domingo, 30 de setembro de 2012

Entrevista com Luiz Lima, Atleta Olímpico

Luiz Lima é um dos maiores nomes da Natação brasileira de todos os tempos. Como fundista, nadador que nada longas distâncias, conquistou diversos títulos por América, Flamengo, Fluminense, Tijuca TC e Vasco da Gama. Ou seja, quase todo torcedor carioca já torceu por ele!

ER: Luiz, como vc começou na Natação?
LL: Comecei na natacao com 5 anos de idade no colégio aonde eu estudava no bairro de Campo Grande, no Rio de Janeiro. Colégio Afonsinho. 


ER: Quando percebeu que seria um atleta de ponta?
LL: Em 1990, com 13 anos. Após a vitória no Campeonato Brasileiro Infantil, na prova dos 800 metros livres em piscina olímpica, com o tempo de 8 min e 53 segundos.
 

ER: O que difere no treinamento de um fundista do treinamento de um atleta de provas curtas?
LL: Basicamente o volume, tempo e intensidade de treino! Fundistas treinam mais volume, maior tempo de treino e com menos intensidade.
 

ER: Qual a vitória que mais te marcou?
Meu primeiro título brasileiro adulto em 1994, com apenas 16 anos e minha convocação para a seleção brasileira adulta.
 

ER: Por quais clubes você competiu?
LL: America 1984; Tijuca TC 1985 e 1986; Fluminense 1987 a 1998; Vasco da Gama 1999 a 2001; Flamengo 2002 e 2003; UNISANTA (SP) 2004 e 2005; e treino desde 2006 no Marina Barra Clube.
 

ER: É verdade que o Vasco da Gama ainda te deve salários referentes ao Projeto Olímpico de 2000?
LL: Em 1999 tivemos um ano fantástico no Vasco da Gama: fomos tricampeões em 1999, 2000 e 2001, fiz ótimos amigos e tivemos um desempenho fantástico com uma grande estrutura. No ano de 2001, infelizmente, do projeto de uma equipe campeã sobraram algumas pendências com atletas e técnicos.
 

ER: Qual o seu time de coração?
LL: Fluminense.
 

ER: Hoje em dia você ainda treina e compete, como no Desafio dos Mares. Quando vai parar?
LL: Na verdade eu já parei com a natação competitiva. Me despedi da seleção brasileira no ano de 2009, no Mundial da Itália. Continuo treinando, visando apenas a qualidade de vida, de segunda a sexta feira. Faço apenas esses desafios voltados para o público amador, como forma de me divertir.


ER: As Maratonas Aquáticas eram um esporte quase desconhecido no início dos anos 2000 e agora é Olímpico. Como você vê o crescimento deste esporte?
LL: Todo esporte se torna olímpico, devido ao seu potencial de participantes no sexo masculino e feminino e impacto positivo a nivel mundial. Maratona Aquática, cresce como vários esportes ligados à natureza!!
 

ER: Como você vê a Natação e as Maratonas Aquáticas no Rio de Janeiro?
LL: A natação no Rio de Janeiro tem uma boa representação no clubes, como Flamengo, Fluminense e Botafogo. Vejo uma pequena melhora nos últimos anos. Precisamos melhorar mais a base e revelar mais atletas. A natacao no interior do estado precisa se estruturar. Ainda está muito longe do ideal e do seu potencial. As Maratonas Aquáticas crescem quantitativamente, mas com pouca evolução qualitativa à nivel de alto rendimento.

ER: Você acha que a contratação de um grande atleta, como César Cielo, ajuda a Natação do Rio de Janeiro, no caso, do Flamengo?
LL: Ajuda. Com certeza impulsiona e motiva novos atletas. Mas, está longe de ter o mesmo impacto, se o César Cielo treinasse no Flamengo. O certo seria se todos os grandes atletas treinassem no clube, criando assim mais sentido ao desenvolvimento do esporte e valorização do clube.

ER: Por que o Pinheiros e o Minas Tênis conseguem formar mais atletas de ponta que os clubes do Rio?
LL: Porque têm projetos bem estruturados, um quadro social muito forte e usam a lei de incentivo ao esporte com competência.

ER: Deseja deixar um recado final para seus fãs e a torcida brasileira?
LL: Foi um prazer conversar com vocês! Boas braçadas! Forte abraço do amigo Luiz Lima.

sexta-feira, 28 de setembro de 2012

Juvenil: 8a Rodada do 2o Turno

O Artsul é o novo líder do Grupo B.

1a Fase:       
2o Turno:
1a Fase:
8a Rodada:
22/09/12
Nova Iguaçu 1-0 Fluminense
Flamengo 1-1 Volta Redonda
Serra Macaense 0-0 Vasco da Gama
Olaria 2-1 Madureira
Botafogo 5-1 Condor
Artsul 2-1 Audax Rio
23/09/12
Friburguense 0-5 Boavista
Duque de Caxias 1-0 Macaé

Classificação:
Grupo A:
1) Flamengo - 19
2) Vasco da Gama - 18
3) Audax Rio - 13
4) Nova Iguaçu - 12
5) Duque de Caxias - 7
6) Condor - 6
6) Friburguense - 6
8) Madureira - 5

Grupo B:
1) Artsul - 18
2) Fluminense - 17
3) Olaria - 14
4) Botafogo - 13
5) Boavista - 12
6) Volta Redonda - 10
7) Serra Macaense - 5
8) Macaé - 2

Santos FC (Brasil) Campeão da Recopa Sul-Americana de 2012

O Santos (Brasil) se sagrou campeão da Recopa Sul-Americana de 2012.

Título inédito na história do Peixe!

Em 2013, teremos o Corinthians (Brasil) contra o Campeão da Copa Sudamericana de 2012.


Final

Jogo de Ida

22/08/12
  • (Chile) Universidad de Chile 0-0 Santos (Brasil)

Jogo de Volta

26/09/12
  • (Brasil) Santos ** 2-0 Universidad de Chile (Chile)

quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Barateiro (SC) Campeão da Taça Brasil Júnior Feminina de Futsal de 2012

Em Guarulhos (SP), o Barateiro (SC) derrotou o Estrela de Guarulhos (SP) na decisão por 3 a 0 e conquistou a Taça Brasil Sub-20 Feminina pela primeira vez em sua história.

O Fluminense AC, de Niterói, foi o representante do Rio na competição. Na estréia, derrotou o Petrolina (PE) por 5 a 0. Depois, perdeu para o Pindamonhangaba (SP) por 3 a 2, para o Barateiro por 5 a 0 e fechou sua campanha com uma vitória por 11 a 2 sobre o Araguaia (GO). O time ficou em terceiro lugar no GrupO A e garantiu a permanência do estado do Rio na elite.

Caíram para a 2a Divisão os estados de GO e PA. A 2a Divisão ainda não foi disputada. A 3a já. Os estados da BA e do ES subiram para a 2a Divisão do ano que vem.

Os Campeões: 
2003 - Sabesp (SP)
2004 - Kindermann (SC)
2005 - Londrina (PR)
2006 - Kindermann (SC)
2007 - ----
2008 - Female Futsal (SC)
2009 - ----
2010 - Palmeiras (SP)
2011 - UNOCHAPECÓ (SC)
2012 - Barateiro (SC)

quarta-feira, 26 de setembro de 2012

CE Miécimo da Silva Campeão do III Troféu Cidade Maravilhosa de Ginástica Rítmica de 2012

A Ginástica Rítmica vai ganhando espaço no Rio de Janeiro.

Os Campeões:

2012 - Miécimo da Silva

CR Flamengo Campeão do Torneio Ruy Essucy Mirim de Natação de 2012.2

Parabéns ao Flamengo!

Classificação:
1) Flamengo - 1.173 - Campeão.

2) Fluminense - 1.106
3) Tijuca TC - 1.046
4) Marina BC - 710
5) Botafogo - 382

Os Campeões: 
2010.1 - Botafogo
2010.2 - Fluminense
2011.1 - Tijuca TC
2011.2 - Tijuca TC
2012.1 - Fluminense
2012.2 - Flamengo

Copa Brasil Centro Norte Nordeste de Tênis de Mesa de 2012.3

Os clubes se preparam agora para a disputa do Campeonato Brasileiro, que será em Novembro, em Piracicaba (SP).

Os Campeões:
2011.2 - ASMETT (DF)
2011.2 - Sport (PE)
2011.3 - IDESCA (AM)
2012.1 - Academia Sergipana (SE)
2012.2 - Jaraguá TC (AL)
2012.3 - Academia Cearense (CE)

Os Campeões Paralímpicos:
2011.2 - Jundiaí Clube (SP)
2011.2 - Academia Cearense (CE)
2011.3 - ADEF - Amazonas (AM)
2012.1 - Jundiaí Clube (SP)
2012.2 - Jundiaí Clube (SP)
2012.3 - Jundiaí Clube (SP)

terça-feira, 25 de setembro de 2012

Desafio Espetacular de Futebol de Areia de 2012

Encerrado o Desafio Espetacular de Futebol de Areia de 2012.

No Feminino, o título ficou com o Sport (PE), que superou Flamengo, Seleção de Jaboatão dos Guararapes (PE) e Seleção de Olinda (PE). O Flamengo ficou com o vice-campeonato.

No Masculino, o Botafogo derrotou o Flamengo nos pênaltis para ficar com o título. O Bahia (BA) ficou em terceiro e o Sport (PE) em último.

Indaiatuba RC (SP) Campeão Brasileiro da 2ª Divisão Masculina de Rúgbi de 2012

O Indaiatuba RC (SP) se sagrou campeão brasileiro da 2ª Divisão masculina de rúgbi de 2012. O time paulista precisará superar 10º colocado da 1ª Divisão para disputar o Brasileiro do ano que vem.


Final

22/09/12
  • (RN) Alecrim FC Rugby 6-12 ** Indaiatuba RC (SP)


A Campanha

1ª Fase

  • 33-15 Londrina RC (PR) - f

2ª Fase

  • 18-13 Charrua RC (RS) - f

Final

  • 12-6 Alecrim FC Rugby (RN) - f

Começou o Estadual de Ginástica Rítmica

Confira a classificação após a 1a Etapa.

Adulto:
1) AABB - 2
2) Municipal - 1

Juvenil:
1) AABB - 1

Infantil:
1) AABB - 3

Pré-Infantil:
1) SMH/Happy Gym - 1


CR Flamengo Bicampeão do Torneio Ruy Essucy Petiz de Natação de 2012.1/2012.2

Parabéns ao Flamengo!

Classificação:
1) Flamengo - 1.661 - Bicampeão.

2) Marina BC - 1.500,50
3) Fluminense - 1.183,50
4) Tijuca TC - 1.043
5) Vasco da Gama - 461,50

Os Campeões:
2008.1 - Fluminense
2008.2 - Fluminense
2009.1 - Fluminense
2009.2 - Fluminense
2010.1 - Botafogo
2010.2 - Botafogo
2011.1 - Flamengo
2011.2 - Marina BC
2012.1 - Flamengo
2012.2 - Flamengo

Copa Brasil Sul Sudeste de Tênis de Mesa de 2012.3

O Jundiaí Clube (SP) venceu nas categorias olímpica e paralímpica.

Os Campeões:
2011.1 - Círcolo Italiano (SP)
2011.2 - PM Jundiaí (SP)
2012.1 - Jundiaí Clube (SP)
2012.2 - São Caetano do Sul (SP)
2012.3 - Jundiaí Clube (SP)

Os Campeões Paralímpicos:
2011.1 - Defesa da Inclusão (SP)
2011.2 - PM Jundiaí (SP)
2012.1 - PM Jundiaí (SP)
2012.2 - PM Jundiaí (SP)
2012.3 - Jundiaí Clube (SP)

segunda-feira, 24 de setembro de 2012

Os Campeões Olímpicos de Rúgbi

O Rúgbi foi disputado nos Jogos Olímpicos de 1900, 1908, 1920 e 1924. Nestas quatro ocasiões, sempre tivemos a disputa do Rúgbi masculino, com quinze jogadores para cada lado.

No Rio 2016, o Rúgbi não estará presente. No entanto, teremos o Rúgbi de Sete, tanto no Masculino, quanto no Feminino.

Os Campeões:
1896 - ----
1900 - França
1904 - ----
1908 - Australásia
1912 - ----
1920 - Estados Unidos
1924 - Estados Unidos
1928 - ----
1932 - ----
1936 - ----
1948 - ----
1952 - ----
1956 - ----
1960 - ----
1964 - ----
1968 - ----
1972 - ----
1976 - ----
1980 - ----
1984 - ----
1988 - ----
1992 - ----
1996 - ----
2000 - ----
2004 - ----
2008 - ----
2012 - ----
2016 - ?

Ranking:
1) Estados Unidos - 2
2) Australásia - 1
2) França - 1

domingo, 23 de setembro de 2012

Entrevista com Karla Costa, Atleta Olímpica

Karla Costa acabou de disputar sua terceira Olimpíada e concedeu esta entrevista ao Esporte Rio. Ela nos fala sobre o basquete brasileiro, a Liga de Basquete Feminino e deixa em aberto a possibilidade de estar no Rio 2016.

ER: Karla, como você começou no Basquete?
KC: Comecei a jogar com uns dez anos em Brasília, no Clube Vizinhança. Meu tio Chicão, minha prima Renata e meu irmão Rodrigo jogavam lá. Por conta deles, fui no embalo e nunca mais parei.

ER: Quando percebeu que seria uma atleta de ponta?
KC: Sempre sonhei em ser uma atleta de ponta, mas não sei quando percebi. O que sei é que treinei muito para conseguir chegar.

ER: Você já disputou as Olimpíadas de 2004, 2008 e 2012. Você vai estar no Rio 2016?
KC: De qualquer maneira estarei no Rio. Se não for jogando, vai ser torcendo por nossa seleção (risos).

ER: Você jogou algumas temporadas no exterior. Qual a diferença dos Campeonato Russo e Polonês para o Brasileiro? Há mais profissionalismo lá fora?
KC: Sim, eles levam mais a sério. Estamos começando a mudar isso agora. Quem sabe com as jogadoras agora sendo repatriadas, o campeonato se torne melhor e mais organizado, podendo assim ser comparado com os melhores do mundo?

ER: Qual a estrutura que você tem à sua disposinção na Americana (SP). O que difere para os times do exterior?
KC: Não tenho do que reclamar. Aqui em Americana, temos o que precisamos. Nada que se compare a qualquer time dos Estados Unidos, mas eles tentam sempre nos dar o melhor.

ER: Por que o Basquete Feminino é forte em São Paulo mas praticamente inexistente no resto do país?
KC: Acredito que exista mais investimento em São Paulo. Eu, como muitas meninas, precisamos sair de nossa cidade e vir para São Paulo para poder dar continuidade ao nosso sonho, pois era praticamente impossível realizar meu sonho em Brasília.

ER: Para vocês jogadoras, o que mudou com a criação da Liga de Basquete Feminino, que substituiu o antigo Campeonato Nacional?
KC: Ele está mais organizado, mais sério. Tenho certeza que este ano ainda será muito melhor, graças à entrada de várias equipes fortes. Tenho certeza que vamos conseguir um campeonato mais disputado e levar novamente o basquete para o cenário nacional.

ER: Como você vê o fato do Rio, que sediará a Olimpíada, não ter nenhum time adulto feminino de Basquete?
KC: É uma pena, o Rio com toda sua estrutura não ter uma equipe por lá. Mas agora com as coisas mudando por aqui, quem sabe a gente logo não veja uma bela equipe nas próximas ligas?

ER: Qual foi o momento mais marcante de sua carreira?
KC: Para mim, disputar a terceira Olimpíada foi minha grande realização.

ER: Pelo que observa, você acha que o Brasil está revelando novos talentos no basquete feminino?
KC: Com certeza! Temos excelentes jogadoras surgindo, mas para que elas realmente se tornem referência, precisam de estrutura, investimento, base, treinamento e jogos internacionais desde cedo, para que aprendam o quanto antes.

ER: Você tem algum sonho ainda não realizado no basquete?
KC: O Basquete me trouxe grandes realizações. mas confesso que uma medalha olímpica seria poder ter minha realização completa.

ER: O que pretende fazer quando encerrar a carreira?
KC: Estou partindo agora para o lado da política. Quero poder ajudar não só o basquete, mas os demais esportes do lado de fora e acredito que todos esses anos me trouxeram muita vivência e muitas experiências também.

ER: Deseja deixar algum recado final para a torcida brasileira e de Americana?
KC: Que estejam sempre do nosso lado, que nem sempre será fácil, mas que iremos dar o nosso máximo sempre. Mas se mesmo assim ainda não der certo, vamos tentar até o fim.

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

China Tricampeã dos Jogos Paralímpicos de 2004/2008/2012

Como será o desempenho do Brasil em 2016?

Classificação:
1) China - 95 - 71 - 65 - Tricampeã.

2) Rússia - 36 - 38 - 28
3) Reino Unido - 34 - 43 - 43
4) Ucrânia - 32 - 24 - 28
5) Austrália - 32 - 23 - 30
6) Estados Unidos - 31 - 29 - 38
7) Brasil - 21 - 14 - 8
8) Alemanha - 18 - 26 - 22
9) Polônia - 14 - 13 - 9
10) Países-Baixos - 10 - 10 - 19
11) Irã - 10 - 7 - 7
12) Coréia do Sul - 9 - 9 - 9
13) Itália - 9 - 8 - 11
14) Tunísia - 9 - 5 - 5
15) Cuba - 9 - 5 - 3
16) França - 8 - 19 - 18
17) Espanha - 8 - 16 - 18
18) África do Sul - 8 - 12 - 9
19) Irlanda - 8 - 3 - 5
20) Canadá - 7 - 15 - 9
21) Nova Zelândia - 6 - 7 - 4
22) Nigéria - 6 - 5 - 2
23) México - 6 - 4 - 11
24) Japão - 5 - 5 - 6
25) Belarus - 5 - 2 - 3
26) Argélia - 4 - 6 - 9
27) Azerbaijão - 4 - 5 - 3
28) Egito - 4 - 4 - 7
29) Suécia - 4 - 4 - 4
30) Áustria - 4 - 3 - 6
31) Tailândia - 4 - 2 - 2
32) Finlândia - 4 - 1 - 1
33) Suiça - 3 - 6 - 4
34) Hong Kong - 3 - 3 - 6
35) Noruega - 3 - 2 - 3
36) Bélgica - 3 - 1 - 3
37) Marrocos - 3 - 0 - 3
38) Hungria - 2 - 6 - 6
39) Sérvia - 2 - 3 - 0
40) Quênia - 2 - 2 - 2
41) Eslováquia - 2 - 1 - 3
42) República Checa - 1 - 6 - 4
43) Turquia - 1 - 5 - 4
44) Grécia - 1 - 3 - 8
45) Israel - 1 - 2 - 5
46) Emirados Árabes - 1 - 1 - 1
47) Letônia - 1 - 1 - 0
47) Namíbia - 1 - 1 - 0
47) Romênia - 1 - 1 - 0
50) Dinamarca - 1 - 0 - 4
51) Angola - 1 - 0 - 1
52) Bósnia-Herzegovina - 1 - 0 - 0
52) Chile - 1 - 0 - 0
52) Fiji - 1 - 0 - 0
52) Islândia - 1 - 0 - 0
52) Jamaica - 1 - 0 - 0
52) Macedônia - 1 - 0 - 0
58) Croácia - 0 - 2 - 3
59) Bulgária - 0 - 2 - 1
59) Iraque - 0 - 2 - 1
61) Colômbia - 0 - 2 - 0
62) Argentina - 0 - 1 - 4
63) Portugal - 0 - 1 - 2
63) Taiwan - 0 - 1 - 2
65) Cingapura - 0 - 1 - 1
65) Malásia - 0 - 1 - 1
67) Arábia Saudita - 0 - 1 - 0
67) Chipre - 0 - 1 - 0
67) Etiópia - 0 - 1 - 0
67) Índia - 0 - 1 - 0
67) Uzbequistão - 0 - 1 - 0
73) Venezuela - 0 - 0 - 2
74) Indonésia - 0 - 0 - 1
74) Sri-Lanka - 0 - 0 - 1

Os Campeões Paralímpicos:
1960 (Roma) - Itália
1964 (Tóquio) - Estados Unidos
1968 (Tel Aviv) - Estados Unidos
1972 (Heidelberg) - Alemanha Ocidental
1976 (Toronto) - Estados Unidos
1980 (Arnhei) - Estados Unidos
1984 (Stoke Mandeville / Nova Iorque) - Estados Unidos
1988 (Seul) - Estados Unidos
1992 (Barcelona) - Estados Unidos
1996 (Atlanta) - Estados Unidos
2000 (Sidney) - Austrália
2004 (Atenas) - China
2008 (Beijing) - China
2012 (Londres) - China

Ranking:
1) Estados Unidos - 8
2) China - 3
3) Itália - 1
3) Austrália - 1
3) Alemanha Ocidental - 1

7a Etapa do Interestadual de Tênis de Mesa

Bruno Vital (ADM Petrópolis) e Lais Frey (Hebraica) foram os campeões da 7a Etapa do Ranking Interestadual de Tênis de Mesa.

Nas outras categorias, títulos para Fluminense (5), Associação Carioca de Tênis de Mesa (2), ADM Petrópolis (2), Clube Adolpho Bloch, Madureira, AMRJ e JAS.

Friburguense AC Campeão Estadual Pastilha de Futmesa de 2012

O Friburguense derrotou o Bangu por 42 a 6 para ficar com o título.

Os Campeões:
2005 - Vasco da Gama
2006 - Vasco da Gama
2007 - Vasco da Gama
2008 - Vasco da Gama
2009 - Vasco da Gama
2010 - Clube dos 500
2011 - AFFM
2012 - Friburguense

quinta-feira, 20 de setembro de 2012

Fotos Paralímpicas

Terminou a festa em Londres (Reino Unido). A próxima edição dos Jogos Paralímpicos vai acontecer no Rio de Janeiro, em 2016. Selecionamos abaixo algumas fotos paralímpicas.

O Mascote de 2014

O mascote da Copa do Mundo de 2014 será o tatu-bola.

Seu nome ainda está indefinido.

Tênis de Mesa: 3a Divisão e 2a Etapa do Paralímpico

Pela 3a Divisão Individual, Fábio Nakazato (Associação Carioca de Tênis de Mesa) ficou com o título ao derrotar Ânderson Matos (Madureira) por 3 sets a 1 na decisão.

Entre os cadeirantes, Roberta Moraes (Adezo) venceu.

Ânderson MAtos (Madureira) venceu na categoria Andante A.

Na Andante B, Marcelo Guedes (Associação Carioca de Tênis de Mesa) foi o grande vencedor.

América FC (SP) Bicampeão Brasileiro de Bola 3 de Futmesa de 2011/2012

O Rio foi representado pelo Clube dos 500 que terminou em quinto lugar.

Os Campeões:
2009 - Flamengo (RJ)
2010 - ----
2011 - América (SP)
2012 - América (SP)

Brasileiro Juvenil de Ginástica Artística de 2012

No Masculino, apesar do título ter ficado com o SERC Santa Maria (SP), a conquista individual ficou com Ângelo Assumpção (Pinheiros/SP). 

No Feminino, o Flamengo venceu por equipes e Rebeca Andrade venceu no individual.

Os Campeões Femininos:
2007 - Ass. Pessoal Caixa Econômica Federal (PR)
2008 - Ass. Pessoal Caixa Econômica Federal (PR)
2009 - Ass. Pessoal Caixa Econômica Federal (PR)
2010 - Grêmio Náutico União (RS)
2011 - Flamengo (RJ)
2012 - Flamengo (RJ) 

Os Campeões Masculinos:
2007 - SERC Santa Maria (SP)
2008 - SERC Santa Maria (SP)
2009 - SERC Santa Maria (SP)
2010 - SERC Santa Maria (SP)
2011 - Pinheiros (SP)
2012 - SERC Santa Maria (SP)

CNR Santa Luzia Vai Formar Canoístas

O Clube de Natação e Regatas Santa Luzia inaugurou recentemente sua escolinha de Canoagem, na Marina da Glória. As disciplinas oferecidas são a Canoagem de Velocidade, Canoagem Slalom e Canoagem Oceânica. Apenas as duas primeiras são olímpicas.

Para informações, falar com Ricardo Maia neste email: ricardokayak@ufrj.br

CR Flamengo Campeão Estadual Juvenil Masculino de Polo Aquático de 2012

Só três times se inscreveram no campeonato. A FARJ organizou uma melhor de três e como o Flamengo venceu duas, se sagrou campeão.

A Campanha:
11-7 Fluminense - c
10-7 Fluminense - c

Os Campeões:
2008 - Fluminense
2009 - Tijuca TC
2010 - Fluminense
2011 - ----
2012 - Flamengo

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

Jogos Paralímpicos por Esporte

A China voltou a ser a melhor nos Jogos Paralímpicos.

Os Vencedores:
Atletismo: China.
Basquetebol em Cadeira de Rodas: Alemanha / Canadá.
Bocha: Brasil.
Ciclismo: Reino Unido.
Esgrima: China.
Futebol de Cinco: Brasil.
Futebol de Sete: Rússia.
Goalbol: Finlândia / Japão.
Hipismo: Reino Unido.
Judô: Ucrânia.
Levantamento de Peso com Potência: Nigéria.
Remo: China.
Rúgbi: Austrália.
Tênis: Países-Baixos.
Tênis de Mesa: China.
Tiro: China.
Tiro com Arco: Rússia.
Vela: Países-Baixos / Reno Unido.
Vôlei Sentado: Bósnia-Herzegovina / China.

Classificação:
1) China - 6 - Melhor Desempenho.
2) Reino Unido - 3
3) Brasil - 2
3) Países-Baixos - 2
3) Rússia - 2
6) Alemanha - 1
6) Austrália - 1
6) Bósnia-Herzegovina - 1
6) Canadá - 1
6) Finlândia - 1
6) Japão - 1
6) Nigéria - 1
6) Ucrânia - 1

Os Melhores:
2008 - China
2012 - China

Barra Mansa FC Campeão Estadual da 2ª Divisão de Juvenis de 2012

O Barra Mansa conquistou o Campeonato Estadual da 2ª Divisão de Juvenis de 2012 derrotando a Cabofriense na decisão.


Os Participantes

  • Angra dos Reis
  • Arraial do Cabo
  • Barra Mansa
  • Cabofriense (Cabo Frio)
  • Carapebus
  • Ceres (Rio de Janeiro)
  • Imperial (Petrópolis)
  • Juventus (Rio de Janeiro)
  • Mesquita
  • Queimados
  • Quissamã
  • Rio Branco (Campos dos Goytacazes)
  • Sampaio Corrêa (Cabo Frio)
  • São José (Itaperuna)
  • Serra Macaense (Macaé)


1ª Fase

1ª Rodada

28/04/12
  • Cabofriense 1-1 Quissamã
  • Barra Mansa 3-0 Sampaio Corrêa
29/04/12
  • Queimados 1-1 Imperial
  • Ceres 3-3 Mesquita
  • Carapebus 2-1 Rio Branco
  • Juventus 0-3 Angra dos Reis

2ª Rodada

05/05/12
  • Barra Mansa 1-0 Cabofriense
  • Quissamã 5-0 Serrano
06/05/12
  • Imperial 3-1 Arraial do Cabo
  • Mesquita 2-0 Queimados
  • Juventus 1-0 Carapebus
  • Rio Branco 2-0 São José

3ª Rodada

19/05/12
  • Cabofriense 3-1 Rubro
  • Serrano 0-6 Barra Mansa
20/05/12
  • Arraial do Cabo 3-0 Mesquita
  • Queimados 1-0 Ceres
  • Carapebus 3-0 Angra dos Reis
  • São José 5-0 Juventus

4ª Rodada

26/05/12
  • Rubro 1-1 Quissamã
  • Serrano 1-1 Cabofriense
  • Angra dos Reis 4-3 Rio Branco
27/05/12
  • Mesquita 2-0 Imperial
  • Ceres 1-0 Arraial do Cabo
  • São José 5-0 Carapebus

5ª Rodada

02/06/12
  • Rubro 2-1 Serrano
  • Angra dos Reis 1-2 São José
03/06/12
  • Quissamã 2-2 Barra Mansa
  • Imperial 3-0 Ceres
  • Arraial do Cabo 3-0 Queimados
  • Rio Branco 1-0 Juventus

6ª Rodada

09/06/12
  • Angra dos Reis 2-2 Juventus
  • Rubro 3-2 Barra Mansa
10/06/12
  • Rio Branco 6-1 Carapebus
  • Quissamã 0-0 Cabofriense
  • Imperial 4-1 Queimados
  • Mesquita 6-1 Ceres

7ª Rodada

16/06/12
  • Cabofriense 1-0 Barra Mansa
  • Serrano 0-0 Quissamã
17/06/12
  • Arraial do Cabo 2-2 Imperial
  • Queimados 2-0 Mesquita
  • Carapebus 3-5 Juventus
  • São José 3-0 Rio Branco

8ª Rodada

23/06/12
  • Angra dos Reis 3-0 Carapebus
  • Rubro 1-3 Cabofriense
  • Barra Mansa 6-2 Serrano
24/06/12
  • Mesquita 3-1 Arraial do Cabo
  • Ceres 2-1 Queimados
  • Juventus 3-3 São José

9ª Rodada

30/06/12
  • Cabofriense 6-0 Serrano
  • Quissamã 1-2 Rubro
01/07/12
  • Imperial 2-3 Mesquita
  • Arraial do Cabo 2-2 Ceres
  • Carapebus 0-1 São José
  • Rio Branco 1-3 Angra dos Reis

10ª Rodada

07/07/12
  • Barra Mansa 4-0 Quissamã
  • Serrano 1-4 Rubro
08/07/12
  • Ceres 3-1 Imperial
  • Queimados 4-1 Arraial do Cabo
  • Juventus 2-3 Rio Branco
  • São José 5-2 Angra dos Reis


Classificação 

Grupo G

  • 1º Barra Mansa - 17 - 2ª Fase.
  • 2º Cabofriense - 16 - 2ª Fase.
  • 3º Rubro - 14 - 2ª Fase.
  • 4º Quissamã - 11
  • 5º Serrano - 2

Grupo H

  • 1º Mesquita - 16 - 2ª Fase.
  • 2º Ceres - 13 - 2ª Fase.
  • 3º Imperial - 11 - 2ª Fase.
  • 4º Queimados - 11
  • 5º Arraial do Cabo - 9 

Grupo I

  • 1º São José - 20 - 2ª Fase.
  • 2º Angra dos Reis - 14 - 2ª Fase.
  • 3º Rio Branco - 12
  • 4º Juventus - 9
  • 5º Carapebus - 6


2ª Fase

1ª Rodada

14/07/12
  • Cabofriense 1-0 Angra dos Reis
15/07/12
  • Barra Mansa 5-2 Rubro
  • São José 1-0 Ceres
  • Mesquita 1-1 Imperial

2ª Rodada

22/07/12
  • Ceres 4-5 Barra Mansa
  • Rubro 3-2 São José
  • Angra dos Reis 1-3 Mesquita
  • Imperial 0-0 Cabofriense

3ª Rodada

29/07/12
  • Barra Mansa 0-2 São José
  • Ceres 1-2 Rubro
  • Mesquita 2-1 Cabofriense
  • Angra dos Reis 0-0 Imperial

4ª Rodada

05/08/12
  • Rubro 1-1 Barra Mansa
  • Ceres 2-1 São José
  • Imperial 3-1 Mesquita
  • Angra dos Reis 1-1 Cabofriense

5ª Rodada

11/08/12
  • Barra Mansa 4-2 Ceres
  • São José 2-0 Rubro
  • Mesquita 3-1 Angra dos Reis
  • Cabofriense 1-0 Imperial

6ª Rodada

19/08/12
  • São José 2-2 Barra Mansa
  • Rubro 6-4 Ceres
  • Imperial 5-0 Angra dos Reis
  • Cabofriense 1-0 Mesquita


Classificação

Grupo J

  • 1º Barra Mansa - 12 - 3ª Fase.
  • 2º São José - 11 - 3ª Fase.
  • 3º Rubro - 10
  • 4º Ceres - 2

Grupo L

  • 1º Cabofriense - 13 - 3ª Fase.
  • 2º Imperial - 11 - 3ª Fase.
  • 3º Mesquita - 10
  • 4º Angra dos Reis - 2


3ª Fase

Jogos de Ida

26/08/12
  • São José 1-1 Cabofriense
  • Imperial 2-2 Barra Mansa

Jogos de Volta

02/09/12
  • Cabofriense * 0-0 São José (-) (nos pênaltis)
  • Barra Mansa * 2-0 Imperial


Final

Jogo de Ida

09/09/12
  • Cabofriense 2-2 Barra Mansa

Jogo de Volta

12/09/12
  • Barra Mansa ** 2-1 Cabofriense


A Campanha

1ª Fase

  • 3-0 Rubro - c
  • 1-0 Cabofriense - c
  • 6-0 Serrano - f
  • 2-2 Quissamã - f
  • 2-3 Rubro - f
  • 0-1 Cabofriense - f
  • 6-2 Serrano - c
  • 4-0 Quissamã - c

2ª Fase

  • 5-2 Rubro - c
  • 5-4 Ceres - f
  • 0-2 São José - c
  • 1-1 Rubro - f
  • 4-2 Ceres - c
  • 2-2 São José - f

3ª Fase

  • 2-2 Imperial - f
  • 2-0 Imperial - c

Final

  • 2-2 Cabofriense - f
  • 2-1 Cabofriense - c 

Juvenil: 7a Rodada do 2o Turno

Confira os resultados do fim de semana.

1a Fase:      
2o Turno:
1a Fase:
7a Rodada:
15/09/12
Madureira 2-3 Audax Rio
Boavista 2-1 Olaria
Volta Redonda 0-0 Botafogo
Macaé 2-2 Serra Macaense
Fluminense 1-1 Artsul
16/09/12
Duque de Caxias 0-0 Vasco da Gama
Friburguense 2-3 Flamengo
Condor 0-3 Nova Iguaçu

Classificação:
Grupo A:
1) Flamengo - 18
2) Vasco da Gama - 17
3) Audax Rio - 13
4) Nova Iguaçu - 9
5) Condor - 6
5) Friburguense - 6
7) Madureira - 5
8) Duque de Caxias - 4

Grupo B:
1) Fluminense - 17
2) Artsul - 15
3) Olaria - 11
4) Botafogo - 10
5) Boavista - 9
5) Volta Redonda - 9
7) Serra Macaense - 4
8) Macaé - 2

terça-feira, 18 de setembro de 2012

Estados Unidos Campeões Olímpicos de 2012

Pela décima-sexta vez na história, os Estados Unidos conquistaram o título olímpico.

No período da União Soviética, havia uma acirrada disputa esportiva entre a URRS e os Estados Unidos. Nos Jogos de 1948 e 1952, os EUA ganharam. Os soviéticos deram o troco em 1956 e 1960. Em 1964 e 1968, os EUA voltaram a dominar os jogos. Os comunistas voltaram a igular em 1972 e 1976. Em 1980, os EUA não foram a Moscou e os soviéticos triunfaram. Em 1984, os soviéticos também boicotaram e os EUA empataram a disputa. Mas nos últimos anos soviéticos, deu Rússia. Primeiro em 1988 em Seul. Em 1992, após o fim da URRS, ganharam como CEI (Comunidade dos Estados Independentes).

Após um período sem adversários, surgiu a China como principal concorrente dos EUA.

Classificação:
1) Estados Unidos - 46 - 29 - 29 - Campeões.

2) China - 38 - 27 - 23
3) Reino Unido - 29 - 17 - 19
4) Rússia - 24 - 26 - 32
5) Coréia do Sul - 13 - 8 - 7
6) Alemanha - 11 - 19 - 14
7) França - 11 - 11 - 12
8) Itália - 8 - 9 - 11
9) Hungria - 8 - 4 - 5
10) Austrália - 7 - 16 - 12
11) Japão - 7 - 14 - 17
12) Cazaquistão - 7 - 1 - 5
13) Países-Baixos - 6 - 6 - 8
14) Ucrânia - 6 - 5 - 9
15) Nova Zelândia - 6 - 2 - 5
16) Cuba - 5 - 3 - 6
17) Irã - 4 - 5 - 3
18) Jamaica - 4 - 4 - 4
19) República Checa - 4 - 3 - 3
20) Coréia do Norte - 4 - 0 - 2
21) Espanha - 3 - 10 - 4
22) Brasil - 3 - 5 - 9
23) África do Sul - 3 - 2 - 1
24) Etiópia - 3 - 1 - 3
25) Croácia - 3 - 1 - 2
26) Belarus - 2 - 5 - 5
27) Romênia - 2 - 5 - 2
28) Quênia - 2 - 4 - 5
29) Dinamarca - 2 - 4 - 3
30) Azerbaijão - 2 - 2 - 6
30) Polônia - 2 - 2 - 6
32) Turquia - 2 - 2 - 1
33) Suiça - 2 - 2 - 0
34) Lituânia - 2 - 1 - 2
35) Noruega - 2 - 1 - 1
36) Canadá - 1 - 5 - 12
37) Suécia - 1 - 4 - 3
38) Colômbia - 1 - 3 - 4
39) Geórgia - 1 - 3 - 3
39) México - 1 - 3 - 3
41) Irlanda - 1 - 1 - 3
42) Argentina - 1 - 1 - 2
42) Eslovênia - 1 - 1 - 2
42) Sérvia - 1 - 1 - 2
45) Tunísia - 1 - 1 - 1
46) República Dominicana - 1 - 1 - 0
47) Trinidad & Tobago - 1 - 0 - 3
47) Uzbequistão - 1 - 0 - 3
49) Letônia - 1 - 0 - 1
50) Argélia - 1 - 0 - 0
50) Bahamas - 1 - 0 - 0
50) Grenada - 1 - 0 - 0
50) Uganda - 1 - 0 - 0
50) Venezuela - 1 - 0 - 0
55) Índia - 0 - 2 - 4
56) Mongólia - 0 - 2 - 3
57) Tailândia - 0 - 2 - 1
58) Egito - 0 - 2 - 0
59) Eslováquia - 0 - 1 - 3
60) Armênia - 0 - 1 - 2
60) Bélgica - 0 - 1 - 2
60) Finlândia - 0 - 1 - 2
63) Bulgária - 0 - 1 - 1
63) Estônia - 0 - 1 - 1
63) Indonésia - 0 - 1 - 1
63) Malásia - 0 - 1 - 1
63) Porto Rico - 0 - 1 - 1
63) Taiwan - 0 - 1 - 1
69) Botsuana - 0 - 1 - 0
69) Chipre - 0 - 1 - 0
69) Gabão - 0 - 1 - 0
69) Guatemala - 0 - 1 - 0
69) Montenegro - 0 - 1 - 0
69) Portugal - 0 - 1 - 0
75) Cingapura - 0 - 0 - 2
75) Grécia - 0 - 0 - 2
75) Moldávia - 0 - 0 - 2
75) Qatar - 0 - 0 - 2
79) Afeganistão - 0 - 0 - 1
79) Arábia Saudita - 0 - 0 - 1
79) Bahrain - 0 - 0 - 1
79) Hong Kong - 0 - 0 - 1
79) Kuwait - 0 - 0 - 1
79) Marrocos - 0 - 0 - 1
79) Tadjiquistão - 0 - 0 - 1

Os Campeões:
1896 (Atenas) - Estados Unidos
1900 (Paris) - França
1904 (St. Louis) - Estados Unidos
1908 (Londres) - Reino Unido
1912 (Estocolmo) - Estados Unidos
1920 (Antuérpia) - Estados Unidos
1924 (Paris) - Estados Unidos
1928 (Amsterdã) - Estados Unidos
1932 (Los Angeles) - Estados Unidos
1936 (Berlin) - Alemanha
1948 (Londres) - Estados Unidos
1952 (Helsinque) - Estados Unidos
1956 (Melbourne) - União Soviética
1960 (Roma) - União Soviética
1964 (Tóquio) - Estados Unidos
1968 (Cidade do México) - Estados Unidos
1972 (Munique) - União Soviética
1976 (Montreal) - União Soviética
1980 (Moscou) - União Soviética
1984 (Los Angeles) - Estados Unidos
1988 (Seul) - União Soviética
1992 (Barcelona) - União Soviética
1996 (Atlanta) - Estados Unidos
2000 (Sidney) - Estados Unidos
2004 (Atenas) - Estados Unidos
2008 (Beijing) - China
2012 (Londres) - Estados Unidos

Ranking:
1) Estados Unidos - 16
2) União Soviética - 7
3) Alemanha - 1
3) China - 1
3) França - 1
3) Reino Unido - 1

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

Fla Lidera 2o Turno do Estadual Dadinho

O Flamengo já ganhou o 1o Turno.

1a Fase:
2o Turno:
1a Rodada:

29/07/12
Drogaria do Povo 12-33 América
Flamengo 26-11 Tijuca TC
Fluminense 23-14 Clube dos 500

2a Rodada:
18/08/12
Drogaria do Povo 7-39 Flamengo
Tijuca TC 24-13 Fluminense
30/07/12
América 25-14 Clube dos 500

Classificação:
1) América - 6
1) Flamengo - 6
3) Fluminense - 3
3) Tijuca TC - 3
5) Clube dos 500 - 0
5) Drogaria do Povo - 0

Yacht Club Santo Amaro (SP) nas Olimpíadas

No final dos anos 20, imigrantes alemães que haviam construido moradias e casas de final de semana às margens da represa de Guarapiranga tambem passaram a fazer barcos a vela. Vendo o movimento de veleiros na margem oposta, alguns deles não tiveram cerimônia em invadir com seus barcos uma regata do "Sailing Club" - o clube da comunidade britânica fundado em 1917. Incomodados, os velejadores do Sailing disseram aos imigrantes alemães que, se quisessem competir, teriam de fundar seu próprio clube náutico.

Estava feito o desafio e, em 8 de agosto de 1930, os amigos: Herrmann Paulsen, Willy Schulze, Ludwig Schwedes, Ernesto Steen, Karl Dickoré, Hans Klarenbach e Georg Münch reunidos no restaurante Alt Heidelberg, fundaram o DSC, ou "Deutscher Segel-Club São Paulo", ou Clube Alemão de Vela, cuja sede foi instalada em um terreno arrendado da companhia de eletricidade Light & Power, bem ao lado do Sailing Club.

Alguns meses após sua fundação oficial, o DSC obteve um empréstimo de 10 contos de réis da Cervejaria Brahma para a construção de um pequeno chalé e também de um bar. O apoio financeiro foi intermediado por Robert Kutschat, diretor da empresa em São Paulo e futuro sócio do clube alemão. Pelo acordo firmado, a Brahma ganhou exclusividade na venda de bebidas no bar. Levando em conta a quantidade de cerveja, chope e "gasosas" consumida nos primeiros anos pelos sócios, os documentos guardados da época comprovam que a cervejaria fez um bom negócio ao ajudar o DSC.

Em 1932, já com 82 sócios e 19 veleiros, seis barcos a motor e oito a remo apoitados em suas margens, o DSC entrou nas competições contra outros clubes da represa - o Sailing Club, o recém fundado Yacht Club Paulista e, apartir de 1935, também o Yacht Club Italia.

A primeira vitória interclubes aconteceu em 1933, na regata inaugural da Guarapiranga Race Cup. Era apenas o início de uma longa história de conquistas do clube nessa prova : das nove Gurapiranga Race disputadas entre 1933 e 1935, o DSC levou oito vezes para sua sede a taça de posse transitória, criada pelo inglês Bert Greenwood - então comodoro do Sailing Club e um dos principais incentivadores da vela na represa.

No final da década de 30, durante a ditadura do Estado Novo de Getúlio Vargas, estava em marcha, no Brasil e na Europa, o crescimento da intolerância nacionalista, que enxergava os estrangeiros como uma ameaça. Naquele cenário, seria apenas uma questão de tempo até que os vários clubes estrangeiros instalados aqui fossem atingidos pela discriminação. Em 18 de abril de 1938, foi editada a lei 383, que separava claramente as associações brasileiras das estrangeiras. Em agosto de 1938 uma assembléia de associados nacionalizou o clube e mudou o nome para Yacht Club Santo Amaro.

O Yacht Club Santo Amaro produz atletas olímpicos com regularidade. Ganhou sua primeira medalha olímpica em 1968. As mais recentes foram as de Robert Scheidt e Bruno Prata, em 2008.

O Yatch Club Santo Amaro é um dos maiores vencedores, entre os clubes olímpicos do país. Outros clubes grandes, como por exemplo, o CR Flamengo (RJ), nunca conquistou sequer uma medalha de ouro.

O Esporte Rio, saúda os paulistas do Yatch Club Santo Amaro.

Medalhas de Ouro:
1980 - Alex Welter - Vela (Classe Tornado)
1980 - Lars Bjorkstrôm - Vela (Classe Tornado)
1996 - Robert Scheidt - Vela (Classe Laser)
2004 - Robert Scheidt - Vela (Classe Laser)

Medalhas de Prata:
2000 - Robert Scheidt - Vela (Classe Laser)
2008 - Bruno Prada - Vela (Classe Star)
2008 - Robert Scheidt - Vela (Classe Star)

Medalhas de Bronze:
1968 - Reinaldo Conrad - Vela (Classe Flying Dutchman)
1968 - Burkhard Cordes - Vela (Classe Flying Dutchman)
1976 - Reinaldo Conrad - Vela (Classe Flying Dutchman)
1976 - Peter Ficker - Vela (Classe Flying Dutchman)
2012 - Robert Scheidt (Classe Star)
2012 - Bruno Prada (Classe Star)

Total: 4 - 3 - 6

China Campeã Paralímpica de Natação de 2012

A China conquista os Jogos Paralímpicos de 2012 com o título na Natação.

Classificação:
1) China - 24 - 13 - 21 - Campeã.
2) Austrália - 18 - 7 - 12
3) Ucrânia - 17 - 14 - 13
4) Estados Unidos - 14 - 13 - 14
5) Rússia - 13 - 17 - 12
6) Brasil - 9 - 4 - 1
7) Reino Unido - 7 - 16 - 16
8) Nova Zelândia - 5 - 6 - 1
9) Belarus - 5 - 2 - 0
10) Canadá - 4 - 9 - 3
11) África do Sul - 4 - 4 - 3
12) Países-Baixos - 4 - 2 - 7
13) México - 3 - 2 - 4
14) Espanha - 2 - 11 - 9
15) Alemanha - 2 - 7 - 3
16) França - 2 - 3 - 3
17) Japão - 2 - 2 - 4
18) Noruega - 2 - 2 - 0
19) Itália - 2 - 0 - 5
20) Coréia do Sul - 2 - 0 - 1
21) Irlanda - 2 - 0 - 0
22) Azerbaijão - 1 - 4 - 0
23) Hungria - 1 - 3 - 2
24) Polônia - 1 - 1 - 1
25) Suécia - 1 - 1 - 0
26) Islândia - 1 - 0 - 0
27) Grécia - 0 - 2 - 3
28) Cuba - 0 - 1 - 1
29) Chipre - 0 - 1 - 0
29) Colômbia - 0 - 1 - 0
31) Israel - 0 - 0 - 4
32) Hong Kong - 0 - 0 - 2
33) Argentina - 0 - 0 - 1
33) Croácia - 0 - 0 - 1
33) República Checa - 0 - 0 - 1

Os Campeões:
1960 - Itália
1964 - Estados Unidos
1968 - Estados Unidos
1972 - Polônia
1976 - Países-Baixos
1980 - Polônia
1984 - Países-Baixos
1988 - Estados Unidos
1992 - Estados Unidos
1996 - Alemanha
2000 - Canadá
2004 - China
2008 - China
2012 - China

Ranking:
1) Estados Unidos - 4 
2) China - 3
3) Países-Baixos - 2
3) Polônia - 2
5) Alemanha - 1
5) Canadá - 1
5) Itália - 1

6a Etapa do Interestadual de Tênis de Mesa

Bruno Vital (ADM Petrópolis) e Hideco Takemura (Clube Adolpho Bloch) venceram a 6a Etapa do Interestadual.

Nas outras categorias, títulos para Fluminense (4), Associação Carioca de Tênis de Mesa (3), Municipal, Náutico Volta Redonda, Jacareí (SP), Hebraica, ADM Petrópolis e Adolpho Bloch.

Bogotá (Colômbia) Entrou na Briga por 2019

O Prefeito de Bogotá (Colômbia) anunciou que sua cidade vai concorrer à sede dos Jogos Pan-Americanos e Para Pan-Americanos de 2019.

Bogotá nunca sediu os Jogos Pan-Americanos. Mas a Colômbia já. Cáli foi a sede dos Jogos de 1971.

San Luís (Argentina) e Santiago (Chile).foi oficializada pelo Comitê Olímpico Argentino como representante argentina na disputa para sede dos Jogos Pan e Para-Pan-Americanos de 2019.

Seu único concorrente oficial é Santiago (Chile). Há expectativas pela candidatura de Lima (Peru).

SE Palmeiras (SP) Campeã Brasileira de Bola 12 de Futmesa de 2012

A Palmeiras (SP)derrotou o América na decisão por 31 a 13 e ficou com o caneco.

Os Campeões:
2007 - Palmeiras (SP)
2008 - Palmeiras (SP)
2009 - Palmeiras (SP)
2010 - Corinthians (SP)
2011 - IVN (PR)
2012 - Palmeiras (SP)

domingo, 16 de setembro de 2012

Entrevista com Hugo Hoyama, Atleta Olímpico

Hugo Hoyama, da Seleção Brasileira e da SE Palmeiras (SP) e ex-Vasco da Gama, concedeu uma entrevista para o Esporte Rio logo após os Jogos Olímpicos de Londres de 2012.

ER: Hugo, pode nos contar como começou no Tênis de Mesa?
HH: Comecei a brincar de pingue-pongue nos intervalos da escola japonesa que estudava na parte da manhã, em São Bernardo do Campo, minha cidade natal, e um dos amigos que treinava Tênis de Mesa, me convidou para ir junto um dia e conhecer o esporte. Isso foi em 1976 e eu tinha 7 anos.

ER: Quando percebeu que seria um atleta de ponta?
HH: Olha, desde novo meu objetivo era atingir um nível para que pudesse representar o Brasil nas competições, e acredito que com 14 anos percebi que tinha chances de me tornar um atleta de ponta.

ER: No início de sua carreira, você ficou quase um ano na Universidade do Japão. Este treinamento ainda reflete nos resultados de hoje?
HH: Com certeza! Foi o primeiro passo para que eu pudesse me tornar um atleta com nível para enfrentar qualquer jogador. Lá, não só aprendi as técnicas do Tênis de Mesa, mas também adquiri muita experiência de vida. Isso foi o mais importante.

ER: Você defendeu clubes no exterior, como o Ranas BTK (Suécia), Panthéon Royal (Bélgica) e Falkenberg (Suécia). Qual a diferença de estrutura e profissionalismo destes clubes para os clubes do Brasil?
HH: Na Europa, o Tênis de Mesa é muito profissional, onde em vários países há ligas. Não só dentro dos países, mas também ligas européias. E esse tipo de competição faz com que os atletas possam sempre estar em competição.

ER: Por quais clubes você competiu no Brasil?
HH: Hoje jogo pelo Palmeiras/São Bernardo (SP), mas também competi pelas cidades de Suzano (SP), Santos (SP), e pelo Vasco da Gama.

ER: Como é defender o Palmeiras (SP), clube de seu coração?  
HH: Um enorme prazer e honra poder defender um grande clube como o Palmeiras, e como você escreveu, meu time de coração. Espero poder encerrar a carreira defendendo as cores do Verdão!

ER: Em 2000, você fez parte do Projeto Olímpico do Vasco da Gama. Como foi esta experiência?
HH: Foi uma experiência muito boa. Sempre fui muito bem tratado por todos lá. O Sr. Eurico Miranda sempre me tratou com respeito e defendi com muita garra o clube em todas as competições. 

ER: Como você vê o Tênis de Mesa do Rio de Janeiro hoje em dia?  
HH: Não conheço muito, mas sei que há bons atletas praticando. Inclusive um deles, o Hugo Calderano, é uma das grandes promessas do nosso esporte.

ER: Você ainda tem amigos e contatos no Vasco da Gama?
HH: Infelizmente, não. Mas tenho uma simpatia muito grande pelo clube.
 
ER: Você participou de seis Olimpíadas e sete Jogos Pan-Americanos. Qual a sua motivação para continuar a praticar o esporte?
HH: Minha maior motivação é a de poder dar alegrias às pessoas mais importantes da minha vida, que são meus pais, e familiares. Não tem emoção maior de voltar para casa e ver o sorriso, a alegria deles, quando conquisto um torneio, uma vaga para o Pan, Olimpíadas... só de ver a alegria da minha vovozinha, que hoje está com 89 anos, dá vontade de chorar (risos).

ER: Você já pensou em parar de praticar o Tênis de Mesa?
HH: Nunca!!!

ER: O que pretende fazer quando encerrar sua carreira?
HH: Continuar no esporte de alguma forma. Hoje, tenho o Instituto Hugo Hoyama. Quero trabalhar com projetos visando principalmente as crianças, colocando o Tênis de Mesa nas escolas, onde acredito que é o melhor caminho para que talentos surjam e possam dar alegrias aos brasileiros.

ER: Como você vê o cenário do Tênis de Mesa no país hoje?
HH: Cresceu muito! Há mais escolinhas, mais gente praticando, mas com certeza pode e deve crescer mais.

ER: O fato de você estar há tanto tempo na seleção brasileira mostra que houve pouca renovação no teu esporte. Você concorda com isso?
HH: Muitos falam isso, mas para que eu pudesse estar esse tempo todo na seleção, é porque treino muito pra isso e não há idade para parar. E a motivação que tenho para jogar, é a de um menino qualquer, podem ter certeza disso. E para que tomem meu lugar, terão que treinar muito também!

ER: O que falta para o Brasil se tornar um país de ponta no esporte? A chegada de atletas chineses pode ajudar a revelar novos talentos por aqui?
HH: Acredito que colocando o Tênis de Mesa nas escolas, com instrutores e material necessário para o início da prática, ajudará muito a aumentar o número de praticantes, pois desde novo é importante o início, pois para se trabalhar a base, o ideal é começar entre 8 e 12 anos. E com certeza temos muito talentos escondidos, como em todos os esportes, pois o brasileiro é muito talentoso.

ER: Deseja deixar um último recado para sua torcida e para os fãs do esporte?  
HH: Quero agradecer de coração a torcida de todos, as palavras de apoio, motivação, críticas, de onde sempre tiro o que preciso melhorar. E podem ter a certeza de que enquanto estiver jogando na mesa, farei de tudo para que possa dar alegrias. Um grande beijo e abraço a todos!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

CA Paulistano (SP) Tricampeão Brasileiro Infantil de Esgrima de 2010/2011/2012

O Paulistano (SP) dominou o Brasileiro Infantil de Esgrima, que foi realizado no último fim de semana no Clube Militar da Lagoa, no Rio de Janeiro.

O América anunciou que seu atleta Gabriel Júlio continuará comandado pelo técnico húngaro Sandor Kiss. Em breve, uma escolinha de Esgrima será aberta em Campos Salles e o clube rubro se filiará à Federação de Esgrima do Estado do Rio de Janeiro. Por enquanto, Gabriel Júlio compete como convidado.

Classificação:
1) Paulistano (SP) - 10 - 7 - 12 - Tricampeão.

2) Círculo Militar do Paraná (PR) - 4 - 1 - 2
3) Pinheiros (SP) - 1 - 4 - 0
4) Grêmio Náutico União (RS) - 1 - 2 - 2
5) Thalia (PR) - 1 - 1 - 0
6) Academia Paulista de Esgrima (SP) - 1 - 0 - 0
7) Convidado - 0 - 3 - 2

Os Campeões:
2008 - Pinheiros (SP)
2009 - Pinheiros (SP)
2010 - Paulistano (SP)
2011 - Paulistano (SP)
2012 - Paulistano (SP)

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

O EC Pinheiros (SP) nos Jogos Olímpicos

O Pinheiros (SP) tem tradição, história e estrutura. Em Londres 2012, voltou a ser a maior delegação entre os clubes brasileiros. Os resultados porém foram abaixo da expectativa e o clube paulistano faturou apenas uma medalha de bronze.

A Participação Pinheirense:  
1936 - Berlim:
Ícaro de Castro Mello - Atletismo  

1948 - Londres:
Eleonora Schmith – Natação
Elisabeth Clara Muelles – Atletismo
Gunnar Kennitz – Saltos Ornamentais
Lucila Pini – Atletismo - Atletismo
Plauto Guimarães – Natação
Rolf Egon Kestener – Natação
Willy Otto Jordan – Natação

1952 - Helsinque:
Arie Richard Hanitzsh – Saltos Ornamentais
Willy Otto Jordan – Natação

1956 - Melbourne:
Américo Ayala Ferreira – Levantamento de Peso

1960 - Roma:
Henry Sansson – Pólo Aquático
João Gonçalves Filho Pólo-Aquático
Manoel dos Santos Júnior – Natação
Thomas Alterrhum – Pólo Aquático

1964 - Tóquio:
Ivo Carotini – Pólo Aquático
João Gonçalves Filho – Pólo Aquático
Paulo Carotini – Pólo Aquático

1968 - Cidade do México: 
Ivo Carotini – Pólo Aquático
João Ernesto Jens – Voleibol
João Gonçalves Filho – Pólo Aquático
José Roberto Diniz Aranha – Natação

1972 - Munique:
Antônio Carlos Moreno – Voleibol
João Ernesto Jens – Voleibol
José Roberto Diniz Aranha – Natação

1976 - Montreal:
João Carlos de Oliveira – Atletismo

1980 - Moscou:
Cláudio Mamede Kestener – Natação
João Luiz Ribeiro – Ginástica Artística
Kenshi Ohara – Ginástica Artística
Paulo Roberto Correia – Atletismo

1984 - Los Angeles:
Douglas Eduardo Brito Vieira – Judô
Eric Tebbe Borges – Pólo Aquático
Luiz Francisco Teixeira de Carvalho – Natação
Mário Sergio Becker Lotufo – Pólo Aquático  

1988 - Seul:
Edvaldo Aparecido dos Santos –  Levantamento de Peso
Edmilson da Silva Dantas –  Levantamento de Peso
Francisco de Assis Ferreira de Souza - Levantamento de Peso
Isabela Marques Vieira – Natação
Roberto Lazzarini – Esgrima

1992 - Barcelona:
Cristiano Michelena – Natação
Edmilson da Silva Dantas – Levantamento de Peso
Edson Roberto Rizzo – Handebol
Emmanuel Nascimento – Natação
Gustavo Borges – Natação
José Carlos Ferreira de Souza Junior – Natação
Marcelo Minhoto Ferraz Sampaio – Handebol
Paulo Rogério Moratori – Handebol
Renato Ramalho – Natação 
Roberto Lazzarino – Esgrima
Sérgio Ricardo de Souza Oliveira – Judô  

1996 - Atlanta:
Cassiano Leal – Natação
Edmilson da Silva Dantas – Levantamento de Peso
Gabriele Rose – Natação
Gustavo Borges – Natação
Ivan Raimundo Ribeiro – Handebol
Marcelo Minhoto Ferraz – Handebol
Paulo Rogério Morate – Handebol
Renato Dagnino – Judô
Sérgio Ricardo de Oliveira – Judô  

2000 - Sidney:
Andréa Berti Rodrigues – Judô
Denílson Moraes Lourenço – Judô
Priscila de Almeida Marques – Judô
Reinaldo Vicente dos Santos – Judô

2004 - Atenas:
Bruno Bonfim – Natação
Bruno Felipe Claudino de Santana – Handebol
Carlos Alberto Borges Jayme – Natação
Cassius Ricardo Duran – Natação
Daniel Andrey Fernandes – Judô
Fernando Scherer - Natação
Flavia Renata Delarolli Caziolato – Natação
Gustavo França Borges – Natação
Gustavo Henrique Lopes da Silva – Handebol
Leandro Leme da Cunha – Judô
Lucas Vinicius Yokoo Salatta – Natação
Maria Júlia Herklotz - Esgrima
Paula Baracho Rosas Ribeiro – Natação
Paulo Machado – Natação
Vânia Yukie Ishii – Judô

Beijing 2008:
Bruno Felipe Claudino de Santana - Handebol
Cassiys Duran – Saltos Ornamentais
César Cielo – Natação
Daiane Garcia dos Santos – Ginástica Artística
Denilson Moraes Lourenço – Judô
Fernando José Magalhães Pacheco Filho – Handebol
Falavia Delaroli – Natação
Felipe França Silva – Natação
Gabriela Silva – Natação
Gladson Barbosa – Atletismo
Guilherme Guido – Natação
Gustavo Rosa de Oliveira – Handebol
Henrique Barbosa – Natação
Jadel Gregório  – Atletismo
José Telles – Atletismo
Lais da Silva Souza – Ginástica Artística
Leandro Guilheiro – Judô
Lucas Salatta – Natação
Maik Ferreira dos Santos – Handebol
Mariana Ohata – Triatlo
Nicholas Santos – Natação
Poliana Okimoto – Maratonas Aquáticas
Reinaldo Collucci – Triatlo
Renzo Agresta – Esgrima

Londres 2012:
Adriana Silva - Atletismo
Andressa Oliveira - Atletismo
Bruno Fratus - Natação
Daiane dos Santos - Ginástica Artística
Daniel Orzechowski - Natação
Fabiano Peçanha - Atletismo
Felipe França - Natação
Fernando Reis - Levantamento de Peso
Franciela Krasucki - Atletismo
Geisa Arcanjo - Atletismo
Guilherme Cobbo - Atletismo
Kleberson Davide - Atletismo
Laila Ferrer - Atletismo
Leandro Cunha - Judô
Leandro Guilheiro - Judô
Marcelo Chierighini - Natação
Rafael Silva - Judô
Renzo Agresta - Esgrima
Sandro Viana - Atletismo
Tiago Camilo - Judô
Vanda Gomes - Atletismo

Ranking por Modalidade:
1) Natação - 39
2) Atletismo - 18
3) Judô - 17
4) Handebol - 12
5) Pólo Aquático - 11
6) Levantamento de Peso - 7
7) Esgrima - 5
7) Ginástica Artística - 5
9) Voleibol - 3
9) Saltos Ornamentais - 3
11) Triatlo - 2
12) Maratonas Aquáticas - 1

Ranking por Sexo:
1) Homens - 99
2) Mulheres - 24

As Medalhas Olímpicas do EC Pinheiros (SP):
1960 - Manoel dos Santos Júnior - Natação - Bronze
1976 - João Carlos de Oliveira (João do Pulo) - Atletismo - Bronze
1984 - Douglas Vieira - Judô - Prata
1992 - Gustavo Borges - Natação - Prata
1996 - Gustavo Borges - Natação - Prata
1996 - Gustavo Borges - Natação - Bronze
2008 - César Cielo - Natação - Bronze
2008 - César Cielo - Natação - Ouro
2008 - Leandro Guilheiro - Judô - Bronze
2012 - Rafael Silva - Judô - Bronze

Ranking de Medalhas:
1) Natação - 1 - 2 - 3
2) Judô - 0 - 1 - 2
3) Atletismo - 0 - 0 - 1

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Cruzeiro EC (Brasil) Campeão Sul-Americano Masculino de Voleibol de 2012ª

O Cruzeiro (Brasil) vai tentar um título para o clube que o Futebol ainda não conseguiu dar.

Os Participantes:
Argentina: UPCN.
Bolívia: Universidad La Salle.
Brasil: Cruzeiro.
Chile: Deportivo Linares.
Paraguai: Colón.
Peru: Peerless.
Uruguai: Carmelo RC.
Venezuela: Huracanes de Bolívar.

1ª Fase:
1ª Rodada:
05/09/12
(Peru) Peerless 1-3 Huracanaes de Bolívar (Venezuela)
(Argentina) UPCN 3-0 Colón (Paraguai)
(Brasil) Cruzeiro 3-0 Carmelo RC (Uruguai)
(Chile) Deportivo Linares 3-0 Universidad La Salle (Bolívia)

2ª Rodada:
06/0912
(Venezuela) Huracanes de Bolívar 3-0 Universidad La Salle (Bolívia)
(Brasil) Cruzeiro 3-0 Colón (Paraguai)
(Argentina) UPCN 3-0 Carmelo RC (Uruguai)
(Chile) Deportivo Linares 3-1 Peerless (Peru)

3ª Rodada:
07/09/12
(Peru) Peerless 2-3 Universidad La Salle (Bolívia)
(Paraguai) Colón 3-1 Carmelo RC (Uruguai)
(Brasil) Cruzeiro 3-0 UPCN (Argentina)
(Chile) Deportivo Linares 1-3 Huracanes de Bolívar (Venezuela)

Classificação:
Grupo A:
1º Huracanes de Bolívar - 7- 2ª Fase.
2º Deportivo Linares - 5 - 2ª Fase.
3º Universidad La Salle - 2
4º Peerless - 1

Grupo B:
1º Cruzeiro - 9 - 2ª Fase.
 UPCN - 6 - 2a Fase.
3º Colón - 2
4º Carmelo RC - 0
Obs: O CV Ado (Chile) desistiu da disputa.

Final 7º e 8º:
08/09/12
(Peru) Peerless * 3-0 Carmelo RC (Uruguai)

Final 5º e 6º:
08/09/12
(Paraguai) Colón * 3-0 Universidad La Salle (Bolívia) 

2ª Fase:
08/09/12
(Argentina) UPCN * 3-0 Huracanes de Bolívar (Venezuela)
(Brasil) Cruzeiro * 3-0 Deportes Linares (Chile)

Final 3º e 4º:
09/12/12
(Chile) Deportes Linares 1-3 * Huracanes de Bolívar (Venezuela)

Final:
09/09/12
(Brasil) Cruzeiro ** 3-1 UPCN (Argentina) 

Classificação:
1º Cruzeiro (Brasil) - Campeão + Mundial 2012.
2º UPCN (Argentina)
3º Huracanes de Bolívar (Venezuela)
4º Deportivo Linares (Chile)
5º Colón (Paraguai)
6º Universidad La Salle (Bolívia)
7º Peerless (Peru)
8º Carmelo RC (Uruguai)

Juvenil: 6a Rodada do 2o Turno

Confira os resultados da rodada.

1a Fase:     
2o Turno:
1a Fase:
6a Rodada:
07/09/12
Vasco da Gama 2-1 Audax Rio
Volta Redonda 2-2 Artsul
Flamengo 4-0 Nova Iguaçu
08/09/12
Friburguense 0-0 Condor
Boavista 2-1 Macaé
Botafogo 1-2 Fluminense
Olaria 2-1 Serra Macaense
09/09/12
Madureira 0-1 Duque de Caxias

Classificação:
Grupo A:
1) Vasco da Gama - 16
2) Flamengo - 15
3) Audax Rio - 10
4) Nova Iguaçu - 6
4) Condor - 6
4) Friburguense - 6
7) Madureira - 5
8) Duque de Caxias - 3

Grupo B:
1) Fluminense - 16
2) Artsul - 14
3) Olaria - 11
4) Botafogo - 9
5) Volta Redonda - 8
6) Boavista - 6
7) Serra Macaense - 3
8) Macaé - 1

China Tricampeã Paralímpica de Atletismo de 2004/2008/2012

A China ficou bem perto de conquistar o título geral dos Jogos Paralímpicos.

Classificação:
1) China - 33 - 29 - 24 - Tricampeã.

2) Rússia - 19 - 12 - 5
3) Reino Unido - 11 - 7 - 11
4) Estados Unidos - 9 - 6 - 13
5) Tunísia - 9 - 5 - 5
6) Ucrânia - 8 - 7 - 7
7) Brasil - 7 - 8 - 3
8) Cuba - 7 - 4 - 0
9) Polônia - 6 - 7 - 5
10) Austrália - 5 - 9 - 13
11) Irã - 5 - 5 - 3
12) Alemanha - 5 - 3 - 10
13) África do Sul - 4 - 7 - 6
14) Argélia - 4 - 6 - 6
15) França - 4 - 4 - 5
16) Irlanda - 4 - 1 - 1
17) Espanha - 3 - 2 - 0
18) Marrocos - 3 - 0 - 3
19) Itália - 2 - 3 - 1
20) México - 2 - 2 - 5
21) Quênia - 2 - 2 - 2
22) Sérvia - 2 - 1 - 0
23) Áustria - 2 - 0 - 3
24) Finlândia - 2 - 0 - 1
25) Canadá - 1 - 5 - 3
26) Países-Baixos - 1 - 4 - 2
26) Suiça - 1 - 4 - 2
28) Azerbaijão - 1 - 1 - 2
29) Bélgica - 1 - 1 - 1
30) Letônia - 1 - 1 - 0
30) Namíbia - 1 - 1 - 0
32) Angola - 1 - 0 - 1
32) Dinamarca - 1 - 0 - 1
34) Chile - 1 - 0 - 0
34) Fiji - 1 - 0 - 0
34) Jamaica - 1 - 0 - 0
37) Japão - 0 - 3 - 1
38) Croácia - 0 - 2 - 2
38) Tailândia 0 - 2 - 2
40) Bulgária - 0 - 2 - 1
40) Coréia do Sul - 0 - 2 - 1
40) República Checa - 0 - 2 - 1
43) Grécia - 0 - 1 - 4
44) Egito - 0 - 1 - 2
45) Emirados Árabes - 0 - 1 - 1
45) Iraque - 0 - 1 - 1
47) Arábia Saudita - 0 - 1 - 0
47) Colômbia - 0 - 1 - 0
47) Etiópia - 0 - 1 - 0
47) Hong Kong - 0 - 1 - 0
47) Índia - 0 - 1 - 0
47) Suécia - 0 - 1 - 0
53) Belarus - 0 - 0 - 2
54) Argentina - 0 - 0 - 1
54) Hungria - 0 - 0 - 1
54) Malásia - 0 - 0 - 1
54) Nigéria - 0 - 0 - 1
54) Noruega - 0 - 0 - 1
54) Portugal - 0 - 0 - 1
54) Sri-Lanka - 0 - 0 - 1
54) Venezuela - 0 - 0 - 1

Os Campeões:
1960 - Itália
1964 - Estados Unidos
1968 - Estados Unidos
1972 - Estados Unidos
1976 - Estados Unidos
1980 - Estados Unidos
1984 - Estados Unidos
1988 - Estados Unidos
1992 - Estados Unidos
1996 - Estados Unidos
2000 - Austrália
2004 - China
2008 - China
2012 - China

Ranking:
1) Estados Unidos - 9
2) China - 3
3) Austrália - 1
3) Itália - 1

terça-feira, 11 de setembro de 2012

Osasco (Brasil) Tetracampeão Sul-Americano Feminino de Voleibol de 2009/2010/2011/2012

O Osasco (Brasil) conquistou pela quarta vez seguida o Sul-Americano Feminino de Voleibol. Foi a sexta conquista de sua história que garantiu a equipe paulista no Mundial de 2012.

De quebra, o Osasco ainda repetiu o feito do Fluminense dos anos 70, que venceu quatro vezes seguidas a competição, e igualou o récorde de conquistas do tricolor, com seis.

Os Participantes:
Argentina: Boca Jrs.
Bolívia: Universidad Católica Boliviana.
Brasil: Osasco.
Paraguai: CD Venezuela.
 
1a Rodada:
04/09/12
(Argentina) Boca Jrs. 3-0 Universidad Católica Boliviana (Bolívia)
(Brasil) Osasco 3-0 CD Venezuela (Paraguai)

2a Rodada:
05/09/12 
(Paraguai) CD Venezuela 0-3 Boca Jrs. (Argentina)
(Brasil) Osasco 3-0 Universidad Católica Boliviana (Bolívia)

3a Rodada:
06/09/12
(Bolívia) Universidad Católica Boliviana 3-1 CD Venezuela (Paraguai)
(Brasil) Osasco 3-0 Boca Jrs. (Argentina)

Classificação:
1) Osasco - 9 - Tetracampeão.
2) Boca Jrs. - 6
3) Universidad Católica Boliviana - 3
4) CD Venezuela - 1
Obs:  A Universidad San Martín de Porres (Peru) desistiu da disputa.

Os Campeões:
1970 - Pinheiros (Brasil)
1971 - Fluminense (Brasil)
1972 - Fluminense (Brasil)
1973 - Paulistano (Brasil)
1974 - Gimnásia y Esgrima La Plata (Argentina)
1975 - Gimnásia y Esgrima La Plata (Argentina)
1976 - ----
1977 - Fluminense (Brasil)
1978 - Fluminense (Brasil)
1979 - Fluminense (Brasil)
1980 - Fluminense (Brasil)
1981 - Flamengo (Brasil)
1982 - ----
1983 - Power Lima (Peru)
1984 - Power Lima (Peru)
1985 - Bradesco (Brasil)
1986 - Power Lima (Peru)
1987 - Power Lima (Peru)
1988 - Sadia (Brasil)
1989 - Sadia (Brasil)
1990 - Sadia (Brasil)
1991 - Sadia (Brasil)
1992 - São Caetano (Brasil)
1993 - SR Ribeirão Preto (Brasil)
1994 - ----
1995 - Bancoper (Peru)
1996 - CR Tietê (Brasil)
1997 - Osasco (Brasil)
1998 - Osasco (Brasil)
1999 - ----
2000 - Minas TC (Brasil)
2001 - ----
2002 - ----
2003 - ----
2004 - ----
2005 - ----
2006 - ----
2007 - ----
2008 - ----
2009 - Osasco (Brasil)
2010 - Osasco (Brasil)
2011 - Osasco (Brasil)
2012 - Osasco (Brasil)

Ranking:
1) Fluminense - 6
1) Osasco - 6
3) Power Lima - 4
3) Sadia - 4
5) Gimnásia y Esgrima La Plata - 2
6) Pinheiros - 1
6) Paulistano - 1
6) Flamengo - 1
6) Bradesco - 1
6) São Caetano - 1
6) SR Ribeirão Preto - 1
6) Bancoper - 1
6) CR Tietê - 1
6) Minas TC - 1

Ranking por País: 
1) Brasil - 24
2) Peru - 5
3) Argentina - 2

Países-Baixos Heptacampeões Paralímpicos de Tênis de 1988/1992/1996/2000/2004/2008/2012

Os Países-Baixos são imbatíveis neste esporte!

Classificação:
1) Países-Baixos - 2 - 2 - 2 - Heptacampeões.

2) Estados Unidos - 1 - 1 - 1
3) Israel - 1 - 0 - 1
4) Japão - 1 - 0 - 0
4) Suécia - 1 - 0 - 0
6) França - 0 - 2 - 1
7) Reino Unido - 0 - 1 - 1

Os Campeões:
Esporte Demonstração:
1960 - ----
1964 - ----
1968 - ----
1972 - ----
1976 - ----
1980 - ----
1984 - ----
1988 - Países-Baixos
Esporte Oficial:
1992 - Estados Unidos / Países-Baixos
1996 - Países-Baixos
2000 - Países-Baixos
2004 - Países-Baixos
2008 - Países-Baixos
2012 - Países-Baixos

Ranking:
1) Países-Baixos - 7
2) Estados Unidos - 1 

Austrália Campeã Paralímpica de Rúgbi de 2012

Título inédito para os australianos!

Classificação:
1) Austrália - 1 - 0 - 0 - Campeã.

2) Canadá - 0 - 1 - 0
3) Estados Unidos - 0 - 0 - 1

A Campanha da Austrália:
1a Fase:

64-52 Canadá
60-47 Suécia
58-43 Bélgica
2a Fae:
59-45 Japão
Final:
66-51 Canadá

Os Campeões:
Esporte Demonstração:
1960 - ----
1964 - ----
1968 - ----
1972 - ----
1976 - ----
1980 - ----
1984 - ----
1988 - ----
1992 - ----
1996 - Estados Unidos
Esporte Oficial:
2000 - Estados Unidos
2004 - Nova Zelândia
2008 - Estados Unidos
2012 - Austrália

Ranking:
1) Estados Unidos - 3
2) Austrália - 1
2) Nova Zelândia - 1 

China Bicampeã Paralímpica de Esgrima de 2008/2012

Parabéns aos chineses!

Classificação:
1) China - 6 - 3 - 1 - Bicampeã.

2) Hong Kong - 2 - 1 - 4
3) Polônia - 2 - 0 - 1
4) Brasil - 1 - 0 - 0
4) Tailândia - 1 - 0 - 0
6) França - 0 - 3 - 2
6) Hungria - 0 - 3 - 2
8) Alemanha - 0 - 1 - 0
8) Ucrânia - 0 - 1 - 0
10) Itália - 0 - 0 - 2

Os Campeões:
1960 - Itália
1964 - Itália
1968 - Itália
1972 - Itália
1976 - Itália
1980 - França
1984 - França
1988 - França
1992 - França
1996 - França
2000 - Polônia
2004 - Hong Kong
2008 - China
2012 - China

Ranking:
1) França - 5
1) Itália - 5
3) China - 2
4) Hong Kong - 1
4) Polônia - 1

Alemanha / Canadá Campeões Paralímpicos de Basquetebol em Cadeira de Rodas de 2012

Canadé e Alemanha voltam a ser campeões no Basquete.

Classificação:
1) Alemanha - 1 - 0 - 0 - Campeã.
1) Canadá - 1 - 0 - 0 - Campeão.

3) Austrália - 0 - 2 - 0
4) Estados Unidos - 0 - 0 - 1
4) Países-Baixos - 0 - 0 - 1

A Campanha da Alemanha no Feminino:
1a Fase:

54-48 Estados Unidos
76-32 França
56-50 China
68-28 México
2a Fase:
55-44 Reino Unido
3a Fase:
49-46 Países-Baixos
Final:58-44 Austrália

A Campanha do Canadá no Masculino:
1a Fase:

68-53 Japão
70-54 Reino Unido
83-65 Polônia
73-66 Alemanha
68-42 Colômbia
2a Fase:
77-51 Espanha
3a Fase:
69-52 Reino Unido
Final:
64-58 Austrália

Os Campeões:
1960 - Estados Unidos
1964 - Estados Unidos
1968 - Israel
1972 - Argentina
1976 - Israel
1980 - Israel
1984 - Alemanha Ocidental / França
1988 - Estados Unidos
1992 - Países-Baixos
1996 - Austrália / Canadá
2000 - Canadá
2004 - Canadá
2008 - Austrália
2012 - Alemanha / Canadá

Ranking:
1) Canadá - 4
2) Estados Unidos - 3
2) Israel - 3
4) Austrália - 2
5) Alemanha - 1
5) Alemanha Ocidental - 1
5) França - 1
5) Argentina - 1
5) Países-Baixos - 1

 

Bósnia-Herzegovina / China Campeões Paralímpicos de Vôlei Sentado de 2012

O Vôlei Sentado foi uma das melhores disputas de Londres 2012.

Classificação:
1) Bósnia-Herzegovina - 1 - 0 - 0 - Campeã.
1) China - 1 - 0 - 0 - Tricampeã.

3) Estados Unidos - 0 - 1 - 0
3) Irã - 0 - 1 - 0
5) Alemanha - 0 - 0 - 1
5) Ucrânia - 0 - 0 - 1

A Campanha da China no Feminino:
1a Fase:

3-1 Estados Unidos
3-1 Brasil
3-0 Eslovênia
2a Fase:
3-2 Países-Baixos
Final:
3-1 Estados Unidos

A Campanha da Bósnia-Herzegovina no Masculino:
1a Fase:

3-0 China
3-0 Brasil
3-0 Ruanda
1-3 Irã
2a Fase:
3-0 Egito
3a Fase:
3-0 Alemanha
Final:
 3-1 Irã

Os Campeões:
1960 - ----
1964 - ----
1968 - ----
1972 - ----
1976 - Israel
1980 - Israel / Países-Baixos
1984 - Israel / Países-Baixos
1988 - Alemanha Ocidental / Irã
1992 - Alemanha
1996 - Alemanha / Irã
2000 - Alemanha / Irã
2004 - Bósnia-Herzegovina / China
2008 - China / Irã
2012 - Bósnia-Herzegovina / China

Ranking:
1) Irã - 4
2) Alemanha - 3
2) China - 3
2) Israel - 3
5) Bósnia-Herzegovina -  2
5) Países-Baixos - 2
7) Alemanha Ocidental - 1

China Tricampeã Paralímpica de Tênis de Mesa de 2004/2008/2012

A China ficou mais perto do título paralímpico geral!

Classificação:
1) China - 14 - 5 - 2 - Tricampeã.

2) Polônia - 3 - 1 - 1
3) Eslováquia - 2 - 1 - 1
4) Alemanha - 2 - 0 - 1
5) Coréia do Sul - 1 - 4 - 3
6) Suécia - 1 - 1 - 3
7) Hong Kong - 1 - 1 - 0
8) Países-Baixos - 1 - 0 - 1
9) Hungria - 1 - 0 - 0
9) Noruega - 1 - 0 - 0
9) Tailândia - 1 - 0 - 0
12) Espanha - 0 - 2 - 1
12) França - 0 - 2 - 1
14) Áustria - 0 - 2 - 0
14) Sérvia - 0 - 2 - 0
14) Turquia - 0 - 2 - 0
17) Reino Unido - 0 - 1 - 2
18) Rússia - 0 - 1 - 1
19) Itália - 0 - 1 - 0
20) Ucrânia - 0 - 0 - 2
21) Dinamarca - 0 - 0 - 1
21) Egito - 0 - 0 - 1
21) Indonésia - 0 - 0 - 1

Os Campeões:
1960 - Itália
1964 - Reino Unido
1968 - Israel
1972 - Alemanha Ocidental
1976 - Suiça
1980 - Alemanha Ocidental
1984 - Alemanha Ocidental
1988 - Alemanha Ocidental
1992 - Alemanha
1996 - França
2000 - França
2004 - China
2008 - China
2012 - China

Ranking:
1) Alemanha Ocidental - 4
2) China - 3
3) França - 2
4) Alemanha - 1
4) Israel - 1
4) Itália - 1
4) Reino Unido - 1
4) Suiça - 1

 

China Campeã Paralímpica de Tiro de 2012

Título inédito para a China!

Classificação:
1) China - 4 - 1 - 3 - Campeã.

2) Coréia do Sul - 3 - 0 - 0
3) França - 1 - 1 - 0
3) Suécia - 1 - 1 - 0
5) Emirados Árabes - 1 - 0 - 0
5) Macedônia - 1 - 0 - 0
5) Ucrânia - 1 - 0 - 0
8) Rússia - 0 - 3 - 1
9) Reino Unido - 0 - 1 - 2
10) Alemanha - 0 - 1 - 1
11) Espanha - 0 - 1 - 0
11) Israel - 0 - 1 - 0
11) Turquia - 0 - 1 - 0
14) Austrália - 0 - 0 - 1
14) Eslováquia - 0 - 0 - 1
14) Irã - 0 - 0 - 1 

Os Campeões:
1960 - ----
1964 - ----
1968 - ----
1972 - ----
1976 - Canadá
1980 - Áustria
1984 - Austrália
1988 - Coréia do Sul
1992 - Alemanha
1996 - Suécia
2000 - Coréia do Sul / Suécia
2004 - Suécia
2008 - Coréia do Sul
2012 - China

Ranking:
1) Coréia do Sul - 3
1) Suécia - 3
3) Alemanha - 1  
3) Austrália - 1
3) Áustria - 1
3) Canadá - 1
3) China - 1

Países-Baixos / Reino Unido Campeões Paralímpicos de Vela de 2012

Empate no primeiro lugar da Vela.

Classificação:
1) Países-Baixos - 1 - 0 - 1 - Campeão.
1) Reino Unido - 1 - 0 - 1 - Campeão.
3) Austrália - 1 - 0 - 0
4) Alemanha - 0 - 2 - 0
5) Estados Unidos - 0 - 1 - 0
6) Noruega - 0 - 0 - 1

Os Campeôes:
Esporte Demonstração:
1960 - ----
1964 - ----
1968 - ----
1972 - ----
1976 - ----
1980 - ----
1984 - ----
1988 - ----
1992 - ----
1996 - Reino Unido
Esporte Oficial:
2000 - Alemanha
2004 - França / Israel
2008 - Canadá / Estados Unidos
2012 - Países-Baixos / Reino Unido

Ranking:
1) Reino Unido - 2
2) Alemanha - 1
2) Canadá - 1
2) Estados Unidos - 1
2) França - 1
2) Israel - 1
2) Países-Baixos - 1
 

Finlândia / Japão Campeões Paralímpicos de Goalbol de 2012

Finlândia e Japão empataram na liderança.

Classificação:
1) Finlândia - 1 - 0 - 0 - Campeã.
1) Japão - 1 - 0 - 0 - Campeão.

3) Brasil - 0 - 1 - 0
3) China - 0 - 1 - 0
5) Suécia - 0 - 0 - 1
5) Turquia - 0 - 0 - 1

A Campanha do Japão no Feminino:
1a Fase:

3-1 Austrália
2-1 Estados Unidos
0-0 Suécia
0-1 Canadá
2a Fase:
2-0 Brasil
3a Fase:
4-3 Suécia
Final:
1-0 China

A Campanha da Finlândia no Masculino:
1a Fase:

5-6 Brasil
0-10 Lituânia
0-4 Turquia
7-3 Reino Unido
4-1 Suécia
2a Fase:
5-1 Irã
3a Fase:
2-0 Turquia
Final:
8-1 Brasil

Os Campeões:
Esporte Demonstração:
1960 - ----
1964 - ----
1968 - ----
1972 - *
Esporte Oficial:
1976 - Áustria
1980 - Alemanha Ocidental
1984 - Estados Unidos
1988 - Dinamarca / Iugoslávia
1992 - Finlândia
1996 - Finlândia
2000 - Canadá / Dinamarca
2004 - Canadá / Dinamarca
2008 - China
2012 - Finlândia / Japão
* Em 1972, nenhuma medalha foi entregue.

Ranking:
1) Dinamarca - 3
1) Finlândia - 3
3) Canadá - 2 
4) Alemanha Ocidental - 1
4) Áustria - 1
4) Estados Unidos - 1
4) Iugoslávia - 1 
4) Japão - 1 

Rússia Campeã Paralímpica de Futebol de Sete de 2012

Muita festa russa em Londres.

Classificação:
1) Rússia - 1 - 0 - 0 - Campeã.

2) Ucrânia - 0 - 1 - 0
3) Irã - 0 - 0 - 1

A Campanha da Rússia:
1a Fase:

8-0 Argentina
8-0 Países-Baixos
3-1 Irã
2a Fase:
3-1 Brasil
Final:
1-0 Ucrânia

Os Campeões:
1960 - ----
1964 - ----
1968 - ----
1972 - ----
1976 - ----
1980 - ----
1984 - Bélgica / Estados Unidos
1988 - Países-Baixos
1992 - Países-Baixos
1996 - Países-Baixos
2000 - Rússia
2004 - Ucrânia
2008 - Ucrânia
2012 - Rússia

Ranking:
1) Países-Baixos - 3
2) Rússia - 2
2) Ucrânia - 2
4) Bélgica - 1
4) Estados Unidos - 1

Reino Unido Bicampeão Paralímpico de Ciclismo de 2008/2012

Em 2012, tivemos o Ciclismo de Estrada e o Ciclismo de Pista.

Classificação:
1) Reino Unido - 8 - 9 - 5 - Bicampeão.
 
2) Estados Unidos - 6 - 5 - 6
3) China - 6 - 4 - 5
4) Austrália - 6 - 4 - 4
5) Alemanha - 4 - 6 - 3
6) Itália - 4 - 3 - 3
7) Polônia - 3 - 4 - 0
8) Espanha - 2 - 2 - 3
9) Suiça - 2 - 2 - 2
10) Irlanda - 2 - 1 - 2
11) Ucrânia - 2 - 0 - 0
12) República Checa - 1 - 2 - 2
13) Países-Baixos - 1 - 1 - 3
14) Nova Zelândia - 1 - 1 - 2
15) Romênia - 1 - 1 - 0
16) Canadá - 1 - 0 - 1
17) Áustria - 0 - 1 - 2
18) África do Sul - 0 - 1 - 0
18) Israel - 0 - 1 - 0
20) Argentina - 0 - 0 - 1
20) Bélgica - 0 - 0 - 1
20) Eslováquia - 0 - 0 - 1
20) França - 0 - 0 - 1
20) Japão - 0 - 0 - 1
20) Rússia - 0 - 0 - 1

Os Campeões:
1960 - ----
1964 - ----
1968 - ----
1972 - ----
1976 - ----
1980 - ----
1984 - Noruega
1988 - Coréia do Sul
1992 - Alemanha
1996 - Austrália
2000 - Austrália
2004 - Austrália
2008 - Reino Unido
2012 - Reino Unido

Ranking:
1) Austrália - 3
2) Reino Unido - 2
3) Alemanha - 1
3) Coréia do Sul - 1
3) Noruega - 1