 Corinthians (SP) - f
7-1 Corinthians (SP) - c

O Estádio Niélsen Louzada

O estádio Niélsen Louzada foi inaugurado em 09 de maio de 1920 e tem capacidade para 6 mil torcedores. Ele pertence ao Mesquita Futebol Clube.

A arena do Tubarão da Baixada é popularmente conhecida como Louzadão.

Há alguns anos, o Louzadão teve suas arquibancadas tomadas por barracos de uma favela e seus moradores foram despejados.






A Evolição do Escudo do America FC

O America iniciou sua trajetória com uma camisa negra em 1904. O vermelho só foi adotado em 1908.

A ordem dos escudos do Mecão é a seguinte:

  1. Branco com letras pretas de 1904.
  2. Círculo preto com letras brancas de 1906.
  3. A primeira versão em branco e vermelho de 1908.
  4. Segunda versão em vermelho e branco de 1911.
  5. Versão alternativa ao escudo de 1913 com fundo branco e letras em vermelho.
  6. Escudo de 1913 que resistiu ao restante do Século XX.
  7. Modernização no escudo de 2006.

sexta-feira, 17 de julho de 2020

America FC Campeão da Taça dos Campeões de Rio e São Paulo de 1935

A Taça dos Campeões de Rio e São Paulo, como o próprio nome já diz, reunia os campeões estaduais de Rio e São Paulo.

O America conquistou a Taça dos Campeões de Rio e São Paulo de 1935 ao derrotar a Portuguesa (SP) numa melhor de três.

A Campanha

Final

  • 2-3 Portuguesa (SP) - f
  • 1-0 Portuguesa (SP) - c
  • 3-1 Portuguesa (SP) - c


Os Campeões:

  • 1926 - SS Palestra Itália* (SP)
  • 1927 - ----
  • 1928 - ----
  • 1929 - SC Corinthians P  (SP)
  • 1930 - Botafogo FC** 
  • 1931 -  São Paulo FC (SP)
  • 1934 - SS Palestra Itália* (SP)
  • 1935 - America FC
  • 1936 - CR Vasco da Gama
  • 1937 - -----
  • 1938 - -----
  • 1939 - -----
  • 1940 - -----
  • 1941 - SC Corinthians P (SP)
  • 1942 - SE Palmeiras (SP)
  • 1943 - São Paulo FC (SP)
  • 1944 - ----
  • 1945 - São Paulo FC (SP)
  • 1946 - São Paulo FC (SP)
  • 1947 - SE Palmeiras (SP)
  • 1948 - São Paulo FC (SP)
  • 1949 - -----
  • 1950 - -----
  • 1951 - -----
  • 1952 - -----
  • 1953 - São Paulo FC (SP)
  • 1954 - -----
  • 1955 - CR Flamengo
  • 1956 - Santos FC (SP)
  • 1957 - São Paulo FC (SP)
  • 1958 - -----
  • 1959 - -----
  • 1960 - -----
  • 1961 - -----
  • 1962 - -----
  • 1963 - -----
  • 1964 - -----
  • 1965 - -----
  • 1966 - -----
  • 1967 - -----
  • 1968 - ----
  • 1969 - ----
  • 1970 - ----
  • 1971 - ----
  • 1972 - ----
  • 1973 - ----
  • 1974 - ----
  • 1975 - São Paulo FC (SP)
  • 1976 - ----
  • 1977 - ----
  • 1978 - ----
  • 1979 - ----
  • 1980 - São Paulo FC (SP)
  • 1981 - ----
  • 1982 - ----
  • 1983 - ----
  • 1984 - ----
  • 1985 - São Paulo FC (SP)
  • 1986 - AA Internacional (SP)
  • 1987 - São Paulo FC (SP)
  • 1988 - ----
  • 1989 - ----
  • 1990 - ----
  • 1991 - ----
  • 1992 - ----
  • 1993 - ----
  • 1994 - ----
  • 1995 - ----
  • 1996 - ----
  • 1997 - ----
  • 1998 - ----
  • 1999 - ----
  • 2000 - ----
  • 2001 - ----
  • 2002 - ----
  • 2003 - ----
  • 2004 - ----
  • 2005 - ----
  • 2006 - ----
  • 2007 - ----
  • 2008 - ----
  • 2009 - ----
  • 2010 - ----
  • 2011 - ----
  • 2012 - ----
  • 2013 - ----
  • 2014 - ----
  • 2015 - ----
  • 2016 - ----
  • 2017 - ----
  • 2018 - ----
  • 2019 - ----
  • 2020 - ----
* Antigo nome da SE Palmeiras (SP).
** Antigo nome do Botafogo FR.

Ranking da Taça dos Campeões de Rio e São Paulo

  • 1º São Paulo FC - 11
  • 2º SE Palmeiras - 4
  • 3º SC Corinthians P - 2
  • 4º America FC - 1
  • 4º Botafogo FR - 1
  • 4º CR Flamengo - 1
  • 4º AA Internacional - 1
  • 4º Santos FC - 1
  • 4º CR Vasco da Gama - 1

Ranking por Federação da Taça dos Campeões de Rio e São Paulo

  • 1º SP - 19
  • 2º RJ - 4

America FC Campeão da Zona Sul da Taça Brasil de 1961

A Taça Brasil (o Campeonato Brasileiro da época) era regionalizado antes das semifinais. Por isso, havia uma disputa para ser o melhor da chamada região sul, que envolvia clubes do sul e sudeste do país.

Em 1961, o America Football Club conquistou a Zona Sul da Taça Brasil para seguir adiante no torneio.

A Campanha

1ª Fase

  • 0-0 Fonseca - f
  • 3-0 Fonseca - c

2ª Fase

  • 2-1 Cruzeiro (MG) - c
  • 1-1 Cruzeiro (MG) - f

Final

  • 1-1 Palmeiras (SP) - f
  • 2-1 Palmeiras (SP) - c


Os Campeões

  • 1959 - Grêmio FBPA (RS)
  • 1960 - Fluminense FC
  • 1961 - America FC
  • 1962 - SC Internacional (RS)
  • 1963 - Grêmio FBPA (RS)
  • 1964 - C Atlético M (MG)
  • 1965 - Grêmio FBPA (RS)
  • 1966 - Cruzeiro EC (MG)
  • 1967 - ----
  • 1968 - ----
  • 1969 - ----
  • 1970 - ----
  • 1971 - ----
  • 1972 - ----
  • 1973 - ----
  • 1974 - ----
  • 1975 - ----
  • 1976 - ----
  • 1977 - ----
  • 1978 - ----
  • 1979 - ----
  • 1980 - ----
  • 1981 - ----
  • 1982 - ----
  • 1983 - ----
  • 1984 - ----
  • 1985 - ----
  • 1986 - ----
  • 1987 - ----
  • 1988 - ----
  • 1989 - ----
  • 1990 - ----
  • 1991 - ----
  • 1992 - ----
  • 1993 - ----
  • 1994 - ----
  • 1995 - ----
  • 1996 - ----
  • 1997 - ----
  • 1998 - ----
  • 1999 - ----
  • 2000 - ----
  • 2001 - ----
  • 2002 - ----
  • 2003 - ----
  • 2004 - ----
  • 2005 - ----
  • 2006 - ----
  • 2007 - ----
  • 2008 - ----
  • 2009 - ----
  • 2010 - ----
  • 2011 - ----
  • 2012 - ----
  • 2013 - ----
  • 2014 - ----
  • 2015 - ----
  • 2016 - ----
  • 2017 - ----
  • 2018 - ----
  • 2019 - ----
  • 2020 - ----

Ranking da Zona Sul da Taça Brasil

  • 1º Grêmio FBPA - 3
  • 2º Fluminense FC - 1
  • 2º America FC - 1
  • 2º SC Internacional - 1
  • 2º C Atlético M - 1
  • 2º Cruzeiro EC

Ranking da Zona Sul da Taça Brasil por Federação

  • 1º RS - 4
  • 2º RJ - 2
  • 3º MG - 2

As Particiapções do Mesquita na 1ª Divisão

O Mesquita ficou com o vice-campeonato estadual da 2ª Divisão de 1985 (o campeão foi o Campo Grande) e debutou na elite em 1986. O alvinegro jogou entre os grandes dois anos.

Em 2007, o Mesquita foi novamente vice-campeão estadual da 2ª Divisão, perdendo o título para o Resende FC. O time voltou à elite em 2008, onde ficou duas temporadas.

As Campanhas na 1ª Divisão

1986

  • 0-0 Americano - c
  • 0-3 Vasco da Gama - f
  • 0-2 Bangu - c
  • 1-3 Flamengo - c
  • 0-2 Fluminense - c
  • 2-0 America - c
  • 1-2 Botafogo - c
  • 2-1 Portuguesa - f
  • 0-1 Olaria - f
  • 1-1 Campo Grande - c
  • 1-0 Goytacaz - c
  • 1-0 Botafogo - f
  • 0-0 Goytacaz - f
  • 1-1 Fluminense - f
  • 0-3 Bangu - f
  • 0-1 Vasco da Gama - c
  • 1-3 Flamengo - f
  • 0-1 America - f
  • 1-1 Americano - f
  • 1-0 Olaria - c
  • 0-0 Campo Grande - f
  • 0-0 Portuguesa - c

1987

  • 0-0 Cabofriense - c
  • 0-1 Bangu - c
  • 2-2 Campo Grande - c
  • 1-4 Vasco da Gama - f
  • 1-2 Olaria - f
  • 0-0 Flamengo - c
  • 0-0 Porto Alegre - f
  • 0-1 Botafogo - c
  • 1-1 Portuguesa - f
  • 1-1 Fluminense - c
  • 0-0 Goytacaz - c
  • 0-1 America - c
  • 0-0 Americano - c
  • 0-3 Flamengo - f
  • 0-1 Campo Grande - f
  • 0-1 Bangu - f
  • 0-0 Goytacaz - f
  • 0-6 Vasco da Gama - c
  • 0-3 Porto Alegre - c
  • 1-1 Olaria - c
  • 2-1 Americano - f
  • 0-0 Cabofriense - f
  • 0-0 America - f
  • 3-2 Portuguesa - f
  • 0-1 Botafogo - f
  • 0-2 Fluminense - f

2008

  • 0-3 Cabofriense - f
  • 1-0 Resende FC - c
  • 0-3 Vasco da Gama - f
  • 2-6 Botafogo - f
  • 1-1 Friburguense - f
  • 1-1 Madureira - c
  • 0-0 Americano - f
  • 1-3 Volta Redonda - f
  • 1-1 Boavista - c
  • 0-2 Flamengo - f
  • 0-4 Macaé - f
  • 2-2 Cardoso Moreira - c
  • 1-4 Fluminense - f
  • 1-1 America - f
  • 4-2 Duque de Caxias - c

2009

  • 3-1 Bangu - c
  • 0-0 Friburguense - f
  • 0-2 Botafogo - c
  • 1-4 Flamengo - f
  • 1-1 Boavista - f
  • 4-2 Macaé - c
  • 1-2 Volta Redonda - f
  • 2-1 Cabofriense - n
  • 0-1 Americano - n
  • 0-3 Volta Redonda - f
  • 1-5 Americano - f
  • 0-1 Resende FC - c
  • 1-2 Madureira - f
  • 1-2 Vasco da Gama - f
  • 1-2 Tigres - c
  • 2-4 Duque de Caxias - f
  • - Cabofriense

Classificações do Mesquita na Primeira Divisão

  • Taça Guanabara 1986: 10º Lugar.
  • Taça Guanabara 1987: 12º Lugar.
  • Taça Guanabara 2008: 14º Lugar.
  • Taça Guanabara 2009: 10º Lugar.
  • Taça Rio 1986: 9º Lugar.
  • Taça Rio 1987: 12º Lugar.
  • Taça Rio 2008: 15º Lugar.
  • Taça Moisés Mathias de Andrade 2009: 2º Lugar.
  • Estadual 1986: 8º Lugar.
  • Estadual 1987: 13º Lugar.
  • Estadual 2008: 14º Lugar.
  • Estadual 2009: 16º Lugar.

Fotos do Bonsucesso FC

O Bonsucesso Futebol Clube é um daqueles clubes do Rio de Janeiro que tem muita tradição e história para contar. Basta dizer que a primeira foto deste post é do time de 1920.

No futebol, esporte principal da representação da Leopoldina, o Bonsuça é o maior campeão da segunda divisão do Rio de Janeiro, se mantendo à frente de grandes rivais, como Olaria, Portuguesa, São Cristóvão e Campo Grande.


A segunda foto é de 1947, ainda antes da construção do Maracanã.

A terceira foto já é no Estádio Mário Filho. Trata-se da equipe de 1956.

Na sequência temos as fotos dos times do Bonsucesso de 1963, 1966 e 1975.

Na foto de 1975 estão: em pé: Valdir, Nilson, Miguel, Nilo, Silva e Carlos Alberto. Agachados: Naldo, Samarone, Lima, Cabral, Marco Antônio e Abedi.






















Mesquita FC Campeão Estadual da 3ª Divisão de 1981

O Mesquita conquistou o Campeonato Estadual da terceira divisão de 1981 de forma invicta. Foi o primeiro título oficial do tradicional clube da Baixada Fluminense.

O Rubro também conseguiu sua promoção à segunda divisão de 1982 com o vice-campeonato.

A competição teve um formato simples: turno e returno entre todos os participantes.

Os Participantes:
Coelho da Rocha (São João de Meriti)
Cruzeiro (Niterói)
Mesquita
Nacional (Duque de Caxias)
Nova Friburgo
Rio Branco (Campos dos Goytacazes)
Rio das Ostras
Rubro (Araruama)

1ª Rodada:
19/07/81
Rio Branco 0-0 Rubro
Nacional 1-0 Rio das Ostras
Nova Friburgo 1-2 Coelho da Rocha
Cruzeiro 1-1 Mesquita

2ª Rodada:
26/07/81
Mesquita 5-0 Rio Branco
Rubro 1-0 Nacional
Rio das Ostras 4-3 Nova Friburgo
Coelho da Rocha 1-0 Cruzeiro

3ª Rodada:
02/08/81
Nova Friburgo 0-1 Rubro
Cruzeiro 2-1 Rio das Ostras
Mesquita 1-0 Coelho da Rocha
Rio Branco 0-0 Nacional

4ª Rodada:
09/08/81
Rubro 5-0 Cruzeiro
Rio das Ostras 1-3 Mesquita
Coelho da Rocha 1-0 Rio Branco
Nacional 1-0 Nova Friburgo

5ª Rodada:
16/08/81
Coelho da Rocha 4-0 Rio das Ostras
Cruzeiro 0-1 Nacional
Rio Branco 2-0 Nova Friburgo
Mesquita 1-0 Rubro

6ª Rodada:
23/08/81
Rubro 0-0 Coelho da Rocha
Rio das Ostras 0-0 Rio Branco
Nacional 0-1 Mesquita
Nova Friburgo 3-0 Cruzeiro

7ª Rodada:
30/08/81
Rio das Ostras 1-1 Rubro
Cruzeiro 2-2 Rio Branco
Coelho da Rocha 1-0 Nacional
Mesquita 2-1 Nova Friburgo

8ª Rodada:
06/09/81
Rubro 1-0 Rio Branco
Rio das Ostras 1-2 Nacional
Coelho da Rocha 1-0 Nova Friburgo
Mesquita 1-0 Cruzeiro

9ª Rodada:
13/09/81
Nacional 0-3 Rubro
Nova Friburgo 4-3 Rio das Ostras
Cruzeiro 0-2 Coelho da Rocha
Rio Branco 1-2 Mesquita

10ª Rodada:
20/09/81
Rio das Ostras 3-2 Cruzeiro
Coelho da Rocha 1-2 Mesquita
Nacional 3-2 Rio Branco
Rubro 4-1 Nova Friburgo

11ª Rodada:
27/09/81
Cruzeiro 1-4 Rubro
Mesquita 4-2 Rio das Ostras
Rio Branco 1-0 Coelho da Rocha
Nova Friburgo 0-0 Nacional

12ª Rodada:
04/10/81
Rubro 0-1 Mesquita
Rio das Ostras 0-2 Coelho da Rocha
Nacional 0-0 Cruzeiro
Nova Friburgo 1-1 Rio Branco

13ª Rodada:
11/10/81
Coelho da Rocha 0-1 Rubro
Rio Branco 4-6 Rio das Ostras
Mesquita 1-1 Nacional
Cruzeiro 1-1 Nova Friburgo

14ª Rodada:
18/10/81
Rubro 2-1 Rio das Ostras
Nacional 0-1 Coelho da Rocha
Nova Friburgo 1-1 Mesquita
Rio Branco 2-1 Cruzeiro

A Campanha:
1-1 Cruzeiro - f
5-0 Rio Branco - c
1-0 Coelho da Rocha - c
3-1 Rio das Ostras - f
1-0 Rubro - c
1-0 Nacional - f
2-1 Nova Friburgo - c
1-0 Cruzeiro - c
2-1 Rio Branco - f
2-1 Coelho da Rocha - f
4-2 Rio das Ostras - c
1-0 Rubro - f
1-1 Nacional - c
1-1 Nova Friburgo - f

Classificação:
1º Mesquita - 25 - Campeão + 2ª Divisão 1982.
2º Rubro - 21 - 2ª Divisão 1982.
3º Coelho da Rocha - 19
4º Nacional - 14
5º Rio Branco - 11
6º Rio das Ostras - 8
7º Nova Friburgo - 8
8º Cruzeiro - 6

quinta-feira, 16 de julho de 2020

Estádio de Campos Salles

Dos grandes clubes do início do Século XX, o America demorou mais a ter seu próprio estádio. O clube começou no Centro do Rio de Janeiro jogando num campo que pertencia à empresa Estrada de Ferro Rio D'Ouro, que ficava na Rua Pedro Alves.


Mudança de Casa do America

Seu segundo campo foi à Rua São Francisco Xavier 78, na Tijuca. Os dois campos acima não estavam autorizados a receber partidas oficiais, pois não tinham as dimensões ou estruturas adequadas para a época (imagina para hoje).
Por isso, o America precisou mandar seus jogos ora no estádio do Bangu (Rua Ferrer), ora na casa do Fluminense (Laranjeiras - antes Rua Guanabara).

Simultaneamente, o America tampouco teve uma sede fixa. Mudou várias vezes entre 1904 e 1911, quando finalmente construiu seu quartel-general à rua Campos Salles.

Foi neste ano que o America incorporou o Haddock Lobo conseguindo o campo da Rua Haddock Lobo para si.

Com a reestruturação do bairro da Tijuca, o conhecido Campo da Rua Haddock Lobo passou a se chamar Campo da Rua Campos Salles.


Datas Históricas do America em Campos Salles

Entre 1911 e 1961 o America mandou suas partidas ali.

Em 27 de agosto de 1911, o America estreou sua nova casa batendo o Rio Criket por 3 a 1.

Em 12 de outubro de 1912, o Diabo inaugurou a modernização de seu estádio construindo arquibancadas de madeira com um empate em 1 a 1 com o Ypiranga (SP).

Foi neste campo que nasceu o apelido "pó de arroz" para o Fluminense. A torcida rubra descobriu que o atleta Carlos Alberto do Tricolor passava um pó para clarear sua pele.

Em 03 de novembro de 1929, os americanos humilharam o Botafogo por 11 a 2. Até hoje esta é a maior goleada do America.

Os títulos estaduais de 1916, 1928 e 1931 foram comemorados em Campos Salles.

Em 29 de junho de 1952, o America inaugurou suas arquibancadas de cimento com uma vitória sobre o Vasco da Gama por 1 a 0. No Estádio da Rua Campos Salles cabiam agora 25 mil pessoas.

A última partida em Campos Salles aconteceu em 29 de agosto de 1962. O Mecão perdeu para o Olaria por 3 a 1.


Fim do Estádio da Rua Campos Salles

O clube construiu no lugar do estádio sua sede social, com ginásio, quadras e piscinas. A agremiação havia comprado o estádio do Andaraí.

As fotos ilustram a construlão, o desenvolvimento e a demolição do Estádio de Campos Salles. Dizem que o America perdeu parte de sua identidade com a mudança dos jogos da Tijuca para o Andaraí.

Flamengo Desiste do Vôlei Adulto Feminino e Vira Patrocinador do SESC

O Flamengo está fora da Superliga Feminina de Voleibol de 2020/21. A Confederação Brasileira de Voleibol confirmou o rebaixamento da equipe rubro-negra esta semana.

Na prática, se o Mengão quiser voltar deverá começar do zero, passando pela Superliga C, depois Superliga B e finalmente retornar à elite. É que o Flamengo não deverá se inscrever sequer para a segunda divisão com sua prata da casa.


Fusão de Flamengo e SESC Começou em Dezembro


O Esporte Rio já havia anunciado a possibilidade de uma parceria entre SESC e Flamengo desde maio. Na verdade, os primeiros contatos entre as equipes começaram em dezembro.

Mal financeiramente, o SESC acabou com sua equipe masculina de vôlei. No naipe feminino, o clube barateou o elenco. Bernardinho foi forçado a dispensar Tandara e a contratar atletas medianas. O clube carioca ainda precisava bancar os custos do aluguel das quadras de treinos e jogos (normalmente no Tijuca Tênis Clube ou Arena Carioca).

O patrocínio do Flamengo barateia o custo do SESC. As jogadoras treinarão na Gávea e provavelmente vestirão o uniforme vermelho e preto. O Urubu também pagará uma parte dos salários das atletas.

Desde o encerramento da Superliga, o Flamengo já havia dispensado o treinador Alexandre Ferrante, toda a comissão técnica e as atletas vindas de fora da base do clube, como Valéria Papa, Mayer, Nandyala e Fê Issis.

Notícia Ruim para o Voleibol do Rio de Janeiro

A saída do Flamengo deixa o Rio de Janeiro com apenas duas equipes profissionais na cidade: o SESC e o Fluminense. A cidade perde empregos, impostos, grandes profissionais e até entretenimento.

O Campeonato Estadual também ficará enfraquecido. Flamengo SESC será o nome fantasia do time que deverá encarar o Fluminense na grande final. As demais equipes do certame deverão ser os times juvenis de Botafogo, Flamengo e Tijuca Tênis Clube.

O que Significa Patrocinar o SESC?

Digamos que o Flamengo conquiste o Campeonato Brasileiro de Futebol, como aconteceu em 2019 com o patrocínio da BS2. Quem é o campeão? O campeão é o Flamengo. BS2 foi um mero patrocinador. Tem alguém aí comemorando o título do BS2?

E se o Flamengo SESC for campeão brasileiro de vôlei? O campeão será o Rio de Janeiro VC, razão social da equipe de vôlei. O Flamengo será um mero patrocinador.

Sabemos que a mídia chamará o time de Flamengo. Que o vermelho e preto estará na sua televisão. Nos documentos oficiais CBV porém, estará lá: Rio de Janeiro VC.

Bernardinho, ex-craque do Botafogo, teve uma passagem pela Gávea nos anos 80. Ele segue como treinador do SESC.

Histórico do Vôlei Feminino Flamenguista

O Flamengo sempre teve muita tradição no voleibol feminino. A representação da Gávea já conquistou um Campeonato Sul-Americano (1981), três Campeonatos Brasileiros (1978, 1980 e 1999/00) e nove Campeonatos Estaduais, além de cinco Taças Brasil (não reconhecidas pela CBV).

A torcida merecia mais do que passarmos de protagonistas a patrocinadores.

Vôlei Masculino

Não há nenhuma notícia nova sobre o retorno do vôlei adulto masculino profissional ao Flamengo.